teses

Defendidas em 2020

Total de teses defendidas: 15

Aline da Silva Azevedo de Carvalho

Título: Trajetórias textuais do assassinato de Cláudia Silva Ferreira: entre necrótopos e cartografias de reexistência

Orientador(a):  Prof(a). Dr(a). Maria de Fátima Lima Santos

Coorientador(a):  Prof(a). Dr(a). Branca Falabella Fabrício

Páginas: 186

Resumo

O objetivo desta tese é investigar as trajetórias textuais (RYMES, 2012) do assassinato de Cláudia Silva Ferreira, mais uma vítima da política de matabilidade instaurada por uma
bionecropolítica (LIMA, 2018b) na cidade do Rio de Janeiro. Mais um necrótopo, termo que cunho aqui a partir de Bakhtin (1997), Foucault (2008a) e Mbembe (2003) a fim de contemplar mortes recorrentes de pessoas negras. Em 16 de março de 2014, a auxiliar de serviços gerais, mãe e mulher negra, saiu de casa para comprar pão no morro da Congonha, em Madureira, quando foi baleada por policiais militares. Segundo eles, o copo de café que Cláudia portava teria sido confundido com uma arma. Ela teve seu corpo jogado na parte de trás de um camburão. Os policiais, ao tentarem socorrê-la, arrastaram seu corpo por cerca de 300 metros a caminho do hospital. A morte de Cláudia seria só mais um exemplo de morte acidental de moradores de comunidades pobres na cidade, entretanto, um cinegrafista amador filmou seu arraste e vendeu esse vídeo para o jornal Extra. 
A partir daí, a notícia da morte da “mulher arrastada”, modo como Cláudia foi descrita pela maior parte da mídia, circulou por diversos meios de comunicação: programas de TV, versões
online e impressas de diversos jornais pelo Brasil e pelo mundo, redes sociais de ativistas, etc. No recorte de dados realizado, concentro-me nos embates discursivos feitos a partir de
publicações como o Jornal Extra; o portal G1 e no telejornal SBT RJ. Levando em consideração tal circulação, pretendo investigar que projeções escalares (CARR e LEMPERT, 2016) são feitas a partir das entextualizações de notícias do assassinato de Cláudia e o que elas indexicalizam. Ao me debruçar sobre os dados, a partir de uma visão performativa de linguagem, (AUSTIN, 1990), percebo que parecem haver fricções entre projeções escalares que indexicalizam violências (necrótopos), heranças de um racismo que é estrutural (ALMEIDA, 2019), e as projeções que refutam as cartografias de violência e atos de fala que ferem e propõem cartografias de reexistência em que nome, rosto e dignidade são reivindicados a Cláudia.

Palavras-chave: necrótopo – bionecropolítica – escala – indexicalidade – entextualização – reexistência.

Abstract 

The purpose of this dissertation is to investigate the textual trajectories (Rymes, 2012) of the murder of Cláudia Silva Ferreira, yet another victim of the “shoot to kill policy” established by the bionecropolitics (Lima, 2018) in the city of Rio de Janeiro. Another “necrótopo”, term that I create here from Bakhtin (1997), Foucault (2008a e 2010) e Mbembe (2003) in order to refer to the recorrent deaths of black people. On March 16, 2014, a general services assistant, mother and black woman, left home to buy bread at Morro da Congonha, in Madureira when she was shot by the military police. According to them, the coffee cup that Claudia was carrying would have been mistaken for a gun. She had her body thrown in the trunk of a police car. The police officers, when supposedly trying to help her, dragged her body for about 300 meters on the way to the hospital. Cláudia’s death, which would be just another example of accidental death of residents of poor communities in the city, but an amateur cameraman filmed the dragging and sold the video to the newspaper Extra. From  then on, the news of the death of the “dragged woman”, the way Cláudia was described by most of the media, circulated through several media: TV programs, online and printed versions of several newspapers in Brazil and in the world, social networks of activists, etc. In the data selected, I focus on the discursive clashes made from publications such as Jornal Extra; the G1 portal and the SBT RJ newscast. Taking this circulation into account, I intend to investigate what scalar projections (Carr and Lempert, 2016) are made from the entextualizations of news of Cláudia’s murder and what they indexicalize. As I look at the data, under a performative view of language, Austin (1960; 1990), I realize that there seems to be frictions between scalar projections that index violence (necrotopes), inheritances of racism that is structural (Almeida, 2019) and to projections that refute cartographies of violence and speech acts that hurt and propose cartographies of reexistence in which name, face and dignity are claimed for Cláudia.

Keywords: necrótopo – bionecropolitics – scale – indexicality – circulation – reexistence.

 

Bruna Scheiner Gomes Pimenta

Título: O uso da rede social educativa Edmodo em um projeto interdisciplinar no ensino fundamental: um estudo sob a perspectiva da Teoria da Atividade

Orientador(a):  Prof(a). Dr(a). Kátia Cristina do Amaral Tavares

Páginas: 179

Resumo

A partir de considerações sobre a comunicação mediada por computador e tecnologias digitais de informação e comunicação na educação, a presente pesquisa teve como objetivo identificar os usos feitos da rede social educativa Edmodo por estudantes e professores e avaliar, sob a ótica de ambos, o uso de tal plataforma. Para isso, foi desenvolvido um estudo de caso de cunho etnográfico no contexto de um projeto interdisciplinar em uma escola pública federal no Rio de Janeiro com  turmas do sexto ano. Tal investigação foi embasada em pressupostos teóricos sobre redes sociais (ELLISEN & BOYD, 2008; RECUERO, 2010), redes sociais educativas (CARLSON & RAPHAEL, 2015; SANDU, 2015; GAY, 2017) e Teoria da atividade
(ENGESTRÖM,1987,1999; DANIELS, 2003). Os dados foram gerados através de questionários on-line e registro de mensagens trocadas entre os participantes no Edmodo. Ao adotar a perspectiva da Teoria da Atividade e considerar o contexto de investigação como uma rede de atividades, a análise de dados foi feita a partir da descrição dos seguintes sistemas de atividade: Implementar ações do Projeto e Utilizar o Edmodo, seguida pela releitura das mensagens no Edmodo e pelo agrupamento delas por núcleos de significados. Os resultados revelam que o Edmodo foi usado como instrumento de aprendizagem e meio de comunicação pelos estudantes e como meio de comunicação, repositório, sala de aula invertida e instrumento de feedback pelos professores. Os dados sugerem ainda a existência de conflitos relacionados às regras e à divisão do trabalho. Apesar dos conflitos identificados, os participantes avaliam a  experiência com o Edmodo de forma positiva e indicam o interesse em usar a rede social educativa novamente em oportunidades futuras.

Palavras-chave: Edmodo; Rede social educativa; Redes sociais; TDIC; Teoria da Atividade

Abstract 

Considering computer mediated communication and the digital technologies of information and communication in Education, the present research aims at identifying the uses of the educational social network Edmodo by students and teachers and evaluate, according the participants’ point of view, the use of this platform. To this intent, a case study of ethnographic matrix was developed in the context of an interdisciplinary project in a public federal school in Rio de Janeiro with sixth grade classes. This investigation has been grounded on theoretical foundations about social network (ELLISEN & BOYD, 2008; RECUERO, 2010), educational social networks (CARLSON & RAPHAEL, 2015; SANDU, 2015; GAY, 2017) and Activity Theory (ENGESTRÖM,1987,1999; DANIELS, 2003). Data were generated through online questionnaires and the record of online messages exchanged between the participants in Edmodo. Adopting the perspective of Activity Theory and considering the research context as a network of activities, data were analysed based on the description of the following activity systems: Implementing actions of the project and Using Edmodo followed by the reading of the messages in Edmodo and the categorization of meaning cores. The results show that Edmodo was used as
learning tool and means of communication by students and as means of communication, repository, flipped classroom and feedback instrument by teachers. Data suggest the existence of conflicts related to rules and division of labor. Despite the conflicts identified, the participants evaluated the experience with Edmodo positively and indicate interest in using it again in future opportunities.

Keywords: Edmodo; Educational social network; Social networks; ICDT; Activity Theory

 

Cláudia Rebello dos Santos Santos

Título: Atividades colaborativas e tecnologias digitais em uma disciplina de escrita acadêmica em inglês: um estudo de caso

Orientador(a):  Prof(a). Dr(a). Kátia Cristina do Amaral Tavares

Páginas: 197

Resumo

O presente estudo de caso etnográfico busca investigar uma turma de uma disciplina sobre linguagem, escrita e habilidades acadêmicas em língua inglesa com uma abordagem colaborativa mediada por TDIC no curso de Licenciatura em Letras em uma universidade federal rural na Baixada Fluminense. O objetivo do estudo é compreender se e como os discentes participam ativamente e colaboram entre si nos três ambientes da disciplina (a sala de aula presencial, um grupo da turma no aplicativo WhatsApp e grupos menores no Google Docs no Google Drive) durante as atividades colaborativas propostas. Além disso, o estudo de caso teve o objetivo de investigar e compreender a percepção dos participantes sobre colaboração e aprendizagem no processo de desenvolvimento de suas habilidades acadêmicas, principalmente da escrita acadêmica em língua inglesa. A investigação tem o objetivo de contribuir para reflexão sobre a mediação de tecnologia com abordagens centradas nos alunos. Outra contribuição esperada é, em segundo plano, que o presente estudo possa contribuir para a reflexão sobre o processo de ensino-aprendizagem de escrita acadêmica nesse contexto. Para responder às questões propostas nesta investigação de cunho interpretativista, foram usados os seguintes instrumentos de pesquisa: um questionário semiaberto, um questionário aberto, registros no diário da professora-pesquisadora e registros de atividade nos recursos das ferramentas utilizadas durante o processo. Os dados gerados sobre a participação e práticas colaborativas da docente e dos discentes durante o processo foram analisados à luz da teoria de aprendizagem colaborativa, principalmente de seis critérios que foram elaborados para medir se houve cooperação ou colaboração dos alunos durante as atividades nos ambientes da turma. (DILLENBOURG 1996; KENCZINSKI et al 2007) São eles: divisão de trabalho, objetivos, dinâmica, hierarquia, competências e comunicação. O objetivo envolveu descrever e compreender como os discentes comportavam-se em cada critério no processo de ensino-aprendizagem proposto. Fatores que facilitaram ou dificultaram a colaboração entre os discentes também foram elencados nos resultados, sendo os principais fatores apontados de caráter afetivo, como o medo de exposição, insegurança com suas habilidades linguísticas e resistência à ferramenta digital. Acredita-se que a investigação também venha a contribuir para a discussão sobre propostas pedagógicas para o ensino superior, como a de aprendizagem colaborativa, significativa e inclusiva mediada por tecnologias digitais de informação e comunicação, como ferramentas e recursos que possibilitam colaboração entre discentes e docentes.

Palavras-chave:

Abstract 

This case study aims at investigating a group in a course on academic language, writing, and skills in English within a collaborative approach with DICT mediation in a Licenciatura in
Languages in a rural federal university in Baixada Fluminense, Rio de Janeiro, Brazil. The research goal is to understand if and how students participate actively and collaboratively among
themselves in the three environments (face-to- face classroom, a group on WhatsApp app, and smaller groups on Google Docs on Google Drive) in the planned collaborative activities
Furthermore, this case study aims at describing and analyzing the participants’ assumptions on collaboration and learning in the process of academic skill development, specially of academic
writing. This research is expected to contribute to the reflection on technology mediation and student-centered learning approaches. In addition, this study may contribute to discussions on
the academic writing learning process in this context. In order to address the research questions, the following search instruments were used: a semi-open questionnaire, an open questionnaire, the professor’s journal notes, and the records on the digital tools of the apps. The data on participation and collaboration among the professor and students in the process were analyzed based on collaborative learning theory, mainly on seis criteria which were defined to assess if the students cooperate or collaborate in the activities in group’s the environments. (DILLENBOURG 1996; KENCZINSKI et al 2007) These criteria are division of labor, objectives, dynamics, hierarchy, competencies and communication. I intended to describe and analyze how students behaved in each of these criteria in the focused learning process. Factors which helped or hindered this collaboration among the students and professor were also targeted. These factors were mostly affective aspects, such as fear of being exposed, lack of self-confidence in their language skills, and resistance to digital technology tools. It is also expected that this research could contribute to the discussion on methodology on higher education, as collaborative, meaningful, and inclusive learning approaches mediated by technology tools that enhance collaboration among students and professors.

Keywords:

 

Douglas Roberto Knupp Sanque

Título: Atividades colaborativas e tecnologias digitais em uma disciplina de escrita acadêmica em inglês: um estudo de caso

Orientador(a):  Prof(a). Dr(a). Kátia Cristina do Amaral Tavares

Páginas: 197

Resumo

Este trabalho tem por objetivo estudar como se deu a comunicação do impeachment da ex-Presidenta Dilma Rousseff. Tomando a sessão de votação da Câmara dos Deputados como central para o processo, empreendo uma análise de córpus que aponta que o signo “família” tem grande relevância nessa sessão. Com base nessa relevância, empreendo um rastreamento de trajetórias textuais (BLOMMAERT, 2005; FABRICIO, 2012) para compreender como os discursos de deputados e deputadas respondem intertextualmente (BAKHTIN, 1981a) a textos anteriores e posteriores. Com base em uma visão performativa de linguagem (PENNYCOOK, 2010), compreendo que os significados são construídos discursivamente no momento da enunciação. Os resultados indicam que as performances intensas (COUPLAND, 2007) de deputados respondem a condições metapragmáticas de emergência dessas performances, que
criaram indexicalmente uma chave metapragmática geral de oposição entre Nação e Corruptos ao construir o impeachment de Dilma. Nas performances de deputados, essa chave é
recontextualizada, tendo a família como célula fundamental da Nação. Essa imbricação família-9 nação entrelaça significados patriarcais, heteronormativos e nacionalistas que seriam então base do governo Temer e da eleição de Jair Bolsonaro em 2018.

Palavras-chave: impeachment; família; indexicalidade; metapragmática; linguística de córpus; rastreamento de trajetórias textuais

Abstract 

This thesis aims at studying how the communication of the impeachment of former President of Brazil Dilma Rousseff was constructed. Taking the voting session in the lower house of
Parliament as the central point for the process, I run a corpus analysis which indicates that the sign “family” has great relevance in this session. Based on said relevance, I employ the methodological strategy of tracking textual trajectories (BLOMMAERT, 2005; FABRICIO, 2012) to understand how the speeches of congressmen and women respond intertextually
(BAKHTIN, 1981a) to previous and posterior texts. Based on a performative view of language (PENNYCOOK, 2010), I understand meaning-making as discursively constructed in the moment
of enunciation. Results indicate that congressmen‟s high performances (COUPLAND, 2007) respond to metapragmatic conditions of emergence of such performances. Such conditions
indexically created a general metapragmatic key which opposes the Nation and corruption, when 11 constructing Dilma‟s impeachment. In the performances of congressmen, this key is
recontextualized, having the family as the fundamental cell of the Nation. This imbrication family-nation binds together social meanings of patriarchy, heteronormativity and nationalism
which would be the basis of the Temer administration as well as of the election of Jair Bolsonaro in 2018.

Keywords: impeachment; family; indexicality; metapragmatics; corpus linguistics; tracking textual trajectories.

 

Eduardo Espíndola Braud Martins

Título: Prazeres plásticos: dispositivos de saber-poder na atual economia de plataforma

Orientador(a):  Prof. Dr. Luis Paulo Moita Lopes

Páginas: 178

Resumo

Neste trabalho, analiso a produção corpóreo-discursiva do prazer íntimo e erótico no Chaturbate, plataforma de sexcam na qual pessoas realizam apresentações sexuais explícitas a um determinado público via webcam. Parto da utilização do Lovense Lush, vibrador que pode ser controlado à distância pela plateia durante tais shows, para estudar como ambos esses dispositivos (Foucault, 2009[1982]; Agamben, 2009), junto à linguagem, participam da atividade carnal desenvolvida e elaboram formas de contato que, em seu desenrolar, reafirmam e desestabilizam os sentidos daquilo que entendemos por “sexo”, “corpo”, “pessoa”, “tecnologia”, “toque”, “prazer”, “erotismo” e “intimidade”. Baseando-me em uma visão performativa de linguagem (Austin, 1990[1962]; Pennycook, 2007), nos fundamentos da etnografia para a internet (Hine, 2001, 2005, 2012, 2015) e em discussões sobre o momento político e econômico atual
(Deleuze, 1992[1990]; Hardt & Negri, 2004; Guyer, 2016; Preciado, 2018[2008]), investigo como a construção de um corpo dito “natural”, intrinsecamente “humano”, é reproduzida e negociada nas interações sociodiscursivas traçadas no Chaturbate por meio de repertórios semióticos e tecnológicos que performam e realizam aquilo que se entende como “prática sexual” por excelência, e nas quais o vibrador, enquanto “cópia do pênis” (Preciado, 2014[2000]), tem papel central. O foco é explorar não somente como “corpos” são “tocados” por meios de interações na plataforma em questão, mas também como é que esses mesmos “corpos” se constroem como tais nesses eventos, realizando, performativamente, a ontologia de suas próprias realidades e elaborando modos de sentir e expressar sentimentos de excitação sexual e corpórea. Com isso, amplio a ideia de performance linguística para além do “humano” (Pennycook, 2018) e passo a considerar outros dispositivos como atuantes na instauração de práticas sociais (Latour, 2012). 

Palavras-chave: Dildo. Etnografia. Performance. Pós-Humano. Prazer. Sexcam.

Abstract 

In this work, I analyze the corporeal-discursive production of intimate and erotic pleasure on Chaturbate, a sexcam platform in which people develop explicit sexual performances for an audience via webcam. As my primary unit of analysis, I take the Lovense Lush, a vibrator that can be controlled remotely by the audience during these shows, to study how both apparatuses (Foucault, 2009[1982]; Agamben, 2009), along with language, participate in the carnal activity and develop ways of getting in touch that, during the event, reaffirm and undermine senses of what we understand by “sex”, “body”, “person”, “technology”, “touch”, “pleasure”, “eroticism”, and “intimacy”. Relying on a performative view of language (Austin, 1990[1962]; Pennycook, 2007), internet ethnographic research (Hine, 2001, 2005, 2012, 2015), and discussions about the current political moment (Deleuze, 1992[1990]; Hardt & Negri, 2004; Guyer, 2016; Preciado,
2018[2008]), I investigate how the construction of a so-called (and “essentially human”) “natural body” is reproduced and negotiated in sociodiscursive interactions that happen on Chaturbate through semiotic and technological repertoires that perform and create what is traditionally understood as “sexual practice”, and in which the Lush vibrator, as a “copy of the penis” (Preciado, 2014[2000]), has the main role. The focus is to explore not only how “bodies” are “touched” by interactions in the platform in question, but also how these very “bodies” built themselves as such in these events, elaborating, performatively, the ontology of their own realities and developing ways of perceiving and expressing sexual and corporeal feelings. Thereby, I expand the idea of linguistic performance beyond the “human” (Pennycook, 2018) and start considering other apparatuses as active agents in the composition of social practices (Latour, 2012).

Keywords: Dildo. Ethnography. Performance. Posthuman. Pleasure. Sexcam.

 

Fernanda Silva Dias de Aquino

Título: O Brasil-Império de D. Pedro II no projeto civilizatório: uma análise discursiva dos diários e das falas do trono

Orientador(a):  Prof. Dr. Luis Paulo Moita Lopes

Páginas: 178

Resumo

O presente trabalho aborda como realizou-se o projeto civilizatório no Brasil durante o Segundo Reinado (1840-1889). Para tanto, foram analisados os diários e as falas do trono de D. Pedro
II, relacionando-se tais discursos com as ações de civilização tomadas pelo Império. O Estado nacional brasileiro nasceu a partir da transferência da coroa portuguesa para o Brasil e ganhou
moldes diferentes ao longo do tempo. No Segundo Reinado, a construção simbólica de nacionalidade ganhou força como um projeto político de nação e contou com um forte investimento nas instituições, leis, livros etc., sobretudo por parte do Imperador, que esteve presente em momentos-chave nas reformas propostas. A Tese levanta uma discussão acerca das dificuldades de instauração do projeto civilizatório dentro de um Estado de economia agroexportadora de base escravista. Questiona-se como foi contraditório o ideal de civilização que buscou inserir a sociedade como nação ideal, baseada sobretudo nos “moldes da Europa”, mas que manteve a escravidão durante oitenta anos e excluiu indígenas de seu projeto. Percebe-se como desde o início a nação fora pensada por e para uma elite, que justificava seus atos em razão do desenvolvimento econômico do país. Para a análise do presente trabalho, utilizou-se a Análise de Discurso de Pêcheux e Orlandi, que permitiu relacionar a linguagem com a perspectiva materialista da história, em diálogo com Marx, Florestan Fernandes, Caio Prado Jr., entre outros. Além disso, baseou-se em Afonso Carlos Marques dos Santos a reflexão sobre o projeto civilizatório e a construção do Estado nacional no Brasil. Dessa maneira, a pesquisa concebe as estratégias discursivas dos documentos analisados como práticas ideológicas dentro de um contexto específico. Nos discursos de D. Pedro II nota-se que não existem práticas desinteressadas. Evidenciamos, assim, como as ações e os discursos civilizatórios justificaram-se a partir de um ideal de nação, mas que tiveram por finalidade a manutenção da forma monárquica de governo.

Palavras-chave: D. Pedro II, projeto civilizatório, século XIX, discurso.

Abstract 

IThis thesis addresses how the civilization project was carried out in Brazil during the Second Empire (1840-1889). To this end, we have analyzed the diaries and speeches from the throne
of D. Pedro II, relating these speeches to the civilizational actions taken by the Empire. The Brazilian national state was born from the transfer of the Portuguese crown to Brazil. In the
Second Empire, the symbolic construction of nationality gained strength as a political project for the nation and counted on a strong investment in institutions, laws, books, etc., especially
on the part of the Emperor, who was active at key moments in the proposed reforms. The present work raises a discussion about the difficulties of establishing the civilization project within a
slave-based agroexport economy. We point out how contradictory the ideal of civilization was when it sought to establish society as an ideal nation, based on the “European society”, but that
kept slavery for eighty years and excluded the indigenous population from its project. It is clear that from the very beginning the nation had been thought by and for an elite, who justified their actions due to the country’s stage of economic development. For the analysis of the present work, we used Pêcheux and Orlandi’s Discourse Analysis, which allowed to relate language
with the materialist perspective of history, in dialogue with Marx, Florestan Fernandes, and Caio Prado Jr., among others. In addition, we based our discussion about the civilizing project
and the construction of the national state in Brazil on the studies of Afonso Carlos Marques dos Santos. This way, the research conceives the discursive strategies of the analyzed documents
as ideological practices within a specific context. In the speeches of D. Pedro II it is noted that there are no disinterested practices. Thus, we show how civilizing actions and discourses were
justified based on an ideal of nation, but whose purpose was to maintain the monarchical form of government.

Keywords: D. Pedro II, civilizing project, 19th century, discourse.

 

Gleiton Matheus Bonfante

Título: A LINGUAGEM NA PELE: afeto como ato de fala
perlocucionário

Orientador(a):  Prof. Dr. Rodrigo Borba

Coorientador(a):  Prof(a). Dr(a). Branca Falabella

Páginas: 175

Resumo

A linguagem toca cada centímetro da nossa pele. Mesmo sobre a genitália, recoberta pelos panos e pudores, pelos silêncios e pavores, repousa a língua que produz em nós efeitos materiais. Essa tese investiga a produção material de afeto nos corpos através de estímulos semióticos. Para tanto, a análise se ocupa de performances íntimo-espetaculares de si em um contexto específico: grupos virtuais no WhatsApp para performance do desejo bareback, termo popular para se referir ao sexo anal consentido sem camisinha entre homens. As performances online do desejo bareback agem sobre corpos, com eles interagem. Por isso, seus discursos e performances desejantes são investidos de interesse analítico guiado pelas lentes dos gatilhos afetivos do discurso (Bonfante, 2018): qualquer fato ou recurso linguístico que indexicaliza um afeto. Observar os gatilhos afetivos do discurso nos permite entender como corpo, afeto e discurso se articulam, tanto teoricamente quanto nas práticas discursivosexuais locais. Além dos gatilhos afetivos do discurso, outros instrumentos teórico-analíticos permeiam a análise das performances ínimo-espetaculares: indexicalidade, perlocucionários sedimentativos e perlocucionários imediatos, conceitos que compõem a metodologia que guia a reflexão: a Erótica dos Signos, cujo foco analítico são sextapes, nudes, densas descrições dos detalhes íntimos do corpo, anúncios para procura de parceiro sexual, sexo verbal e outras performances que espetacularizam a intimidade através da descrição/construção de partes do  corpo. As questões de pesquisa não apenas interrogam as maneiras como as performances íntimo-espetaculares são ensaiadas e como elas afetam seus interlocutores/consumidores, alterando os estados de seus corpos. Elas também tensionam a universalidade de conceitos ético-metodológicos como consentimento e intimidade e desafiam visões de linguagem positivistas, pois exploram as interações sensuais com o celular nas bodegas e vielas da linguagem, condenadas ao obscurantismo pela ansiedade causada pelo corpo fluido e aberto aos prazeres. Corpo que pulsa nessa tessitura inflado de desejos individualistas inculcados pela promessa das liberdades neoliberais. Algumas das conclusões desta escritura são que na sociedade íntimo-espetacular, prazeres do corpo performados e os contornos da genitália construídos semioticamente são relevantes produtores de subjetividade e inteligibilidade na construção do sujeito político, na construção de uma metodologia de pesquisa semiótica e na construção de um mundo social mais ético, onde a saúde sexual é democratizada. 

Palavras-chave: 1. Sexo bareback. 2. WhatsApp. 3. Etnografia virtual. 4. Performance e Performatividade. 5. Afeto.

Abstract 

Language touches every inch of our skin. Even the genitals, covered by fabric and pudency, by silence and fear, cannot be hidden from language that produces material effects on us. This
thesis investigates the material production of affection on bodies through semiotic stimuli. Therefore, the analysis deals with intimate-spectacular performances of the self in a specific
context: virtual groups on WhatsApp for the performance of bareback – a popular term to refer to consented anal sex without condoms among men – desire. The online performances of
bareback desire act on bodies, interact with them. Therefore, its desiring speech acts are invested with analytical interest guided by the lenses of the
affective triggers of discourse
(Bonfante, 2018): any linguistic fact or resource that indexes an affection. Observing the affective triggers of discourse allows us to understand how body, affection and discourse
intertwine, both theoretically and in the local discursive-sexual practices. In addition to the affective discourse triggers, other theoretical-analytical instruments permeate the analysis of
the intimate-spectacular performances:
indexicality, sedimentative and immediate perlocutionary, concepts that inform the methodology that guides the reflection: the Erotic of the Signs, whose analytical foci are sex tapes, nudes, dense descriptions of intimate details of the body, ads for sexual partners, verbal sex and other performances that spectacularize intimacy through the description / construction of body parts. My research questions do not only interrogate the ways in which intimate-spectacular performances are put on and how they affect their interlocutors / consumers, altering the states of their bodies. They also tension the universality of ethical-methodological concepts like consent and intimacy and challenge positivist perspectives on language, as they explore sensual interactions with the cell phone in language’s bodegas and alleys, condemned to obscurantism by the anxiety caused by the fluid
and pleasurable body. Body that pulsates in this dissertation inflated with individualistic desires inculcated by the promise of neoliberal freedoms. Some of the conclusions of this
writing are that in the intimate-spectacular society, the pleasures of the performed body and the contours of the genitalia performed semiotically are relevant producers of subjectivity and
intelligibility in the construction of the political subject, in the construction of a semiotic research methodology and in the construction of a more ethical social world, in which sexual
health is truly democratized.

Keywords: 1. Bareback sex. 2. WhatsApp. 3. Virtual ethnography 4. Performance and Performativity. 5. Affect.

 

Jaime de Souza Júnior

Título: #Humanity_Washed_Ashore – transmidiatização da Guerra na Síria: (re)enquadramentos, disputas textuais online e des(h)umanização.

Orientador(a):  Prof(a). Dr(a). Branca Falabella Fabrício

Páginas: 176

Resumo

Esta pesquisa transdisciplinar se interessa pelas guerras civis-globais (HARDT e NEGRI, [2004] 2014) e por como as experiências que os conflitos contemporâneos geram são construídas através de enquadres materializados em textos midiáticos de maneira multissemiótica (i.e. articulando os domínios verbal, visual e digital). A tese se apoia em Butler (2010) ao tomar como objeto de pesquisa específico os enquadres de conflito envolvendo crianças e a participação de um corpo infantil no trabalho de comunicação da Guerra na Síria, aqui entendida através da Teoria Ator-rede (LATOUR, 2012) como uma rede controversa de relações híbridas entre participantes humanos e não-humanos. Assim, tal foco se direcionou à circulação da fotografia de  um menino refugiado de 3 anos, A(y)lan Kurdi, que faleceu tentando escapar da guerra em 2015. Essa circulação gerou trajetórias textuais e disputas transmidiáticas responsáveis por sinalizar trabalho semiótico (KRESS, 2015) e (des)estabilizações na comunicação dessa guerra entre domínios de saber-poder (FOUCAULT [1970] 1990) como os espaços midiáticos de jornalismo perito e as redes sociais. Tais trajetórias deram visibilidade transcultural a um evento digital (SOUZA JÚNIOR, 2015a, p.318) disseminado de modo translingual, primeiro em turco, no Twitter.com, como #KiyiyaVuranInsanlik e, depois, foi ‘traduzido’ em sentido mais amplo no resto do globo através do inglês como #HumanityWashedAshore (i.e. “Humanidade despejada na praia”). O software NodeXL foi usado para acessar as trajetórias transmidiáticas e gerar o corpus de textos digitais compreendendo matérias jornalísticas, tweets, além de imagens meméticas do Facebook e do Twitter acoplando-se a expressões iniciadas por hashtag (SOUZA JÚNIOR, 2018). O programa retornou 11.008 postagens relacionadas ao evento digital. Depois disso, baseados em Latour (2012), procedimentos metodológicos oligópticos foram executados para gerar recortes e discuti-los seguindo critérios quali-quantitavos de relevância para entender a circulação do evento. A tese toma o evento digital como um evento social e, considerando a perspectiva ética pós-colonial (VENN, 2000), buscou criar inteligibilidade sobre como (na circulação de textos digitais) repertórios biopolíticos (FOUCAULT, ([1977-1978]2008) e geopolíticos (des)orientam a co-produção relacional e sócio-historicamente situada de sujeitos/alteridades, (re)interpretações e disputas textuais online com efeitos offline que (re)enquadram: 1) o conflito em si; 2) as crises de (i)mobilidade e as operações de fronteira (MEZZADRA e NEILSON, 2013); e 3) os efeitos do conflito (i.e. a morte infantil nesse contexto). Esses (re)enquadramentos apontam, por um lado, as disputas textuais e a maneira ético-normativa como ‘tribunais midiáticos’ operacionalizam performativamente (BUTLER,1997) enquadres de purificação textual ou injúria multimodal derivando modos de hierarquização, dicotomias e deslocamentos ou apagamentos e invisibilização que ‘autorizam’ a desumanização de refugiados. Por outro lado, as reinterpretações desenvolvidas na repetição da circulação expõem e fissuram a normatividade de tais tribunais, expondo sua operacionalização de reconhecimento seletivo e, como efeito da iterabilidade, que repete, mas transforma (DERRIDA, [1971]1991), mostram relações ético-reflexivas de reivindicação do direito ao luto atrelado-o à humanização da criança morta. Aí, as noções de ‘infância’ e ‘anjo’ foram importantes para humanizar A(y)lan. Observando as disputas online, esta pesquisa aponta que as reinterpretações, ressignificações e desestabilizações entre os espaços midiáticos impactam certo monopólio do jornalismo perito em relação a como ele costumava (por exemplo, na Guerra do Vietnã) dominar e liderar o trabalho de reportar ‘realidades’ sobre as situações de conflito. Tais
desestabilizações, envolvendo noções de ‘verdade’, ‘crença’, ‘fake’ e ‘memes’ na circulação, destacam uma configuração transmidiática emergente que aponta para mudanças na ordem social contemporânea, quando tal configuração conecta sociotecnicamente em disputas textuais pessoas, artefatos tecnológicos (i.e. computadores e Smartphones), algoritmos e situações de guerra/ crise ao domínio midiático como dimensão de saber-poder que comunica. Tal domínio, ao comunicar, exerce o poder, à medida que nos faz ver e pode (des)orientar nosso campo visual quando a atenção, como uma ‘commodity produtiva’, intensifica a circulação translocal de um discurso de guerras e crises e as disputas em torno daquilo/de quem surge associado à circulação desse discurso híbrido. A pesquisa reflete sobre o impacto da ação digital e do trabalho semiótico coletivo-colaborativo das redes sociais sobre o jornalismo e reinterpreta domínios de saber-poder midiático. Assim, esta tese propõe atualizar o conceito de ordem do discurso (FOUCAULT,[1970]1990), reconhecendo 8 características da configuração emergente apontada, chamando-a de: ordem do discurso transmidiática.

Palavras-chave: Globalização, soberania e crise dos refugiados. Repertórios de (re)interpretação (bio/geo)política. Fato, fake, memes, tradução e circulação midiática. Teoria ator-rede, dados digitais e algoritmos. Semiótica Social da guerra, morte e infância. Performatividade, humanização e desumanização.

Abstract 

This transdisciplinary research is interested in civil-global wars (HARDT & NEGRI, [2004]2014) and in how experiences which contemporary conflicts generate are constructed through frames that materialise as texts and circulate in a multisemiotic way (i.e. articulating verbal, visual and digital dimensions). Drawing on Butler (2010), this thesis takes as its object and focus the frames of conflict that involve children and the participation of an infantile body in the communication of the War in Syria, here understood through the Actor-network Theory (LATOUR,2012) as a controversial network of hybrid relationships between human and non-human participants. The specific focus is directed towards the photograph of a 3-year-old refugee boy, A(y)lan Kurdi, who passed away whilst trying to escape the war in 2015. This photo (exposing the toddler ́s dead body) has generated textual trajectories and transmedia disputes responsible for making visible semiotic work (KRESS, 2015) and (de)stabilisations in the communication of this war between domains of power-knowledge (FOUCAULT, [1970]1990) such as the media spaces of expert journalism and social media. Transculturally, these trajectories gave rise to a digital event (SOUZA JÚNIOR, 2015a, p.318) which has been translingually disseminated, firstly circulating in Turkish, on Twitter, as #KiyiyaVuranInsanlik, being, later, ‘translated’ into English in a broader sense to the rest of the globe as #HumanityWashedAshore. The software NodeXL has been used to access the transmedia trajectories and generate the corpus of digital texts comprising pieces of news, translingual tweets, memetic images and expressions attached to hashtags from Twitter and Facebook (SOUZA JÚNIOR, 2018). NodeXL has returned 11,008 posts related to the digital event. Guided by Latour (2012), oligoptic methodological procedures generated compilations of hyperlinks and posts which have been explored, selected and discussed following quali-quantitative criteria of relevance to generate intelligibility about the circulation of the event. Taking this digital event as a social event, this thesis has sought to understand through a post-colonial ethical perspective (VENN, 2000) how biopolitical (FOUCAULT ([1977-1978], 2008) and geopolitical repertoires (dis)orient the relational and sociohistorically situated co-production of subjects/alterities, (re)interpretations and on-line textual disputes that (re) framed: 1) the conflict itself; 2) (i)mobility crises and border operations (MEZZADRA & NEILSON, 2013); and 3) war effects (i.e. the death of toddlers). These (re) framings point, on one hand, to the textual disputes and the ethico-normative way through which ‘media courts’ performatively (BUTLER, 1997) produce frames via textual purification or visual injury, deriving modes of hierarchisation, dichotomies and dislocation or omissions and invisibilisation that ‘authorise’ the dehumanisation of refugees. On the other hand, the reinterpretations developed through repetition and circulation denounce and undermine the normativity of such courts, exposing their operationalisation of selective recognition. More egalitarian forms of recognition have emerged as an effect of iterability, which, through circulation, repeats but transforms (DERRIDA, [1971]1991), giving room to ethico-reflexive relationships that demanded the right to mourn linked to the humanisation of the dead child. The notions of ‘childhood’ and ‘angel’ have played an important part in the dynamics that humanised A(y)lan. By observing the on-line disputes, this research points out that reinterpretations, resignifications and destabilisations across media spaces impact a certain monopoly of expert journalism in relation to how it used to dominate or lead the work of reporting ‘realities’ about situations of conflict (for example, in the Vietnam War). Involving notions of ‘truth’, ‘belief’, ‘fake’ and ‘memes’ in on-line
circulation, those communicational (de)stabilisations make visible an emerging transmedia configuration that points to changes in the contemporary social order, when in textual disputes, socio-technically, this configuration connects people, technological devices (e.g. computers or Smartphones), algorithms and war/crisis contexts to the media domain as a dimension of power-knowledge. This dimension communicates and, while communicating, it exerts its power, since it can forge what we see. For this, that domain can (dis)orient our visual field when attention, as a ‘productive commodity’, intensifies the translocal circulation of a discourse of war and crisis and the disputes involving what/who emerges associated with the circulation of that hybrid discourse. The research reflects on the impact of digital action and the collective-collaborative semiotic work of social media over journalism and reinterprets these domains of media power-knowledge. As it stands, this thesis proposes to update the concept of order of discourse (FOUCAULT, [1970]1990) by recognising 8 characteristics of the abovementioned emergent configuration and naming it the transmedia order of discourse.

Keywords: Globalisation, sovereignty and refugee crisis. Repertoires of (bio/geo)political (re)interpretation. Fact, fake, memes, translation and media circulation. Actor-network Theory, digital data and algorithms. The Social Semiotics of war, death and childhood. Performativity, humanisation and dehumanisation. 

 

José Cabral Mendes

Título: Construção da Bolívia no romance Juan de la Rosa, de Nataniel Aguirre: discursos, imagens e identidades

Orientador(a):  Prof. Dr. William Soares dos Santos

Páginas: 176

Resumo

Propomos, nesta investigação, em linhas gerais, a realização de um estudo dos mecanismos que configuram os discursos do eu ficcional e as articulações relacionais entre história, ficção, discurso, ideologia, identidade e cultura, por meio da Literatura, em consonância com a Linguística Aplicada, utilizando como corpus de análise uma obra literária, pertencente à Literatura Boliviana, que trata do período histórico da Guerra de Independência da Bolívia (1809-1825), intitulada JUAN DE LA ROSA: Memorias del último soldado de la Independencia, de Nataniel Aguirre, publicada em 1885. Nosso foco, nesta pesquisa, é a transculturalidade como construtora discursiva da ideia de nação na referida obra. A Linguística Aplicada foi norteadora do nosso trabalho, o qual é metodologicamente analítico, qualitativo e bibliográfico, envolvendo alguns teóricos que se situam nesse campo epistemológico. Em nossas análises atentamos para os seguintes questionamentos: como a identidade boliviana é construída discursivamente na obra? Que ideologias orientam essa construção? Essas e outras perguntas são respondidas ao longo da pesquisa. Fundamentamos este trabalho calcados em teóricos que abordam as seguintes questões: cultura com Bhabha (2005) e Said (1995), identidade com Hall (2006),
historicidade com Guinsburg (2011, 2017) e discurso com Bakhtin (2000, 2002, 2009, 2010).

Palavras-chave: Identidade cultural. Ideologia. Transculturalidade. Discurso. Historicidade.

Abstract 

In this research, we are proposed, in general, conducting a study of the mechanisms which configure the self-fictional discourses as well as the relational articulations between history, fiction, discourse, ideology, identity and culture, through literature, in accordance with Applied Linguistics, using as corpus of analysis one literary production, belonging to the Bolivian Literature, related to the Bolivian Independence War historical period (1809-1825), entitled JUAN DE LA ROSA: Memorias del último soldado de la Independencia, by Nataniel Aguirre, published in 1885. Our focus, in this research, is transculturality as a discursive constructor of the idea of nation in the referred work. Applied Linguistics guided this work, that is a methodologically analytical, qualitative and bibliographical work, involving some theorists who are in the field of Applied Linguistics. In our analysis we focus on the following questions: how is Bolivian identity constructed discursively in the work? What ideologies guide this construction? These and other questions are answered along this investigation. We base this work based on theorists who approach the following questions: culture with Bhabha (2005) and Said (1995), identity with Hall (2006), historicity with Guinsburg (2011, 2017) and speech with Bakhtin (2000, 2002, 2009, 2010).

Keywords: Cultural identity. Ideology. Transculturality. Speech. Historicity.

 

José Sena

Título: Corpos dissidentes e biopolítica na Amazônia atlântica: disputas metapragmáticas no cuidado em saúde

Orientador(a):  Prof. Dr. Luiz Paulo da Moita Lopes

Páginas: 168

Resumo

Esta pesquisa objetiva entender como a biopolítica vigente na Amazônia Atlântica contemporânea tem viabilizado/estruturado a precarização das práticas de cuidado em saúde sexual de sujeitos das dissidências de gênero/sexualidades (BUTLER, 1990; 1993; 1997), legitimando uma conjuntura LGBTfóbica. Ao compreender que em sociedades modernas a biopolítica (FOUCAULT, [1975-76]1999; [1976]1999; [1977-78]2008) é estruturada na articulação de diferentes regimes de força dispersos nas instituições sociais, como o Estado, a família, a escola, a mídia e a religião, a pesquisa busca problematizar e debater a emergência dessa conjuntura atual. Para realizar o estudo, foi desenvolvido um trabalho etnográfico (CLIFFORD, [1994]2002; PEIRANO, 2008, 2014) ao longo dos anos de 2016 a 2019, com jovens LGBTI+, predominantemente gays/HSH e universitários, no contexto de festas, after parties e convivências domésticas em repúblicas estudantis na cidade de Bragança, Amazônia Atlântica. O foco analítico centra-se nas performances narrativas (WORTHAM, 2001) encenadas pelos sujeitos gays/HSH, as quais mobilizam disputas metapragmáticas (SILVA, FERREIRA & ALENCAR, 2014; GONZALEZ & MOITA LOPES, 2018) diante do discurso oficial do Estado e o lugar a que este relega a promoção à saúde sexual da população LGBTI+. Ao examinar processos indexicais (SILVERSTEIN, 1993; 2003) e entextuais (BAUMAN & BRIGGS, 1990) envolvidos na construção das práticas de cuidado em saúde sexual na década atual (2011-2020), argumenta-se que a biopolítica oficial produz um silenciamento e apagamento dos modos de vida e direitos à saúde sexual da população
LGBTI+. Conclui-se, que as práticas de resistências e de sobrevivência no contexto da precarização da saúde sexual LGBTI+, identificadas nas experiências sociais locais, questionam a biopolítica oficial e a manutenção do regime LGBTfóbico vigente. Defende-se que as medidas já previstas legalmente pela Política Nacional de Saúde Integral LGBT (BRASIL, 2013) sejam postas em prática e que outras medidas sejam construídas e efetivadas de acordo com os princípios da Nova Promoção à Saúde (AYRES, PAIVA & FRANÇA JÚNIOR, 2012) e do SUS, garantindo, assim, direitos a populações historicamente marginalizadas, como a LGBTI+.

Palavras-chave: vulnerabilidade em saúde; homossexualidade masculina; performance narrativa; metapragmáticas; biopolítica; Amazônia.

Abstract 

This research aims to understand how the biopolitics in the contemporary Brazilian Amazon has been making the lives of gender/sexuality dissidents precarious as regards their sexual
healthcare (BUTLER, 1990; 1993; 1997), legitimizing an LGBT-phobic conjuncture. Based on the understanding that Biopolitics (FOUCAULT, [1975-76]1999; [1976]1999; [1977-78]2008) in modern societies is structured around various regimes of power dispersed through social institutions such as the State, families, school, the media and religion, this research endeavors to discuss some problems which can be associated with the emergence of this current state of affairs. In order to meet this objective, an ethnographic study was conducted (CLIFFORD, [1994]2002; PEIRANO, 2008, 2014) between 2016 and 2019 with LGBTI+ youth, mostly college student gay men and MSM, in the context of parties, smaller reunions taking place right after a major party (so called ‘after parties’ in Portuguese) and daily interactions in student shared homes in the Brazilian Amazon, in the interior of the country. The analysis focuses on the narrative performances (WORTHAM, 2001) of gay and MSM research participants, who engage in metapragmatic disputes (SILVA, FERREIRA & ALENCAR, 2014; GONZALEZ & MOITA LOPES, 2018) when confronted with the official guidelines issued by the Brazilian health authorities and the place attributed by them to the promotion of the LGBTI+ population sexual healthcare. In examiming the indexicality (SILVERSTEIN, 1993; 2003) and entextualization (BAUMAN & BRIGGS, 1990) processes mobilized in the construction of the sexual healthcare practices in the present decade (2011-2020), this thesis argues that the official Biopolitics silences and erases the lifestyles and the rights to sexual healthcare of the LGBTI+ population. It concludes that the practices of
resistance and survival in the context of precarious sexual health among LGBTI+ individuals who were identified in the situated social experiences analyzed in this thesis question the official Biopolitics and the maintenance of the LGBT-phobic current regime. It is therefore vital that the guidelines already established by the Brazilian National Strategy for LGBT Health (BRASIL, 2013) be implemented immediately and that other measures be devised and made effective in accordance with the principles of the New Health Promotion (AYRES, PAIVA & FRANÇA JÚNIOR, 2012) by the Brazilian National Health Service. These changes will thereby protect the access of historically marginalized groups, such as the LGBTI+ population, to their rights.

Keywords: health vulnerability; male homosexuality; narrative performances; metapragmatics; biopolitics; Brazilian Amazon.

 

Lêda Maria Vieira Boaventura

Título: Branquitude à brasileira: a fragilidade branca e o discurso da democracia racial em conversas sobre racismo na escola

Orientador(a):  Prof(a). Dr(a). Tatiana Oliveira Ribeiro

Coorientador(a):  Prof(a). Dr(a). Branca Falabella Fabrício

Páginas: 168

Resumo

Partindo do pressuposto de que os processos de aprendizagem da branquitude são performativos, se reiteram desde a nossa infância e perpassam as nossas interações familiares, de amizade, de trabalho e acadêmicas, investigo como as ideologias de raça comparecem em conversas sobre racismo entre professoras em uma escola pública do Rio de Janeiro. Essas conversas se desenvolveram como parte de um projeto intitulado DIGA NÃO AO RACISMO na ESCOLA PÚBLICA DIÁLOGOS. Reflito sobre como, nessas interações, os discursos da branquitude comparecem, agem e são recontextualizados. A metodologia utilizada é a pesquisa qualitativa de cunho etnográfico. Na interpretação dos dados, focalizo as pistas indexicais e os posicionamentos interacionais (WORTHAM, 2001), observando os processos de (re) entextualização (BAUMAN; BRIGGS, 2006) de discursos da branquitude que entremeiam as conversas sobre racismo. Adotando uma visão de linguagem como performance, tomo a indexicalidade (BLOMMAERT; MALY, 2014; SILVERSTEIN, 2003) como construto central para o estudo aqui desenvolvido. Analiso a repetição de signos que apontam para textos e tempos-espaços específicos, atentando para como textos e cronotopos (BLOOMMAERT; DE FINA, 2017) são evocados nessas interações. Observo como, nas conversas sobre racismo, estão em curso performances de identificação e desidentificação (MUÑOZ, 1999) com a branquitude. Ao me debruçar sobre os dados, a análise das pistas mobilizadas nas interações e dos cronotopos evocados aponta como o sistema da branquitude cria estabilidade dentro de certo script de performances da identidade racial branca brasileira, com algumas nuances de ressignificação identitária, que podem apontar para performances de branquitudes mais reflexivas. Nas interações focalizadas, crenças na democracia racial entram em conflito com compreensões de que brancas/os fazem parte de um processo de socialização no qual todas/os aprendem a ser racistas, podem passar a interrogar o discurso da democracia racial e trabalhar para desaprender o racismo. O estudo indica que performances mais reflexivas da branquitude podem interferir na
engrenagem que faz o racismo funcionar. Entretanto, tal reflexão envolve um processo de racialização da branquitude (BENTO, 2002). No meu caso, como professora-pesquisadora branca, esse processo crítico-reflexivo tornou-se central para os contornos da interpretação dos dados de pesquisa e da escrita desta tese. A aprendizagem sobre autoescuta e lugar de escuta
parece ser a primeira etapa do processo de desaprendizagem de crenças racistas arraigadas e estruturantes da sociedade brasileira.

Palavras-chave: Branquitude, fragilidade branca, democracia racial, racismo, lugar de escuta, (des) aprendizagem.

Abstract 

Based on the assumption that the learning processes of whiteness are performative, get repeated since our childhood and permeate our family, friendship, work and academic interactions, I
investigate how ideologies of race appear in conversations about racism in a public school in Rio de Janeiro. These conversations were developed by teachers as part of a project entitled SAY NO TO RACISM at the PUBLIC SCHOOL DIÁLOGOS. Following a qualitative methodology combined with ethnographic procedures, I reflect on how, in these interactions, discourses of
whiteness appear, act and are recontextualized. In the interpretation of the data, I focus on indexical cues and interactional positionings (WORTHAM, 2001), observing the processes of
(re) entextualization (BAUMAN; BRIGGS, 2006) of whiteness discourses that underlie the conversations about racism. Adopting a performative view of language, I take indexicality
(BLOMMAERT; MALY, 2014; SILVERSTEIN, 2003) as the central construct for the study developed here. I analyze the repetition of signs that point to specific texts and time-spaces, paying attention to how texts and chronotopes (BLOOMMAERT; DE FINA, 2017) are evoked in these interactions. I observe how, in conversations about racism, identification and disidentification (MUÑOZ, 1999) with performances of whiteness are at play. In the analysis of the cues mobilized and of the chronotopes evoked in the interactions, I observe how whiteness operates as a system, creating stability according to a certain script of performances of the Brazilian white racial identity. Amidst repetition, however, some nuances of identity resignification indicate more reflexive performances. In the interactions focused here, beliefs in racial democracy conflict with understandings that whites are part of a socialization process in which everyone learns to be racist. Such coexistence may question the discourse of racial democracy and contribute to the unlearning of racism. The study shows that more reflective performances of whiteness can interfere with the mechanisms that make racism work. However, such reflection involves a process of racialization of whiteness (BENTO, 2002). In my case, as a white teacher and researcher, this critical-reflexive process became central to the contours of the interpretation of the research data and the writing of this thesis. Learning about self-listening and place of listening seems to be the first step in the process of unlearning ingrained and structuring racist beliefs in Brazilian society.

Keywords: Whiteness, white fragility, racial democracy, racism, place of listening, (un) learning.

 

Elisabete Pessoa L. da Silva

Título: Discursos em cena no Cancioneiro da Cidade Nova, de Mello Moraes Filho: um olhar sobre as identidades ciganas

Orientador(a):  Prof(a). Dr(a). Luciana Nascimento

Coorientador(a):  Prof(a). Dr(a). Branca Falabella Fabrício

Páginas: 170

Resumo

Partindo da noção de discurso, nossa proposta é estudar o Cancioneiro dos Ciganos, de Mello Moraes Filho, conjugando contribuições teóricas de algumas áreas de conhecimento, como Linguística Aplicada, Literatura, História e Etnografia, para indagar sobre a identidade do povo cigano com foco na cidade do Rio de Janeiro no século XIX. A imagem dos ciganos foi  construída a partir de um olhar preconceituoso e eurocêntrico, associando-os ao que há de pior na sociedade: ladrões, embusteiros, falsos e incultos. Esse estereótipo foi reforçado pelo discurso do autor que compilou o cancioneiro, com a pretensão de mostrar, por meio dos versos, a identidade cigana, contudo, o que se constata é apenas a ratificação desse discurso, que não dá voz ao povo cigano, ainda que tenha sido essa a proposta. Percorremos, então, outros discursos e teorias a fim de delinear o ethos do discurso do povo cigano no Brasil, que se mistura ao ethos propriamente dito, visto que são os locais menos prestigiados da cidade que abrigam essas pessoas.

Palavras-chave: Linguística Aplicada. Mello Moraes Filho. Ciganos. Identidade. Cancioneiro.

Abstract 

Starting from the notion of discourse, our proposal is to study the Cancioneiro dos Ciganos, by Mello Moraes Filho, combining theoretical contributions from some areas of knowledge such as Applied Linguistics, Literature, History and Ethnography to inquire about the identity of the gypsy people with focus on the city of Rio de Janeiro in the nineteenth century. The image of the gypsies was built from a prejudiced and Eurocentric point of view, associating them with the worst in society: thieves, deceivers, false and uneducated. This stereotype is reinforced by the discourse of the author who compiled the cancioneiro, with the pretension of showing, through the verses, the gypsy identity, however, what we verified is only the ratification of this discourse, which does not give voice to the gypsy people, even if that has been the proposal. We then turn to other discourses and theories in order to delineate the ethos of the discourse of the gypsy people in Brazil, which mixes with the ethos itself, since it is the less prestigious places of the city that shelter these people.

Keywords: Applied Linguistics. Mello Moraes Filho. Gypsies. Identity. Cancioneiro.

 

Patrícia Helena da Silva Costa

Título: Uma proposta de material didático para o ensino de inglês no fundamental i em uma escola pública municipal do rio de janeiro: promovendo práticas significativas

Orientador:  Prof. Dr. Rogério Casanovas Tilio

Páginas: 273

Resumo

Este estudo doutoral propõe uma unidade didática para o ensino de inglês e a observação deste material sendo utilizado em uma turma do 5o ano do ensino fundamental em uma
escola da rede pública municipal do Rio de Janeiro. Pretendo analisar dois aspectos: o material didático elaborado, para entender em que medida o tema e as atividades desenvolvidos propiciam o ensino de inglês por meio de práticas significativas para os(as) alunos(as), e as interações construídas entre professor e alunos(as) e entre os(as) próprios(as) alunos(as) durante a utilização da unidade didática, a fim de compreender de que forma estas interações contribuem para o engajamento dos(as) alunos(as) em práticas de letramento crítico. Para tanto, este estudo de base etnográfica (WATSON-GEGEO, 1988; FLICK, 2009; MELLO; REES, 2010; LÜDKE; ANDRÉ, 2013) e natureza dialógica (BAKHTIN, 1979 [1997]; 2002a; 2002b; VOLÓCHINOV, 1929 [2017]; BRAIT, 2015; 2018) é orientado pela concepção bakhtiniana de linguagem (BAKHTIN, 1979 [1997]; 2002a; 2002b; VOLÓCHINOV, 1929 [2017]), pela perspectiva sociocultural (VYGOTSKY, 1978 [1991]; 2010a; 2010b) e crítica (PENNYCOOK, 2004; TILIO; 2017b) de ensino-aprendizagem e pelos componentes da Pedagogia de Multiletramentos (COPE; KALANTZIS, 2000; 2015; KALANTZIS; COPE, 2012). A análise da unidade didática mostra que o tema que discute o papel do uniforme escolar, sua estética, razões para o uso, vantagens e desvantagens, e as atividades propostas são familiares aos(às) alunos(as) e, por isso, o material didático se torna um conjunto de práticas significativas que promovem um ensino de inglês que faz sentido para as crianças. No que diz respeito à análise das interações, os dados gerados durante a observação das 7 aulas nas quais acompanhei a utilização da unidade didática em uma turma de 5o ano mostram que o engajamento crítico dos(as) alunos(as) é constituído por discursos de outros sujeitos e que essas vozes, apropriadas pelas crianças, emanam dos enunciados construídos não somente nas interações em sala de aula, mas também ao longo das práticas sociais vividas pelos(as) estudantes. Portanto, a unidade didática elaborada tem potencial para promover um ensino situado da língua, que respeita a criança enquanto criança e que, portanto, possibilita a diminuição das desigualdades sociais existentes na formação escolar, especialmente no que diz respeito ao ensino de inglês nos anos iniciais da Educação Básica. Além disso, o estudo aqui proposto oportuniza a criação de inteligibilidades sobre como o professor participante entende linguagem e o ensino-aprendizagem de inglês e provoca reflexões, por parte da professora-pesquisadora, acerca de suas próprias práticas como docente, pesquisadora e autora de material didático. Neste sentido, o estudo desenvolvido configura-se como uma relevante contribuição para o ensino de inglês e para a formação docente no contexto do Fundamental I da Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro.

Palavras-chave: material didático, ensino-aprendizagem de inglês, Fundamental I, práticas significativas, multiletramentos.

Abstract 

This PhD study aims at developing and applying a teaching English material for fifth graders at a public municipal school in Rio de Janeiro. The purpose of this research is to investigate two aspects: the teaching material, in order to understand to what extent the theme and the activities developed promote the learning of English through meaningful practices, and how the interactions constructed between the teacher and students during the use of the teaching material contribute to children engagement in critical literacy practices. To accomplish these objectives, this research, by means of an ethnographic approach (WATSON-GEGEO, 1988; FLICK, 2009; MELLO; REES, 2010; LÜDKE; ANDRÉ, 2013) and a dialogic perspective (BAKHTIN, 1979 [1997]; 2002a; 2002b; VOLÓCHINOV, 1929 [2017]; BRAIT, 2015; 2018), is oriented by a Bakhtinian concept of language (BAKHTIN, 1979 [1997]; 2002a; 2002b; VOLÓCHINOV, 1929 [2017]), a
sociocultural (VYGOTSKY, 1978 [1991]; 2010a; 2010b) and critical (PENNYCOOK, 2004; TILIO; 2017b) understanding of teaching and learning, and by the components of the Multiliteracies Pedagogy (COPE; KALANTZIS, 2000; 2015; KALANTZIS; COPE, 2012). The analysis of the English teaching material shows that the thematic discussion about the role of the school uniform, its aesthetics, reasons for using, advantages and disadvantages, and the proposed activities that develop this theme are familiar to students. The teaching material is therefore characterized as a group of meaningful practices that promote the learning of English in a way that makes sense to children. As for the interactions, the data generated point out that children critical engagement is constituted by means of other people’s discourses, and that these voices, which children make their own, come from students’ utterances when they engage in the interactions constructed not only in the classroom, but also during the social practices they experience. Thus, the English teaching material developed for this context has the potential to promote a situated teaching that considers the child as a child and makes it possible to reduce social inequalities in school education, especially in respect to English teaching in elementary
levels. Further contributions of this research are twofold: a) it fosters intelligibilities about the way the participant teacher understands language and the teaching and learning of English; and b) it creates reflections about the practices of the teacher-researcher as teacher, researcher and materials developer. In this regard, this study can be seen as a relevant contribution to English language teaching and teacher education in the context of the Municipal Education Office in Rio de Janeiro.

Keywords: teaching material, English teaching and learning, elementary school, meaningful practices, multiliteracies.

 

Victor Brandão Schultz

Título: “Aqui o menino usa saia mesmo?”: fricções escalares em trajetórias textuais de um documento escolar

Orientador:  Prof. Dr. Luiz Paulo da Moita Lopes

Páginas: 193

Resumo

Esta pesquisa objetiva analisar a circulação discursiva da portaria que instituiu o fim do binarismo de gênero nos uniformes do Colégio Pedro II, no Rio de Janeiro. Ela se baseia em uma visão queer do gênero e da sexualidade (SEDGWICK, 1990; BUTLER, 1988, [1990] 2016; SULLIVAN, 2003; RUTI, 2017), que compreende as identidades sociais não como atributos psíquicos ou biológicos pré-existentes, mas como efeitos discursivos de performances que ocorrem no interior de matrizes de inteligibilidade e de estruturas de regulação. Entende-se também que a circulação é uma característica intrínseca aos textos (SILVERSTEIN; URBAN, 1996; FABRÍCIO, 2015), acentuada na contemporaneidade (KELL, 2013), que envolve processos contínuos de entextualização e ressignificação (BAUMAN; BRIGGS, 1990; SILVERSTEIN; URBAN, 1996; BLOMMAERT, 2005, 2010). O estudo se insere em uma concepção indisciplinar de linguística aplicada (MOITA LOPES, [2006] 2016) e faz uso dos construtos teórico-analíticos de escala (CARR; LEMPERT, 2016) e indexicalidade (SILVERSTEIN, 2003, 2006; HIGGINS, 2007; BLOMMAERT, 2005, 2010). Utilizando uma abordagem qualitativa, investiga-se a circulação discursiva da referida portaria dentro e fora do Colégio, respectivamente, a partir de (1) entrevistas com servidores e estudantes do Colégio e (2) materiais jornalísticos e publicações em redes sociais. A análise chama atenção para como ao longo de suas trajetórias textuais, a Portaria é inserida em lógicas escalares institucionais, pessoais e legais. Algumas valoram positivamente o documento, que é visto como símbolo dos avanços históricos, culturais e sociais da vida moderna, bem como resultado de práticas democráticas de um colégio que percebe a educação como inserida em questões sociais mais amplas. Outras, por sua vez, entextualizam discursos conservadores sobre gênero e sexualidade e desarticulam a educação de seu contexto social.

Palavras-chave: gênero; uniforme; trajetórias textuais; escala; indexicalidade.

Abstract 

This study aims to analyze the discursive circulation of the document that put an end to the gendered uniform division at Colégio Pedro II, a traditional school in Rio de Janeiro, Brazil.
It is based on a queer approach to gender and sexuality (SEDGWICK, 1990; BUTLER, 1988, [1990] 2016; SULLIVAN, 2003; RUTI, 2017), which sees social identities not as preexisting
psychological or biological attributes but as discursive effects of performances that take place within intelligibility matrices and regulatory structures. It is also believed that circulation is inherent in texts (SILVERSTEIN; URBAN, 1996; FABRÍCIO, 2015) and  intensified in present times (KELL, 2013); it involves continuous processes of entextualization and resignification (BAUMAN; BRIGGS, 1990; SILVERSTEIN; URBAN, 1996. This research is underpinned by an indisciplinary approach to applied linguistics (MOITA LOPES, [2006] 2016) and makes use of the theoretical-analytical constructs of scale (CARR; LEMPERT, 2016) and indexicality (SILVERSTEIN, 2003, 2006; HIGGINS, 2007; BLOMMAERT, 2005, 2010). Adopting a qualitative approach, it investigates the
internal and external circulation of the school document, respectively analyzing (1) interviews with staff and students, and (2) news articles and posts on social media. The analysis highlights how, along its text trajectories, the school document is embedded within institutional, personal, and legal scales. Some actors value it positively, regarding it as a symbol of the historical, cultural and social advances in contemporary life, as well as a result of democratic practices on the part of a school that understands education within the context of broader social issues. Others, however, entextualize conservative discourses about gender and sexuality, and extricate education from its social context.

Keywords: gender; uniform; text trajectories; scale; indexicality

 

Viviane Ignacio Rosa Cortez

Título: Leitura no caderno de atividades pedagógicas de aprendizagem autorregulada

Orientadora: Profa. Dra. Ana Flávia Lopes Magela Gerhardt

Coorientador: Prof. Dr. Marcel Alvaro de Amorim

Páginas: 199

Resumo

Esta tese, como um trabalho em Linguística Aplicada, verifica que concepções de leitura e leitor são trazidas pelo Caderno de Atividades Pedagógicas de Aprendizagem Autorregulada
seu objeto central e, ao mesmo tempo, procura evidências sobre a leitura nos documentos orientadores. Para isso, foram selecionados como objetos de análise documentos oficiais e
materiais que estão sendo denominados de objetos reguladores do ensino, uma vez que demonstram “o que se pensa oficialmente sobre o ensino” (GERHARDT, 2013). São eles:
PCNEM (2000), PCN+ (2002), OCEM (2004), DCNEM (2012a) e BNCC (2018) em nível nacional. E em nível estadual, o Currículo Básico/Mínimo (2017). Para fundamentar essa análise, parto dos princípios tomados como teórico da Linguística Aplicada e de estudos voltados para a compreensão da escola brasileira, das práticas escolares de letramento e da política linguística (AMORIM, 2014; FULGÊNCIO e LIBERATO, 1992, 2001, 2007; GERHARDT, 2006b, 2016; GERHARDT, ALBUQUERQUE e SILVA, 2009; GERHARDT e VARGAS, 2010; KATO, 1990; KLEIMAN, 2001, 2008, 2010; MARCUSCHI, 1996; RAJAGOPALAN, 2003; ROJO E BATISTA, 2003,2008; entre outros). Além disso, a tese expõe algumas visões de linguagem e texto e pretende compreender se há nos documentos oficiais e no currículo uma abordagem sobre leitura. Com base nisso, o estudo da leitura pelos documentos reguladores em atividades escolares traz reflexão a essa discussão mais ampla sobre os documentos oficiais, considerando-se que se trata de um construto cognitivo já assumido por muitos pesquisadores como definidor de um processo de leitura maduro (BOTELHO, 2017; GERHARDT, 2017; VARGAS, 2017), no qual o leitor interage com o texto lido e que, portanto, deve ser bem conhecido e bem trabalhado na escola. É utilizada
uma abordagem que reconhece o processo de construção de conhecimento como sendo, necessariamente, vinculado ao compromisso com a vida social e, em especial, com a melhora da educação pública de nosso país. Se, por um lado, há necessidade de um compromisso do pesquisador com a vida social, por outro, e como consequência, há também a necessidade de
que as pesquisas reflitam “os anseios do momento histórico em que propomos e defendemos nossas ideias” (RAJAGOPALAN, 2003). Nesse sentido, a tese levanta a necessidade de
pensar novos percursos que interroguem a modernidade, “acarretando profundos questionamentos sobre os tipos de conhecimentos produzidos e tentando explicar as mudanças contemporâneas que vivemos” (MOITA LOPES, 2006). Por isso, esta pesquisa se insere nesta perspectiva de contribuição e procura também elaborar um pensar sobre o ensino-aprendizado, principalmente pelo interesse em entender como os documentos oficiais e as atividades elaboradas para a população da escola pública brasileira no estado do Rio de Janeiro podem contribuir ou não para a educação linguística, apresentando alternativas para o mundo em que vivemos. É crucial pensar formas de fazer pesquisa que sejam também modos de fazer política ao tematizar o que não é tematizado e ouvir a voz de quem não é ouvido.

Palavras-chave: Caderno de atividades, documentos oficiais, ensino-aprendizado, leitura, linguagem, políticas linguísticas.

Abstract 

This thesis, as a work in Applied Linguistics, verifies that conceptions of reading and reader are brought by the Self-Regulated Learning Pedagogical Activities Notebook as its central object and, at the same time, look for evidence about reading in the guiding documents. For this purpose, official documents and materials that are being called teaching regulatory objects were selected as objects of analysis, since they demonstrate “what is officially thought about teaching” (GERHARDT, 2013). They are: PCNEM (2000), PCN+ (2002), OCEM (2004), DCNEM (2012a) and BNCC (2018) at the national level. And at the state level, Curriculum Minimum/Basic (2017). To support this analysis, I start from the principles taken as a theoretician of Applied Linguistics and studies aimed at understanding the Brazilian school, school literacy practices and linguistic policy (AMORIM, 2014; FULGÊNCIO e LIBERATO, 1992, 2001, 2007; GERHARDT, 2006b, 2016; GERHARDT, ALBUQUERQUE and SILVA, 2009; GERHARDT and VARGAS, 2010; KATO, 1990; KLEIMAN, 2001, 2008, 2010; MARCUSCHI, 1996; RAJAGOPALAN, 2003; ROJO E BATISTA, 2003,2008; among others). In addition, the thesis exposes some views of language and text and aims to understand whether there is an approach to reading in official documents and in the curriculum. Based on this, the study of reading by regulatory documents in school activities brings reflection to this broader discussion about official documents, considering that it is a cognitive construct already assumed by many researchers as defining a mature reading process (BOTELHO, 2017; GERHARDT, 2017; VARGAS, 2017), in which the reader interacts with the text
read and, therefore, must be well known and well worked at school. An approach is used that recognizes the process of building knowledge as being necessarily linked to the commitment to social life and, in particular, to the improvement of public education in our country. If, on the one hand, there is a need for a researcher’s commitment to social life, on the other, and as a consequence, there is also a need for research to reflect “the yearning for the historical moment in which we propose and defend our ideas” (RAJAGOPALAN , 2003). In this sense, the thesis raises the need to think about new paths that question modernity, “causing deep questions about the types of knowledge produced and trying to explain the contemporary changes we are experiencing” (MOITA LOPES, 2006). For this reason, this research is part of this contribution perspective and also seeks to elaborate a thinking about teaching-learning, mainly due to the interest in understanding how official documents and activities developed for the population of Brazilian public schools in the state of Rio de Janeiro can contribute or not to language
education, presenting alternatives for the world in which we live. It is crucial to think about ways of doing research that are also ways of doing politics when thematicizing what is not thematic and listening to the voice of those who are not heard.

Keywords: activity book, official documents, teaching-learning, reading, language, language policies.

 

COORDENAÇÃO

Coordenador:
Prof. Dr. Rodrigo Borba
Vice-Coordenadora:
Prof(a).  Dr(a). Branca Falabella Fabrício
Secretária:
Solange Tristão

ATENDIMENTO

segunda à sexta:
09h às 17h

Telefone:
21 3938-9701

E-mail:
laplicada.interdisciplinar@letras.ufrj.br

ENDEREÇO

Programa de Interdisciplinar de Linguística Aplicada  (PIPGLA)
Av. Horácio de Macedo, 2151. Sala F-317
Cidade Universitária — Faculdade de Letras da UFRJ.
CEP 21941-917.
Rio de Janeiro — RJ
LogoOuvidoria2 3 - Teses 2020
UFRJmarca 100 portal V3 - Teses 2020
logo letras horizontal 50 anos v3 - Teses 2020