teses

Quadriênio 2016 - 2013

Total de teses defendidas: 30

TESES DEFENDIDAS EM 2016

Total de teses defendidas: 10

Evaldo Carneiro de Melo Sobrinho

Título: Análise semiótico-discursiva de Games Ambientais: ideologias, consumo e despolitização em questão.

Orientador(a):  Profa. Dra. Branca Falabella Fabrício

Páginas: 216

Resumo

Esta pesquisa procura compreender as ideologias orientadoras de games ambientais (games com conteúdo de proteção ambiental) e de seu processo de construção semiótica (envolvendo a articulação de signos linguísticos e outros recursos semióticos), na perspectiva da defesa do meio ambiente e na perspectiva de mercado. Com foco voltado para questões contemporâneas relativas à produção, circulação e consumo acelerado de discursos, procura compreender também os efeitos de sentido detectáveis em games específicos, na minha
perspectiva pessoal de analista e na de alguns jogadores e produtores. O corpus de games ambientais considerado é composto pelos seguintes games: Guardiões da Floresta (Comunidades Virtuais), Renewable Energy Drama (Fraunhofer IDMT) e A New Beginning (Daedalic Entertainment). Em uma abordagem interdisciplinar, utilizei o modelo tridimensional da Análise do Discurso Crítica (FAIRCLOUGH, 2001), recorrendo também a autores da Sociolinguística Crítica contemporânea (BLOMMAERT, 2015; 2006; 2005) e Antropologia Linguística (BRIGGS, 2007a; 2007b; 2005) para dinamizar o modelo. Apoiado em Aarseth (2003), utilizei como instrumentos de pesquisa minha própria performance como pesquisador-jogador e a performance de outros jogadores, entrevistas presencial e por telefone com desenvolvedores de games, além de entrevistas presenciais com gamers. Estabeleci parâmetros para a definição de texto no contexto de estudos discursivos de games, adaptando em seguida a proposta para a transcrição multidimensional de textos de Rose (2002) e aplicando o ferramental de Kress & van Leeuwen (1996) e Godeo (2005) na análise de um conjunto de cenas narrativas dos games focalizados. 

O movimento analítico apontou para diferentes possibilidades de entextualização de diferentes ideologias nos games. No caso de ideologias de defesa do meio ambiente, a investigação detectou a ausência de complexificação das relações societárias de apropriação da natureza, conformando uma visão essencialmente neoliberal de tratamento da questão ambiental – o que chama a atenção pelo fato de alguns desses jogos se afirmarem como educacionais e críticos. Ademais, o estudo mostrou como ideologias conservadoras de linguagem e comunicação são projetadas, tratando a linguagem como fenômeno linear, transparente e artefactual, seja através do apartamento entre discurso e política (daí a idéia de “despolitização”), seja através das estruturas interacionais de causa e efeito e da ênfase em um design realista. A pesquisa ressalta, portanto, toda uma rede de interseccionalidades entre ideologias de meio ambiente, ideologias de linguagem, ideologias identitárias de raça, classe social, gênero, sexualidade e noções de infância. Aponta, assim, para a pertinência da politização da produção dos games, isto é, da reflexão sobre suas ideologias orientadoras, em especial as linguísticas.

Palavras-chave: games ambientais; ideologia linguística; identidades; interseccionalidade

Abstract 

This study seeks to understand the driving ideologies of environmental games (games with environmental protection content) and its semiotic construction process (involving the
articulation of linguistic signs and other semiotic resources) from the environmental protection point of view and from the market outlook. By focusing on contemporary issues regarding the production, dissemination and accelerated consumption of speech, the study also seeks to understand the effects of meaning detectable in specific games, under my personal perspective as an analyst and that of some players and producers. The corpus of environmental games regarded consists of the following: Guardiões da Floresta (Comunidades Virtuais), Renewable Energy Drama (Fraunhofer IDMT) and A New Beginning (Daedalic Entertainment). 

Under an interdisciplinary approach, I used the three-dimensional model of the Critical Discourse Analysis (FAIRCLOUGH, 2001), in addition to contemporary Critical Sociolinguistics (BLOMMAERT, 2015; 2006; 2005) and Linguistic Anthropology (BRIGGS, 2007a; 2007b; 2005) authors to streamline the model. Supported by Aarseth (2003), my research tools include my own performance as a researcher player and the performance of other players, face-to-face and telephone interviews with game developers, in addition to in-person interviews with gamers. I have set text definition parameters under the games’ discourse studies context, then adapting the proposal for the multidimensional text transcription by Rose (2002) and applying the Kress & van Leeuwen (1996) and Godeo (2005) tooling to analyze a set of narrative scenes of focused games.
The analytic dynamics indicated different possibilities of reentextualization of different ideologies in the games. In the case of ideologies towards environmental protection, the study detected a lack of complexification of corporate relations of appropriation of nature, thus establishing an essentially neoliberal vision to address the environmental issues – which draws the attention due to the fact that some of these games claim themselves to be educational and critical. Furthermore, the study showed how conservative ideologies of language and communication are designed, addressing language as a linear, transparent and artifactual phenomenon, either through the distinction between discourse and politics (hence the concept of “depoliticization”) or through the interactional structures of cause and effect and the focus on a realistic design. Therefore, the study highlight an entire network of intersectionalities between environmental ideologies, language ideologies, identity ideologies of race, social class, gender, sexuality and elements of childhood. Thus, it suggests the relevance of the politicization of games production, that is, the reflection on the driving ideologies, particularly the language.

Keywords: Environmental games; linguistic ideology; identities; intersectionality

 

Flavia Moreno de Marco

Título: Construções discursivas de virgindade como dispositivo de controle de corpos e desejos femininos

Orientador(a):  Profa. Dra. Luiz Paulo da Moita Lopes

Páginas: 203

Resumo

Entendendo a globalização (Bauman, 1998; Giddens, 1999) como característica da contemporaneidade, que, por conta de avanços tecnológicos, torna o mundo mais rápido e instável, este trabalho tem como objetivo analisar diferentes construções discursivas de significados conflitantes de virgindade em um espaço online e como tais construções atuam como dispositivos de controle dos corpos e desejos femininos. Discuto como movimentos religiosos, em tempos de regimes de biopoder (Foucault, 2010; 2011) contribuem para pôr em circulação Discursos (Gee, 2013; 2015) sobre virgindade que funcionam como dispositivos de constituição do caráter das mulheres (Valenti, 2009). Visando a problematizar noções tradicionais de virgindade, sob uma perspectiva queer, proponho uma avaliação de seus significados buscando evidenciar bases sexistas, heteronormativas e brancas que contribuem para a disseminação de Discursos que produzem o construto. Apresento, ainda, uma exposição de compreensões acerca do mundo digital, posto que meu ambiente de pesquisa é um site hospedado na internet que conta com relações sociais peculiares a tal espaço. Os dados foram gerados no site Pragmatismo Político, por meio de uma Análise de Redes Sociais (Marin e Wellman, 2011), e consistem em comentários em cadeia publicados na página da notícia “Concurso público pede comprovante de virgindade em São Paulo”. Para conduzir a análise, lanço mão dos seguintes construtos teórico-analíticos: entextualização (Giaxoglou, 2009; Leppänen et al., 2013; Androutsopoulos, 2014), pistas linguísticas (Wortham, 2001a) e posicionamentos interacionais (Davies e Harré, 1990). Constato que a virgindade pode atuar como componente do dispositivo de sexualidade (Foucault, 2010) ao ser construída com base em Discursos de instituições médicas e religiosas, respondendo a diferentes regimes de verdade. Todavia, é também possível notar movimentos de microrresistências que negam significados tradicionais e geram conflitos.

Palavras-chave: Linguística Aplicada; virgindade; Discurso; globalização

Abstract 

Understanding the phenomenon of globalization (Bauman, 1998; Giddens, 1999) as a trademark of contemporary times, which due to technological advances makes the world faster and more unstable, this work aims at analyzing different discursive constructions of conflicting virginity meanings in an online environment, as well as how those constructions act as controlling devices for female bodies and desires. I discuss how religious movements, in times of biopower regimes (Foucault, 1976; 2011) contribute to the circulation of Discourses (Gee, 2013; 2015) about virginity that function as devices for the constitution of women’s characters (Valenti, 2009). In trying to problematize traditional notions of virginity following a queer perspective, I propose an evaluation of its meanings trying to dismantle the sexist, heteronormative and white bases that contribute to the dissemination of Discourses that produce the construct. I also present an exposition of understandings of the digital world, since my research environment is a website that deals with social relations peculiar to such digital space. Data were generated on the website Pragmatismo Político following a Social Network Analysis (Marin and Wellman, 2011) and consist of chained comments published on the news page “Concurso público pede comprovante de virgindade em São Paulo”. In order to carry out my analysis, I apply the following theoretical-analytical constructs: entextualization (Giaxoglou, 2009; Leppänen et al., 2013; Androutsopoulos, 2014), linguistic cues (Wortham, 2001a) and interactional positioning (Davies e Harré, 1990). I argue that virginity may be component of the sexuality device (Foucault, 2010) as it is built on Discourses based on medical and religious institutions answering to different truth regimes. However, it is also possible to note microresistance movements that deny traditional notions and generate conflict.

Keywords: Applied Linguistics; virginity; Discourse; globalization

 

Maria Aparecida Gomes Ferreira

Título: Entre redes de discursos e de pesca: performances narrativas de mulheres pescadoras em Arraial do Cabo

Orientador(a):  Profa. Dra. Luiz Paulo da Moita Lopes

Páginas: 199

Resumo

A presente tese tem por objetivo analisar diferentes modos de encenação e legitimação de performances narrativas de mulheres pescadoras em Arraial do Cabo, considerando os
performativos de gênero existentes no município e na literatura sobre as atividades de pesca profissional (FONTENELLE, 1960; MARENDINO; CARVALHO, 2013). Esse objetivo é
desdobrado na seguinte pergunta de pesquisa: como diferentes mulheres negociam relações de gênero, encenando e legitimando performances narrativas de pescadoras profissionais em
Arraial do Cabo? Para desenvolver estas reflexões, destaco a perspectiva indexical de linguagem e discuto as sociabilidades de percadorxs como performances narrativas (MISHLER, 1999). Na análise, meu olhar se volta para as micronarrativas (GEORGAKOPOULOU, 2007b) de pescadoras que costuram performances de gênero (BUTLER, 1990) com performances culturais (BAUMAN, 1986) do ethos da pesca. Desse modo, esta tese é um estudo de narrativas, geradas a partir de entrevistas (MISHLER, 1986; GUBRIUM; HOLSTEIN, 2003) realizadas com quatro pescadoras, das quais três ganham destaque. O instrumental teórico-analítico adotado abarca o registro da pesca e pistas de contextualização (GUMPERZ, 1972/2002; AGHA, 2005), footing (GOFFMAN, 1979/2002), assim como escalas Tempo-Espaço e ordens de indexicalidade (BLOMMAERT, 2010; no prelo). A análise ilustra como as pescadoras se localizam em ordens de indexicalidade e escalas Tempo-Espaço muitas vezes paradoxais e outras vezes liminares e subversivas (MINH-HÁ, 1992; SCOTT, 2000). Essa reflexão é discutida e compreendida à luz da teoria da performatividade (BUTLER, 1993), que explica a convivência de indexicalidades pressupostas e emergentes (SILVERSTEIN, 1998) nas performances analisadas, mas igualmente aponta para desestabilizações de performances de gênero/pescadxr e para transformações sociais em andamento nas culturas de pesca cabista. 

Palavras-chave: pescadoras; micronarrativas; performance de gênero; ordens de indexicalidade ; escalas Tempo-Espaço.

Abstract 

This dissertation aims to analyze different ways of performing and legitimating fisherwomen ́s narrative performances in Arraial do Cabo, having in mind existing gender performatives in the city and in the literature in what concerns professional fishing activities (FONTENELLE, 1960; MARENDINO; CARVALHO, 2013). This objective unfolds into the following research question: how different women negotiate gender relations, when performing and legitimating narrative performances of professional fisherwomen in Arraial do Cabo? With this aim in mind, I rely on the indexical perspective of language and discuss fisherpeople ́s sociabilities as narrative performances (MISHLER, 1999). In the analysis, I focus on the fisherwomen ́s small narratives (GEORGAKOPOULOU, 2007b) that sew gender performances (BUTLER, 1990) and cultural performances (BAUMAN, 1986) of a fishing ethos. Thus, this dissertation is a study of narratives generated from interviews (MISHLER, 1986; GUBRIUM; HOLSTEIN, 2003) conducted with four fisherwomen, three of which are highlighted. The theoretical and analytical tools adopted include the fishing register and contextualization cues (GUMPERZ, 1972/2002; AGHA, 2005), footing (GOFFMAN, 1979/2002), as well as time-space scales and orders of indexicality
(BLOMMAERT, 2010; in press). The analysis illustrates how fisherwomen are located in often paradoxical and sometimes subversive and ambiguous (MINH-HA, 1992; SCOTT, 2000) orders of indexicality and time-space scales. This reflection is discussed and understood in the light of the theory of performativity (BUTLER, 1993), which explains the coexistence of presupposed and entailed indexicalities (SILVERSTEIN, 1998) in the analyzed performances. However, it also points to the destabilization of gender/fishing performances and to the social transformations underway in the fishing culture in Arraial do Cabo. 

Keywords: fisherwomen; small narratives; gender performance; orders of indexicality; time-space scales.

 

Leonardo Augusto de Afonso

Título:  If bawdy talk offend you – O discurso do humor sexual nas peças-problema de Shakespeare

Orientador(a):  Profa. Dra. Marlene Soares dos Santos

Páginas: 199

Resumo

Resumo da Dissertação de Mestrado submetida ao Programa Interdisciplinar em Linguística Aplicada da Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ, como parte dos requisitos necessários para a obtenção do título de Mestre em Linguística Aplicada. Esta dissertação se propõe discutir o discurso do humor sexual na obra do poeta e dramaturgo inglês William Shakespeare (1564 – 1616), em especial no conjunto de peças conhecido como peças-problema: Troilus e Créssida, Bom é o que acaba bem e Medida por medida. Para analisar as piadas detectadas,
será feita uma revisão da teoria do humor disponível. Busca-se ainda delinear o contexto de produção das peças e apresentar brevemente a fortuna crítica a respeito delas.

Palavras-chave: humor, discurso, humor sexual, peças-problema

Abstract 

Abstract da Dissertação de Mestrado submetida ao Programa Interdisciplinar em Linguística Aplicada da Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ, como parte dos requisitos necessários para a obtenção do título de Mestre em Linguística Aplicada. 

This dissertation proposes a discussion of the discourse of sexual humour in the works of English poet and playwright William Shakespeare (1564 – 1616), especially that set of plays known as “problem plays”: Troilus and Cressida, All’s Well That Ends Well and Measure for Measure. In order to analyze the jokes found, a revision of available theory of humour will be made. It is also attempted to outline the play’s context of production and to briefly present the critical scholarship on them

Keywords: humour, discourse, sexual humour, problem plays

 

Marcel Alvaro Amorim

Título: Da tradução/adaptação como prática transcultural: um olhar sobre o “Hamlet” em terras estrangeiras

Orientador(a):  Profa. Dra. Roberto Ferreira da Rocha

Páginas: 183

Resumo

Com base em recentes teorias sobre a tradução/adaptação de obras literárias para o cinema, esta Tese tem como objetivo analisar duas versões fílmicas da peça Hamlet (1600-1601), de William Shakespeare, produzidas em um país não anglófono – o Brasil – durante a década de 1970. É intenção desta pesquisa argumentar que os filmes analisados – A Herança (Ozualdo Candeias, 1971) e O Jogo da Vida e da Morte (Mario Kuperman, 1970) –, mais que traduções intersemióticas, são adaptações intertextuais e antropofágicas da famosa tragédia shakespeariana: é a partir do contato entre diferentes culturas, da devoração transcultural do estranho/estrangeiro e de sua reconstrução como um outro, que os significados dos textos são construídos. Desse modo, é foco desta Tese a intenção de considerar os fatores socioculturais como centrais nos vários procedimentos desenvolvidos durante a adaptação dos filmes em questão. Sendo assim, dado o fato de que esta Tese se centra no diálogo entre a tragédia shakespeariana, filmes e culturas, a análise do corpus será baseada em procedimentos
analíticos comparativistas, os quais, a partir de categorias de análises construídas para a abordagem das películas mencionadas, guiarão a leitura desenvolvida.

Palavras-chave: Literatura e Cinema; Teorias da Tradução/Adaptação; Antropofagia.

Abstract 

Based on recent translation/adaptation theories, this PhD Dissertation aims to analyze two filmic versions of Hamlet (1600-1601), by William Shakespeare, produced in a non-English-speaking country – Brazil – during the 1970s. It is our intention to argue that the analyzed films – A Herança (Ozualdo Candeias, 1970) and O Jogo da Vida e da Morte (Mario Kuperman, 1971) – are more than intersemiotic translations: they are intertextual works and anthropophagic adaptations of one of Shakespeare’s most popular tragedies. In this sense, we consider that it is from the contact among different cultures, through a transcultural-devouring process of the stranger/foreign and its reconstruction as a new artifact, that the meaning of texts is constructed. Futhermore, it is the intention of this PhD Dissertation to consider socio-cultural factors as central ones in the various procedures developed during the translation/adaptation process of the films at stake. Thus, given the fact that this Dissertation focuses on the dialogue between a Shakespearean tragedy, movies and cultures, the corpus analysis will be based on comparativist analytical procedures, through an analytical framework construct in order to address the aforementioned films.

Keywords: Literature and Cinema; Translation/Adaptation Theories; Anthropophagy.

 

Madalena Quaresma Lima

 Título: As duas faces da mesma moeda: cara e coroa no discurso do diário do imperador d. Pedro ii

Orientador(a):  Prof. Dr. Luiz Barros Montez.

Páginas: 182

Resumo

O nosso interesse pelo fecundo e complexo século XIX, em especial à sua segunda metade, época de grande desenvolvimento das ciências humanas e da tecnologia, levou-nos à busca de uma maior compreensão desse período no contexto nacional. Vivíamos o Segundo Reinado (1840-1889), sob a administração de D. Pedro II, tempo de consolidação da nação brasileira como um país independente. Na presente pesquisa, procedemos à análise do discurso das memórias guardadas no Diário do Imperador D. Pedro II examinando a sua singularidade de vida. Os escritos do imperador revelam posições discursivas como estadista e indivíduo em permanente interação, sua visão de mundo, seus valores éticos e morais. Na perspectiva dos postulados da Escola Francesa de Análise de Discurso, fundada por Michel Pêcheux e difundida no Brasil por Eni Orlandi, procuramos desvelar o que o homem Pedro de Alcântara pensou e que imagens construiu a partir de si mesmo nos âmbitos público e privado. A análise das impressões deixadas por D. Pedro II embasada em um contexto interdisciplinar, envolvendo estudos da linguagem e estudos historiográficos, pretende contribuir com subsídios esclarecedores para a compreensão histórica do período e estimular possibilidades de releitura da imagem de estadista do nosso segundo imperador. 

Palavras-chave: Diário do Imperador D. Pedro II; Linguagem e Historiografia; Análise de Discurso; Memória e Silêncio.

Abstract 

The interest for the complex and fertile XIX century, especially for its later half, era during which Human Sciences and Technology experienced great growth, motivated historians to better understand this time period in Brazil’s context. The nation had been living the Second Reign (1840-1889), under the D. Pedro II’s administration, which was a consolidation time for it as an independent country. The present research takes the reader through the discourse analysis of the monarch’s diary (Diario do Imperador), examining the uniqueness of his life. The Emperor’s discourse reveals continuous interaction between his position as head-of-state and as individual, his views of the world, his ethical and moral values. Under the perspective of the French School of Discourse Analysis, founded by Michel Pêcheux and divulged in Brazil by Eni Orlandi, this research tries to unshroud what the man, Pedro de Alcântara, thought and what self-images he built for both his private and public lives. The analysis of the impressions left by D. Pedro II, based in a interdisciplinary context, including language and historiographic studies, intends to contribute with clarifying elements to the historic comprehension of the previously mentioned time period. Nonetheless, it also aims to serve as a stimulus of possible reevaluation of the Brazilian second emperor stateman’s image.

Keywords: Diary Memoir of Emperor D. Pedro II; Historiography and Language; Discourse Analysis; Memory and Silence.

 

Fábio Reis

 Título: As duas faces da mesma moeda: cara e coroa no discurso do diário do imperador d. Pedro ii

Orientador(a):  Prof(a). Dr(a). Branca Falabella Fabrício

Páginas: 138

Resumo

Atentando para os debates em torno das questões de gênero e sexualidade, temática recorrente em diversos campos do saber na contemporaneidade, o presente trabalho objetiva gerar inteligibilidade acerca da projeção e circulação de masculinidades em contextos online, tomando como foco principal de análise um grupo de discussão sobre moda masculina no site de relacionamentos Facebook. Para isso, observo os embates travados entre os membros do referido grupo em torno das masculinidades que emergem naquele contexto, apurando meu olhar para os efeitos de sentido produzidos pelos mecanismos de controle em vigência naquele contexto específico. Dessa forma, compreendo a questão do biopoder (Foucault, 1976), e verifico como se dá a produção das masculinidades em circulação na comunidade estudada, a depender de certos marcos contingenciais de reconhecimento (Butler, 2009). Destarte, reflito acerca de como certas experiências de masculinidade são reconhecidas socialmente ou não, a depender de determinados fatores contextuais, num paralelo com a questão da precariedade humana, presente em Butler (2004). Ademais, parto de uma compreensão dos gêneros e das sexualidades sob o ponto de vista da performance (Butler, 1990), e busco o estranhamento
de sentidos normativos relativos às masculinidades, numa análise semiótico-linguística dos fenômenos observados. Para empreender tal análise, me volto para o fenômeno da indexicalidade (Silverstein, 2003), a fim de averiguar a forma como significados socioculturais mais amplos comparecem nas (micro)interações contempladas. Além disso, entendo os contínuos processos de entextualização (Urban e Silverstein, 2006) como fundamentais para a compreensão de tais saltos escalares (Blommaert, 2007) verificados nas sequências analisadas. Os dados gerados apontam para a negociação das fronteiras entre as noções de masculinidade e feminilidade, bem como para uma série de táticas de gerenciamento das masculinidades em circulação no grupo Moda Masculina. Outrossim, oferecem pistas que salientam a tensão repetição-transformação, na medida em que certos sentidos de masculinidade hegemônica (Connell, 1995), sistematicamente reproduzidos e solidificados na cultura, convivem com pequenos abalos e linhas de fuga.

Palavras-chave: moda; masculinidades; biopoder; performance; indexicalidade

Abstract 

Considering the debates concerning gender and sexuality, which permeate many different areas nowadays, this work aims at casting some light on how masculinities are produced – and how they circulate – in online environments, having a group about menswear on Facebook as the focus of analysis. For that matter, I keep under observation the ways in which the members of such group negotiate notions of masculinity, paying close attention to the meanings produced under the control mechanisms that rule the aforementioned community. Therefore, I take on the concept of biopower (Foucault, 1976), in an attempt to examine the frames (Butler, 2009) that work to differentiate some experiences of masculinity from the others. Besides, I reflect upon how certain notions of masculinity are socially recognized while others are not, taking Butler’s discussion on the precarity of life into account (Butler, 2004). What’s more, I understand gender and sexuality under the performance (Butler, 1990) point of view, queering normative masculinities in my semiotic and linguistic analysis of the phenomena this research encompasses. Regarding my anaylisis, I rely on the idea of indexicality (Silverstein, 2003), trying to investigate how wider sociocultural meanings are played out in the (micro) interactions considered. Furthermore, I keep in mind the continuous entextualization processes (Urban & Siverstein, 2006) as fundamental for the understanding of the scale jumps (Blommaert,
2007) that come to be seen in the interactions I examine. The generated data not only point to the way boundaries between masculinity and femininity are negotiated but also to the control strategies that are supposed to rule the different experiences of masculinities found in the contemplated group. Moreover, the data offers us some clues on how certain hegemonic concepts of masculinity (Connell, 1995), systematically reproduced and solidified in the culture, coexist with change – which holds a connection with the repetition-transformation tension.

Keywords: fashion; masculinities; biopower; performance; indexicality

 

Paulo Roberto Nogueira Andrade

 Título: A produção de significados no ambiente corporativo: um estudo crítico de atividades na área de gestão da segurança do trabalho

Orientador(a):  Prof(a). Dr(a). Kátia Cristina do Amaral Tavares

Páginas: 272

Resumo

Esta pesquisa objetiva descrever e entender o sistema de atividade de gestão da segurança do trabalho na empresa pesquisada e discutir o lugar da segurança do trabalho em sistemas de atividade de treinamento e da gestão no/do pós-acidente de trabalho, a partir das perspectivas e discursos dos participantes e apontar e analisar possíveis contradições de e entre esses sistemas. Para tanto, discutem-se aspectos da gestão da segurança do trabalho na busca de compreensão desse fenômeno social dentro da perspectiva sócio-histórica desenvolvida por Vygotsky (1934/1978, 1934/1991, 1934/2001) e Leontiev (1977, 1978) e, a partir da Teoria da Atividade (TA), expandida por Engeström (1987, 1999, 2000 e 2002), Liberali (2009, 2012) e outros, com enfoque na interrelação entre os componentes da atividade: sujeitos, objeto, instrumentos, regras, divisão do trabalho e comunidade. Esta pesquisa teve duração de dois anos e envolveu funcionários de uma empresa multinacional industrial francesa, instalada em uma grande capital brasileira, primordialmente com um grupo de gestores (Alta Direção e gerência média) e pessoal da equipe de segurança, meio ambiente e saúde (SMS). Os seguintes instrumentos foram utilizados e estudados como parte da metodologia: entrevistas, gravadas em áudio e vídeo, anotações de entrevistas sem gravação, questionários escritos, documentos da empresa, fotografias, observações e notas de campo; as fontes principais são as atividades de e relacionadas à gestão da segurança do trabalho na empresa, conforme documentos oficiais e discursos de gestores, membros da equipe de SMS e de alguns outros agentes envolvidos na área. As principais categorias de interpretação são a multivocalidade, as contradições emergentes de e entre sistemas de atividade de treinamento, produção e segurança do trabalho, e a gestão da segurança do trabalho no pós-acidente e do pós-acidente ocorrido durante a pesquisa. O processo de análise dos dados foi conduzido a partir de um conjunto de atividades realizadas na empresa e eixos temáticos, tais como treinamento e gestão no/do pós-acidente, principalmente visando à segurança do trabalho. Neste caso, foi analisada a percepção da gestão de segurança do trabalho, ou seja, como a segurança é organizada e estruturada e a maneira como os funcionários percebem que as atividades acontecem e como isso orienta suas formas de atuação. Este trabalho visou a contribuir tanto para a discussão teórica sobre o conceito de gestão da segurança do trabalho como para a análise, discussão e eventuais mudanças e desenvolvimento no sistema de atividade de gestão corporativa para a área, impulsionados por contradições internas deste sistema e por contradições em suas interrelações com outros
sistemas de atividade na empresa estudada. Os resultados desta pesquisa poderão ser uma plataforma para uma ação intervencionista que vise a contribuir para a análise aprofundada
dos confrontos de vozes estudadas e das contradições observadas, em conjunto com os participantes desta pesquisa, acrescidos de operários, o que deverá gerar oportunidades de
transformação e possibilitar a promoção de mudanças e desenvolvimento na forma de agir dos gestores e dos operários, nas atividades de gestão de segurança do trabalho e nas atividades
circunvizinhas, e, eventualmente, em uma escala mais ampla, na empresa como um todo e na sociedade.

Palavras-chave: segurança do trabalho, Teoria da Atividade, gestão, treinamento, pós-acidente.

Abstract 

This research aims at describing and comprehending the work safety management activity system in the company studied and e discussing the place of work safety in the training activity system and in/of the post-accident management activity system from the perspectives and discourses of the participants and pointing out analyzing possible contradictions within and between these systems. Some aspetcs of work safety management are discussed for comprehending this social phenomenon in the socio-historic perspective developed by Vygotsky (1934/1978, 1934/1991, 1934/2001) and Leontiev (1977, 1978), based on the Activity Theory (AT), expanded upon by Engeström (1987, 1999, 2000 and 2002), Liberali (2009, 2012) amongst others, focusing on the interweaving of the activity components: the subject, the object, the tool, the rules, the division of labor and the community. This research lasted two years and involved workers of a French industrial multinational company, based in a major Brazilian capital, primarily with a group of managers (top management and middle management) and Environment, Health and Safety (EHS) team members. The following instruments were used and studied as part of the methodology: interviews, recorded in audio and video, non-recorded interview notes, written questionnaires, company documents, photographs, field observation notes; the main sources are activities of and related to work safety management in the company, according to official documents, discourses of managers, EHS team members and some other agents involved in the area. The main interpretation categories are multivoicedness, the emerging contradictions within and between training, production and work safety activity systems and the work safety management in and of the post-accident occurred in the company during the research. The data analysis process was run with a set of activities conducted in the company and thematic issues as a point of departures, such as training and management in/of post-accident, mainly aimed at work safety. In this case, the perception about the work safety management was analyzed, that is, how safety is organized and structured and the way workers perceive how activities occur and how this gears their forms of acting. This work aimed at contributing both to the theoretical discussion about the concept of f work safety management and to the analysis, discussion and eventual changes and development of the corporate management activity system of the area, boosted by internal contradictions of the system and by
contradictions in its interweaving with other activity systems in the company. The outcomes of this research may be a springboard for an interventionist action which will aim at contributing for a deepened analysis of the clashes of the voices studied and of the contradictions observed, together with the participants of this research, added by the shop-floor workers, which may generate opportunities for transformation and foster changes and development in the way of acting of the managers, the shop-floor workers, in the work safety management activities and in the interwoven activities, and, eventually, in the company as a whole and on a larger scale, in the society. 

Keywords: work safety, Activity Theory, management, training, post-accident.

 

Rafael Chaves Santos

 Título : Construções discursivas sobre os índios brasileiros nas cartas de Johann Natterer

Orientador(a):  Prof. Dr. Luiz Barros Montez

Páginas: 144

Resumo

Após a vinda da Família Real Portuguesa para o Brasil e a abertura dos portos às nações amigas da Coroa portuguesa, esta última em 1810, centenas de estrangeiros vieram para cá, e o Brasil foi redescoberto pelos europeus. Os viajantes que aqui chegaram produziram relatos de suas viagens que, quase sempre, circularam em seus países de origem e criaram uma “imagem” do país visitado. Esta imagem calcava-se no modelo e no padrão europeu de comportamento social e cultural. Dentre este grupo de estrangeiros destaco a vinda da Expedição científica austríaca que acompanhou a vinda da arquiduquesa Leopoldina em 1817. A Expedição era composta por diversos pesquisadores, naturalistas com atuação em diversas áreas das ciências. Um dos membros da Expedição, o naturalista austríaco Johann Baptist Natterer, destacou-se por permanecer no Brasil durante 18 anos e obter um enorme volume de material dos diversos ramos da natureza. Apesar de não ter publicado um relato de viagem, Natterer escreveu um diário e centenas de cartas. Algumas foram publicadas em uma obra organizada pelo diretor da Expedição, e outras publicadas em jornais da época. Nestas cartas é possível encontrar descrições dos locais visitados pelo viajante, assim como dos grupos populacionais do Brasil. Os índios receberam certo destaque em suas descrições e foram apresentados como seres inferiores quando comparados com os europeus. Esta Tese tem como objetivo principal entender as formações discursivas sobre os índios presentes nas cartas de Natterer. Para sua consecução foi preciso utilizar uma metodologia de análise interdisciplinar que me permitiu articular aspectos da ordem da cultura, da ideologia e de poder (como o etnocentrismo). Utilizei para este propósito a análise crítica do discurso (ACD), juntamente com outras bases teórico-metodológicas que complementaram a análise em questão. Assim sendo, este trabalho traz para a discussão sobre a construção discursiva dos indígenas brasileiros por Natterer questões que não se limitam ao campo da linguagem, mas que abarcam o campo da história e da etnografia. Ao articular essas teorias e metodologias a Tese dá uma contribuição a cada uma dessas áreas em particular, inclusive à Linguística Aplicada, pelo ineditismo de seu enfoque e pelos seus resultados. 

Palavras-chave: discurso, expedição científica, Johann Natterer, índios.

Abstract 

After the arrival of the Portuguese royal family to Brazil and the opening of ports to friendly nations of the Portuguese Crown, the latter in 1810, hundreds of foreigners come here, and Brazil was rediscovered by Europeans. Travelers who arrived here produced accounts of his travels that almost always circulated in their countries of origin and created an “image” of the country visited. This I wore on the model and the European standard of social and cultural behavior. Among this group of foreigners highlight the coming of the Austrian scientific expedition that accompanied the arrival of the Archduchess Leopoldina in 1817. The expedition was made up of several researchers, naturalists with expertise in various areas of science. One member of the expedition, the Austrian naturalist Johann Natterer Baptist, stood out to stay in Brazil for 18 years and get a huge amount of material from the various branches of nature. Although not published a travelogue, Natterer wrote a diary and hundreds of letters. Some were published in a work organized by the director of the Expedition, and other published in newspapers of the time. In these letters one can find descriptions of the places visited by the traveler, as well as the populations of Brazil. The Indians received some prominence in their descriptions and were presented as inferior when compared to Europeans. This thesis aims to understand the discursive formations of the Indians present in the letters of Natterer. For his achievement was necessary to use an interdisciplinary analysis methodology that allowed me to articulate aspects of the order of culture, ideology and power (as ethnocentrism). I used for this purpose the critical discourse analysis (CDA), along with other theoretical and methodological bases that complement the analysis in question. Therefore, this paper brings to the discussion of the discursive construction of Brazilian Indians by Natterer issues that are not limited to the field of language, but that cover the field of history and ethnography. By articulating these theories and methodologies Thesis gives a contribution to each of these areas in particular, including the Applied Linguistics, the originality of its approach and its results.

Keywords: speech, scientific expedition, Johann Natterer, Indians.

 

Solimar Patriota Silva

 Título : Construções discursivas sobre os índios brasileiros nas cartas de Johann Natterer

Orientador(a):  Prof(a). Dr(a). Kátia Cristina do Amaral Tavares

Páginas: 144

Resumo

Esta pesquisa busca compreender o processo de apropriação tecnológica da rede social Facebook utilizada para a criação de um ambiente virtual de aprendizagem (AVA) em um curso realizado totalmente online para a formação continuada de professores. O curso, voltado para professores mediadores de leitura, teve como motivação para seu desenho o obstáculo à formação continuada de professores, conforme apontados por Mill (2010), e como princípio norteador o reconhecimento e valorização do saber docente (TARDIFF, 2010; CANDAU, 2011). Serviram de orientação para a pesquisa os estudos sobre o uso da rede social Facebook como alternativa a outras plataformas educacionais (MATTAR, 2013; MEISHAR-TAL; KURTZ; PIETERSE, 2012; MENON, 2012; CAIN; POLICASTRI, 2011; LLORENS; CAPDEFERRO, 2011; DIVALL; KIRWIN, 2011, entre outros) e o conceito de apropriação tecnológica (CARROL et al, 2001; BAR, PISANI, WEBER, 2007). O estudo, de abordagem etnográfica, descritiva e qualitativa, utilizando ferramentas da internet (MANN; STEWART, 2000), buscou primeiro identificar como os participantes
avaliaram o curso realizado no Facebook, investigando os aspectos positivos e negativos do curso. Em seguida, objetivou avaliar o processo de apropriação da rede social para a construção do referido AVA. A análise identificou a interação e relacionamento com a professora-mediadora e colegas, bem como a proposta de leituras e a diversidade de material, como importantes para a construção do conhecimento. Por outro lado, identificou-se a necessidade de maior cuidado com trabalhos em grupo e prazos para as leituras e tarefas propostas, visto que a falta de
comprometimento de integrantes do grupo ou prazos exíguos podem gerar desmotivação dos participantes. Além disso, uma maior conexão com a prática docente foi apontada como necessária ao curso. Os professores que participaram do curso ressaltaram que, embora percebessem a rede como fonte de entretenimento, puderam desconstruir essa visão, percebendo as potencialidades da rede para fins educacionais. O conceito de apropriação tecnológica que norteou a investigação neste estudo teve como base os estudos de Carrol e outros (2001). Dentro dessa concepção, os atratores são o primeiro passo do processo de apropriação, significando as conveniências e facilidades que se determinada tecnologia apresenta
e que faz com que novos usuários passem utilizá-la Neste trabalho, ao se analisar o processo de apropriação tecnológica da rede social Facebook, os atratores são as características e funcionalidades disponíveis no Facebook e que levaram à professora-pesquisadora a escolher a rede para a elaboração e implementação de um curso de formação continuada de professores. Esses atratores foram analisados sob aspectos tecnológicos e pedagógicos (CÈRDA; PLANAS, 2011) e se se mostraram bastante adequados aos propósitos do curso. Contudo, como uma das principais contribuições deste trabalho, aponto outras reconfigurações que se mostraram desejáveis para que a rede social Facebook seja melhor utilizada para
oferta de cursos similares.

Palavras-chave: Formação continuada de professores. Ambiente virtual de aprendizagem. Redes sociais. Facebook. Apropriação tecnológica.

Abstract 

This research seeks to understand the technological appropriation process of the social network Facebook used to create a virtual learning environment (VLE) in a course held entirely online for the continuing training of teachers. The course, aimed at reading mediators teachers, was motivated by the obstacle to the continued training of teachers, as pointed out by Mill (2010), and it had as a guiding principle teaching knowledge recognition and appreciation (TARDIFF, 2010; CANDAU, 2011). Studies on the use of the social media Facebook as an alternative to other
educational platforms (MATTAR, 2013; MEISHAR-TAL; KURTZ; PIETERSE, 2012; MENON, 2012; CAIN; POLICASTRI, 2011; LLORENS; CAPDEFERRO, 2011; DIVALL; KIRWIN, 2011, among others) were relevant to guide the present work, as well as the concept of technological appropriation (CARROLL et al., 2001; Bar PISANI, WEBER, 2007). This study, descriptive and qualitative, with ethnographic approach, using internet tools for research (MANN; STEWART, 2000), sought first to  identify how the participants evaluated the course held on Facebook, investigating
the positive and negative aspects of the course. Then it aimed at evaluating the process of appropriation of the social media for the creation of a VLE. The analysis identified interaction and relationship with the teacher-researcher and other participants, combined with the reading and diverse material proposed during the course as very important for the knowledge construction and key positive aspects of  the course. On the other hand, it identified the need for greater caution with group work and deadlines, since the lack of commitment of members of the group or tight deadlines can lead to demotivation of the participants. In addition, a greater connection with practice was identified as necessary for the course. The teachers who participated in the course stressed that, although they had previously considered  Facebook just as a source of entertainment, they could deconstruct this view, realizing the potential of the social media for educational purposes. Regarding the technological appropriation Facebook, according to the perspective of the teacher-researcher, the attractors that led her to choose the Facebook to create a VLE were analyzed under technological and pedagogical aspects (CÈRDA; Flat, 2011). These attractors were considered appropriate to the initial purposes of the course. However, as one of the main contributions of this work, other reconfigurations are pointed as necessary to be made, in order that Facebook can be best used to offer similar courses to the one presented in study.

Keywords: Continuing training of teachers. Virtual learning environment. Social networks. Facebook. Technological appropriation.

 

TESES DEFENDIDAS EM 2015

Total de teses defendidas: 5

Ana Carolina Simões Cardoso

 Título : Formação Inicial de Processos de Professores de Inglês para Uso das Tecnologias Digitais: uma Pesquisa-ação no Contexto do Estágio Supervisionado.

Orientador(a):  Prof(a). Dr(a). Kátia Cristina do Amaral Tavares

Páginas: 144

Resumo

Esta pesquisa, inserida na área de Linguística Aplicada, tem como foco a formação inicial de professores para o uso das tecnologias digitais no contexto do estágio supervisionado. Como
professora de inglês de um Colégio de Aplicação, que recebe alunos de licenciatura para cursarem seu estágio docente, esta pesquisadora realizou uma pesquisa-ação na instituição
em que atua. Durante o período de um ano em que cinco licenciandas realizavam o estágio supervisionado com a professora-pesquisadora, foram gerados dados através de diferentes
instrumentos – registro das sessões de orientação, registro das mensagens de e-mail, questionários, grupo focal e memorial de estágio. A pesquisa teve por objetivo (1) investigar
as ações realizadas pela professora regente para promover a formação das licenciandas para o uso das tecnologias durante o estágio no Colégio de Aplicação; (2) identificar as
contribuições de tais ações para a formação das referidas licenciandas, de acordo com a perspectiva delas; e (3) propor uma abordagem de formação de professores para o uso das
tecnologias digitais no contexto do estágio supervisionado. O estudo fundamenta-se em uma revisão teórica sobre os modelos de formação de professores, o estágio docente, o professor
regente da escola de estágio, modelos e estratégias de formação docente para o uso das tecnologias. Os resultados mostram 17 ações da professora regente que contribuíram para a
formação das licenciandas para o uso das tecnologias, divididas em três categorias: ações relacionadas ao fazer pedagógico, às relações interpessoais e à organização do estágio. Essas
ações levaram ao engajamento das licenciandas nas atividades de estágio, à familiarização com ferramentas tecnológicas, à superação da resistência à tecnologia, à ampliação da visão
sobre tecnologia no ensino, ao aumento da confiança no uso da tecnologia no ensino, à criação do hábito de reflexão crítica, ao estímulo ao uso da tecnologia em seus contextos
profissionais e ao interesse pela pesquisa e pela continuação da formação acadêmica. Finalmente, propõe-se uma abordagem de formação inicial docente para o uso das tecnologias digitais, chamada PRO-Tecnologia, que tem como ponto central as ações do professor regente, entendido como figura fundamental no processo de formação dos estagiários. Acredita-se que essa abordagem possa contribuir para os programas de formação docente não apenas de língua inglesa, mas para os programas de outras áreas e de outras instituições de ensino que se preocupem com a atual necessidade de integração da tecnologia nos cursos de licenciatura.

Palavras-chave: formação de professores; formação inicial docente; estágio supervisionado; tecnologias digitais..

Abstract 

This research, in the area of Applied Linguistics, focuses on pre-service teacher education for the use of digital technologies in the context of professional practicum. As an English teacher
of a Laboratory School, that receives pre-service teachers to undertake their professional practicum, this researcher conducted an action research at the institution where she works.
During the period of one year, in which five pre-service teachers undertook their professional practicum with the teacher-researcher, data was generated through different instruments –
record of mentoring sessions, record of email messages, questionnaires, focus groups and practicum report. The research aimed at (1) investigating the actions taken by the teacher-
researcher to promote pre-service teacher education regarding the use of technology during their professional practicum in the Laboratory School; (2) identifying the contributions of
such actions to the education of those pre-service teachers, according to their perspective; and (3) proposing a pre-service teacher education approach to the use of digital technologies in
the professional practicum. The study is based on a literature review of pre-service teacher education models, professional practicum, mentor teacher, teacher education models and
strategies for the use of technology. The results show 17 actions of the teacher-researcher that contributed to the pre-service teachers education for the use of technologies, which are
divided into three categories: actions related to pedagogical practices, to interpersonal relations and to the structure of the professional practicum. These actions helped pre-service
teachers to engage in the professional practicum activities, to get familiar with technological tools, to overcome technology resistance, to expand their view of technology in education, to
increase their confidence in the use of technology in educational settings, to create the habit of critical reflection, to use technology in their professional contexts and to become interested
in doing research and in studying further. Finally, I propose a pre-service teacher education approach to the use of digital technologies, called PRO-Technology, which assumes the actions of the mentor teacher, key figure in this process, as its core. This approach can contribute to teacher education programs in different areas and institutions concerned about the current need for technology integration in graduation courses.

Keywords: teacher education; pre-service teacher education; professional practicum; digital technologies.

 

Luciana Guimarães Rodrigues de Lima

 Título : Web 2.0 e Linguagens Digitais: uma metodologia para o ensino de arte

Orientador(a):  Prof(a). Dr(a). Cristina Jasbinschek Haguenauer

Páginas: 144

Resumo

Esta pesquisa teve como objetivo a elaboração e a avaliação de uma metodologia de ensino de Arte, cujas bases conceituais são encontradas nos pressupostos da Abordagem Triangular, sistematizada por Ana Mae Barbosa, nos princípios da linguagem como prática social definidos por teóricos da Linguística Aplicada, das linguagens digitais e dos recursos da web 2.0. Foi realizada com alunos de Ensino Fundamental do Centro de Pesquisa e Formação em Ensino Escolar de Arte e Esportes – Núcleo de Arte Grande Otelo. Objetivamente, pretendeu responder às seguintes questões: Que potencialidades e limitações os recursos da web 2.0 apresentam no contexto do ensino de Artes? Como uma metodologia de ensino de Arte com a utilização dos recursos da web 2.0 pode ser utilizada pelo professor em sua prática pedagógica? Qual o percepção dos alunos e professores com o uso dos recursos da web 2.0 no ensino de Artes? Foi realizada uma pesquisa qualitativa, com elementos da etnografia crítica. Em busca de um melhor entendimento das questões que envolvem o tema, a fundamentação teórica foi definida com base nas teorias de linguagem de Moita Lopes (1994, 1996a e b, 2004, 2006, 2007), Rajagopalan (2006), Bakhtin (2006), Fairclough (2001) entre outros. Nas questões que concernem à semiótica, foram utilizados os textos de Pietroforte (2011) e Santaella (2012). No que diz respeito à linguagem no universo digital, as contribuições de Jenkins (2009), Santaella (2007),
Kenski (2003, 2007 e 2013), Marcuschi (2007), Landow (2009) entre outros, foram fundamentais. Já os construtos teóricos relativos ao processo de aprendizagem em Arte Educação, destacam-se os trabalhos de Barbosa (1991, 2002, 2005, 2006a e b, 2008) e Iavelberg (2003).

Palavras-chave: linguagem, linguagens digitais, ensino de Arte, recursos da web 2.0

Abstract 

This research aimed at the development and evaluation of an art teaching methodology, its conceptual bases are found in the assumptions of Triangular Approach, systematized by Ana Mae Barbosa, in the principles of language as social practice as defined by applied linguistics theories, and in digital languages and web 2.0 features. The research was conducted with elementary school students at the Research and Training Centre in Art and Sports School Education – Grande Otelo Art Center. The study aimed to answer the following questions: What possibilities and limitations do web 2.0 resources present in the context of Arts teaching? How an art teaching methodology with the use of web 2.0 resources can be used by teachers in their teaching practice? What is the perception of students and teachers with the use of web 2.0 resources in the teaching of Arts? A qualitative research, with the critical ethnography elements, was performed. In search of a better understanding of the issues surrounding the topic, the theoretical foundation was defined based on language theories proposed by Moita Lopes language
(1994, 1996a and b, 2004, 2006, 2007), Rajagopalan (2006), Bakhtin (2006), Fairclough (2001) among others. Regarding semiotics, the research was based on Pietroforte (2011) and Santaella (2012) and for the studies on language in the digital world, the contributions of Jenkins (2009), Santaella (2007), Kenski (2003, 2007 and 2013), Marcuschi (2007), Landow (2009) among others, were essential. Finally, for the theoretical constructs relating to the learning process in Art Education, we highlight the work of Barbosa (1991, 2002, 2005, 2006a and b, 2008) and Iavelberg (2003).

Keywords: language, digital languages, art education, web 2.0 resources

 

Simone da Costa Lima

 Título : Parcerias digitais e a formação do professor de Língua Portuguesa: um estudo à luz da Teoria da Atividade.

Orientador(a):  Prof(a). Dr(a). Kátia Cristina do Amaral Tavares

Páginas: 144

Resumo

O presente estudo, de cunho etnográfico e natureza colaborativa, investiga como uma professora de Língua Portuguesa do Ensino Fundamental de uma escola pública federal do Rio de Janeiro aprende a usar a tecnologia em seu contexto de ensino, ao mesmo tempo em que participa do planejamento, implementação e avaliação de projetos de natureza interdisciplinar com o uso de recursos tecnológicos, juntamente com esta pesquisadora e outros docentes. Por tratar-se de um processo investigativo que objetiva a observação, análise, intervenção e transformação das práticas pedagógicas da participante, este estudo baseia-se na teoria histórico-cultural de Vygotsky (1930-1934/1978, 1920-1923/2001) e seus seguidores, e nos princípios crítico-reflexivos (SCHÖN 1997, 2000; NÓVOA, 1991, 1992; entre outros). Para a análise dos dados, utiliza-se o arcabouço geral da Teoria da Atividade (ENGESTRÖM, 1987, 2002, 2009; DANIELS, 2003; LIBERALI, 2012; entre outros) por esta possibilitar a análise da atividade coletiva e suas relações com outros sistemas de atividades. Adotando a perspectiva da Teoria da Atividade e considerando o contexto de investigação como uma rede de atividades, este estudo focaliza o aprendizado da professora ao inserir a tecnologia no ensino presencial de Língua Portuguesa como um sistema de atividade central relacionado à atividade de planejar, implementar e avaliar projetos de natureza interdisciplinar com o uso de tecnologias. A análise dos componentes do sistema de atividade central buscou compreender como o processo de aprendizagem da professora foi realizado e modificado ao longo da atividade; o que e como a participante aprendeu sobre o seu trabalho; assim como os principais conflitos e mudanças envolvidos na aprendizagem de uso pedagógico de tecnologia no ensino presencial. Os resultados mostram que as interações entre pares com diferentes expertises dentro do cotidiano escolar podem contribuir para o desenvolvimento docente em termos da apropriação das tecnologias digitais de informação e comunicação (TDICs). Esses resultados trazem implicações para a formação em serviço de professores do Ensino Fundamental para o uso das novas tecnologias no ensino presencial, destacando a importância da reflexão crítica nessa formação.

Palavras-chave: Formação de professores. Uso pedagógico de TDICs. Letramento digital. Teoria da Atividade. Interação e Discurso.

Abstract 

The present research, of ethnographic matrix and collaborative nature, aims at investigating how a middle public school teacher of Portuguese in Rio de Janeiro learns to use technology in her face to face teaching context, while she participates in the planning, implementation and evaluation of interdisciplinary projects with the use of technological resources, together with this researcher and other teachers. As this research aims at observing, analyzing and transforming the participant’s pedagogical practices, it is based on Vygotsky (1930-1934/1978, 1920-1923/2001) and his followers’ historical cultural theory and on the principles of critical reflection (SCHÖN, 1997, 2000; NÓVOA, 1991, 1992; and others). For data analysis, the Activity Theory framework was adopted (ENGESTRÖM, 1987, 2002, 2009; DANIELS, 2003; LIBERALI, 2012; and others), as it enables the analysis of the collective activity and its relationships with other activity systems. Adopting the perspective of Activity Theory and considering the research context as a network of activities, this study focuses on the teacher’s learning and use of technology in face to face teaching as a central activity system related to the activity of planning, implementing and evaluating interdisciplinary projects with the use of technologies. The analysis of the components of the central activity system aimed at understanding how the teacher’s learning process took place and was modified throughout the activity; what and how the teacher learned about her work; as well as the main conflicts and changes involved in the learning and use of technology in  face to face teaching. The results show that the interactions among peers with different expertise within daily school life can contribute to teacher development in terms of the appropriation of digital technologies of information and communication (DTIC). These
results have implications for the in-service formation of elementary school teachers concerning the use of new technologies in face to face teaching and point out the crucial role of critical reflection in this formation.

Keywords: Teacher education. Pedagogical use of DTIC. Digital literacy. Activity Theory. Interaction and discourse.

 

Cintia Regina Lacerda Rabello

 Título : Tecnologias digitais e ensino superior: uma experiência de desenvolvimento profissional docente na UFRJ.

Orientador(a):  Prof(a). Dr(a). Kátia Cristina do Amaral Tavares

Páginas: 264

Resumo

Esta pesquisa busca compreender o processo de formação do docente de ensino superior para a integração das tecnologias digitais em sua prática pedagógica através do desenho, implementação e avaliação de um curso on-line voltado para o desenvolvimento profissional de docentes da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). O curso, voltado para a o letramento digital e apropriação crítica das tecnologias, teve como base a prática reflexiva (SCHÖN, 1992; GÓMEZ, 1992; MAGALHÃES, 2004), a pesquisa crítica de colaboração (MAGALHÃES, 2004, 2012) e comunidades de aprendizagem e de prática (WENGER, 1998, 2006; BURNS; DIMOCK, 2007), além dos modelos TPACK (KOEHLER; MISHRA, 2008), TLC (MARRA et al., 2003), 5JJ
(BURNS; DIMOCK, 2007), e SAMR (PUENTEDURA, 2008). O estudo de caso etnográfico (ANDRÉ, 1995) buscou identificar motivações, expectativas e dificuldades encontradas pelos docentes em relação à participação no curso on-line; avaliar o desenho e a metodologia do curso de acordo com a perspectiva dos participantes e a sua participação e interação no curso; e por
fim, avaliar, sob a perspectiva dos participantes, o impacto do curso na prática pedagógica, buscando identificar mudanças na atividade docente. A análise dos dados privilegiou a análise de conteúdo (BARDIN, 2009) e identificou a prática extensiva com as tecnologias, a interação, a reflexão contínua sobre a prática docente e aprendizagem, e o afeto nas relações entre os participantes e com a própria tecnologia como critérios a serem observados no desenho de cursos on-line voltados para a formação continuada de professores com vistas à integração das tecnologias digitais. Além disso, foi possível desenvolver um modelo próprio de desenvolvimento profissional docente, que constitui a principal contribuição deste estudo.

Palavras-chave: Tecnologias digitais. Desenvolvimento profissional docente. Ensino superior. Letramento digital crítico. Formação de professor.

Abstract 

The present research investigates the process of teacher education for the integration of digital technologies at university through the design, implementation and evaluation of an online course at the Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). The course aimed at developing teachers’ digital literacy and critical appropriation of technologies and was based on principles of
reflective practice (SCHÖN, 1992; GÓMEZ, 1992; MAGALHÃES, 2004), critical collaborative research (MAGALHÃES, 2004, 2012) and communities of learning and communities of practice (WENGER, 1998, 2006; BURNS; DIMOCK, 2007). It was also based on four models for technology integration: TPACK (KOEHLER; MISHRA, 2008), TLC (MARRA et al., 2003), 5J Approach
(BURNS; DIMOCK, 2007), and SAMR (PUENTEDURA, 2008). This ethnographic case study (ANDRÉ, 1995) aimed to identify teachers’ motivations, expectations and difficulties; evaluate course design and methodology from participants’ perspective, participation and interaction in the on-line environment; and evaluate the impact of the online course on their pedagogical practice, trying to identify transformations in their teaching activity at the university. Data were analyzed based on Bardin’s content analysis (2009) and the results showed that extensive practice with technology, continuous reflection upon teaching practice and learning, and affection in the relationships between participants and for technology itself as important criteria to be
observed in the design of online courses aimed at teacher professional development for the integration of digital technologies. Moreover, based on the results, a framework for teacher development was created, constituting the main contribution of this research.

Keywords: Digital technologies. Teacher professional development. Higher education. Critical digital literacy. Teacher education.

 

Luciana Leitão da Silva

 Título : Letramentos queer e trajetórias de socialização na “sala de aula de inglês” no Ensino Fundamental I.

Orientador(a):  Prof(a). Dr(a). Branca Falabella Fabrício

Páginas: 280

Resumo

O objetivo desta tese é investigar como se dá a tensão entre performativo e performatividade durante a implementação de uma proposta de letramentos queer na minha trajetória e nas trajetórias de socialização de duas alunas focais na “sala de aula de inglês” de uma turma de quinto ano de uma escola municipal localizada na cidade do Rio de Janeiro (WORTHAM, 2005). Esse objetivo se desdobra em duas perguntas de pesquisa: (a) Que performances de sociabilidade, em geral, e de gênero e sexualidade, em particular, são encenadas por mim e por essas alunas no decorrer de diferentes momentos interacionais? e (b) Como tais performances se relacionam aos discursos entextualizados? Para desenvolver esta tese, problematizo visões tradicionais de infância (ARIÈS, 1973/2012, POSTMAN, 1999, KUHLMANN, 2011), educação (LUHMANN, 1998, PINAR, 1998, SUMARA; DAVIS, 1998), linguagem (AUSTIN, 1962/1990, DERRIDA, 1972/1988, PENNYCOOK, 2007, 2010), sociabilidade (BUTLER, 1990/2003, 2004a, 2004b) e letramento (STREET, 1984, MAYBIN; MOSS, 1993, MOITA LOPES, 2013a), abordando-as sob a vertente problematizadora da(s) perspectiva(s) queer (SEDGWICK, 1990, SULLIVAN, 2003, MISKOLCI, 2012). A pesquisa, que focaliza principalmente as práticas discursivo-identitárias
de duas alunas em diálogo com as minhas e as do grupo ao longo de um ano letivo, repousa no acompanhamento de trajetórias de socialização (WORTHAM, 2005) como procedimento
metodológico, utilizando como instrumental teórico-analítico os construtos performativo, performatividade, indexicalidade e ordem de indexicalidade (BLOMMAERT, 2005, 2006), entextualização (BAUMAN; BRIGGS, 1990/2006, SILVERSTEIN; URBAN, 1996), footing (GOOFMAN, 1979/2002, COLLINS; SLEMBROUK, 2007), enquadre (GOFFMAN, 1974, COOK-GUMPERZ; GUMPERZ, 2011), e pistas de contextualização (GUMPERZ, 1982/2002, 1992, COLLINS, 2011). A análise focaliza a enorme tensão entre performativo e performatividade nas nossas práticas discursivo-identitárias e mostra que letramentos queer podem contribuir para processos de socialização menos encapsuladores na “sala de aula de inglês”, envolvendo crianças na problematização coletiva de discursos hegemônicos e na construção de outros alternativos.

Palavras-chave: Perspectiva(s) queer. Performance. Ensino de inglês. Trajetórias de socialização.

Abstract 

This dissertation aims to investigate how the clash between performative e performativity occurs throughout the implementation of a proposal of queer literacies in my trajectory and in the trajectories of socialization of two focal students in the “English classroom” in a 5th grade class situated in the city of Rio de Janeiro. This aim unfolds in two research questions: (a) Which performances of sociability, in general, and of gender and sexuality, in particular, are enacted in our sociodiscursive practices in the course of different interactional moments? and (b) How do these performances relate to entextualized discourses? To do so, I queered traditional views of childhood (ARIÈS, 1973/2012, POSTMAN, 1999, KUHLMANN, 2011), education (LUHMANN, 1998, PINAR, 1998, SUMARA; DAVIS, 1998), language (AUSTIN, 1962/1990, DERRIDA, 1972/1988, PENNYCOOK, 2007, 2010), identity (BUTLER, 1990/2003, 2004a, 2004b) and literacy
(STREET, 1984, MAYBIN; MOSS, 1993, MOITA LOPES, 2013a) from a queer perspective (SEDGWICK, 1990, SULLIVAN, 2003, MISKOLCI, 2012). The research, that focuses specifically on the discursive-bodily practices of two focal students in relation to mine and the group‟s throughout a school year, uses the concept of trajectories of socialization (WORTHAM, 2005) as a methodology and uses as theoretical-analytical tools the concepts of performative, performativity, indexicality and order of indexicality (BLOMMAERT, 2005, 2006), entextualization (BAUMAN; BRIGGS, 1990/2006, SILVERSTEIN; URBAN, 1996), footing (GOOFMAN, 1979/2002, COLLINS; SLEMBROUK, 2007), frame (GOFFMAN, 1974, COOK-GUMPERZ; GUMPERZ, 2011) and contextualization cues (GUMPERZ, 1982/2002, 1992, COLLINS, 2011). The analysis highlights the clash between performative and performativity in our discursive-bodily practices and shows queer literacy practices can contribute to the development of less imprisoned processes of socialization in the “English classroom”, engaging children in the collective questioning of hegemonic discourses and construction of alternative ones.

Keywords: Queer theories. Performance. English teaching. Trajectories of socialization.

 

TESES DEFENDIDAS EM 2014

Total de teses defendidas: 10

Deize Mara Ferreira Fonseca

 Título “Ó minha bela guerreira” – A guerra e a (re)construção da identidade feminina no drama de William Shakespeare 

Orientador(a):  Prof(a). Dr(a). Marlene Soares dos Santos

Páginas: 280

Resumo

A obra dramática de William Shakespeare (1564-1616) é mundialmente reconhecida. Sua fortuna crítica está, seguramente, entre as maiores do cânone ocidental, o que permite inúmeras possibilidades de interpretação e releitura. Esta tese discute a (re)construção da identidade feminina em algumas personagens da dramaturgia shakespeariana, a partir de sua presença em contextos de guerra. Para tanto, são aplicados, dentre outros, os conceitos de discurso, ideologia, identidade, apropriação e adaptação. O discurso teatral shakespeariano é visto como um discurso político, em diálogo com sua época, no qual a guerra, enquanto fato sócio-histórico, cujas possíveis causas e consequências serão também objeto de análise, assume um papel fundamental para a compreensão da obra artística. Há um destaque especial à (re)criação dramática de figuras históricas, que ocorre no chamado drama histórico shakespeariano. A obra dramática de Shakespeare é examinada como produto de um ambiente colaborativo e dialógico, típico da renascença inglesa. O estudo comparativo entre as (re)construções identitárias das personagens femininas analisadas é original, na medida em que pretende englobar aspectos interdisciplinares, envolvendo Literatura, Estudos da Linguagem, História, Sociologia e outras ciências sociais.

Palavras-chave: Identidade feminina, teatro shakespeariano, guerra.

Abstract 

The dramatic work of William Shakespeare (1564-1616) is acknowledged worldwide. Its critical fortune is certainly among the largest in the Western canon, which allows many possibilities of interpretation and rereading. This dissertation discusses the (re)construction of female identity in some characters of Shakespearean drama, departing from its presence in the context of war. In this approach, some concepts are applied, such as discourse, ideology, identity, appropriation and adaptation. The Shakespearean theatrical discourse is seen as a political discourse, in dialogue with its time, in which the war, as a sociohistorical event, which possible causes and consequences are also analyzed, plays a key role for the understanding of the artistic work. There is a special emphasis on the dramatic (re)creation of historical figures that occurs in Shakespearean historical drama. The dramatic work of Shakespeare is examined as the product of a collaborative and dialogical environment, typical of the English Renaissance. The comparative study between the (re)construction of identities of female characters is original, due to its intention of encompassing interdisciplinary aspects involving Literature, Language Studies, History, Sociology and other social sciences.

Keywords: feminine identity, Shakespearean theater, war.

 

Fabio Sampaio de Almeida

 Título : Uma docente em prova de seleção: entextualizações de performances corpóreo-discursivas 

Orientador(a):  Prof. Dr. Luiz Paulo da Moita Lopes

Páginas: 280

Resumo

O objetivo desta pesquisa é compreender as articulações que se estabelecem entre a dimensão sócio-histórica da atividade docente, constituída coletivamente e determinada pelas regras do ofício e pelos gêneros da atividade – aula e prova de aula –, e a dimensão contingente, produzida em contexto situado, pelo uso que uma docente, em performance intensa de prova didática, faz desse repertório. Busco ainda analisar os processos de contextualização e de entextualização (BAUMAN; BRIGGS, 1990/2008) nas performances corpóreo-discursivas profissionais emergentes na prova didática e na autoconfrontação simples (CLOT, 2008/2010) da docente de língua espanhola. Para tal, é preciso considerar as relações de saber/poder (FOUCAULT, 1975/2007) que atravessam a instituição escola, as dinâmicas da constituição do trabalho docente e as mudanças vertiginosas pelas quais a sociedade vem passando na contemporaneidade. Desse modo, não é mais possível pensar o trabalho docente como simples transmissão de conhecimentos (BAUMAN, 2005). A atividade docente, como outras, é complexa e precisa ser entendida na dinâmica contínua entre normas, prescrições, Discursos e práticas situadas, que constituem o trabalho vivo (CLOT, 2006; 2008/2010). Nesse contexto, a linguagem, entendida como dialógica (BAKHTIN, 1979/2000) e performativa (BUTLER, 1990/2003), desempenha um papel central na construção de identidades profissionais, formas de vida e atividades de trabalho. Os dados para análise foram gerados em dois momentos: a filmagem da prova de aula da participante focal e a autoconfrontação simples da participante com esse registro em vídeo. O instrumental teórico analítico considerou as categorias de enquadre, footing e alinhamento (GOFFMAN, 1979/1998), pistas de contextualização (GUMPERZ, 1982/1998),
indexicalidade (2001/2005; 2006) e entextualização (BAUMAN; BRIGGS, 1990/2008; RAMPTON, 2006). As análises apontam para o caráter intenso da performance da prova didática e a constituição de novos sentidos para o trabalho docente apesar da permanência, em função da própria organização da mesma, de Discursos cristalizados sobre o que é ser docente de língua, língua e ensino de língua. 

Palavras-chave: performance intensa; entextualização; prova didática; trabalho docente.

Abstract 

This study aims at understanding the relations established between the socio-historical dimension of the teaching activity, which is collectively made and determined by its working rules and genres of activity – class and class exam – , and the contingent dimension, which is produced in a situated context, by the use of a teacher in high-performance of class exam makes of this repertoire. I also aim at analyzing the processes of contextualization and entextualization (BAUMAN; BRIGGS, 1990/2008) in the professional body-discursive performances emerging in the class exam and the auto-confrontation (CLOT, 2008/2010) of the Spanish teacher. In order to do so it is necessary to consider the power-knowledge relations (FOUCAULT, 1975/2007) that run throughout the teaching institution, the dynamics of the teaching work and the abrupt changes society has been passing in contemporary times. Then it is no longer possible thinking about teaching activity as simple transmission of knowledge (BAUMAN, 2005). The teaching activity, likewise others, is complex and must be understood under a constant dynamics between rules, deadlines, discourses and situated practices, which constitute a living work (CLOT, 2006; 2008/2010). In this context, language is understood as dialogical (BAKHTIN, 1979/2000) and performative (BUTLER, 1990/2003), and it plays a central role in constructing professional identities, forms of life and work activities. The data under analysis were collected in two moments: the footage of a class exam of a focal participant and simple autoconfrontation of the participant to this footage. The theory and analysis instruments consider framing, footing and alignment (GOFFMAN, 19979/1998), contextualization cues (GUMPERZ, 1982/1998), indexicality (2001/2005;  2006) and entextualization (BAUMAN; BRIGGS, 1990/2008; RAMPTON, 2006). The
analysis point to the intense character of the performance of the class exam and the construction of new meanings to the teaching work regardless of the permanence, based on its own organization of crystallized discourses about what is to be a language teacher and language teaching.

Keywords: high-performance; entextualization; didactic exam; teaching work

 

Leonardo Bérenger Alves Carneiro

 Título“Thy name is woman”: a (re)construção das identidades femininas em adaptações narrativas de Hamlet

Orientador(a):  Prof(a). Dr(a). Marlene Soares dos Santos

Páginas: 280

Resumo

O volume de adaptações de Hamlet, de William Shakespeare, para os mais diversos meios culturais é incalculável. No campo da prosa ficcional, a tragédia vem sendo objeto do trabalho de adaptadores desde o século XIX. Tomando-se por base a teoria da adaptação, conforme compreendida por Linda Hutcheon e Julie Sanders, a presente tese tem por objetivo analisar a (re)construção das identidades das personagens Gertrudes e Ofélia em adaptações narrativas de Hamlet. Nesse sentido, articulam-se à teoria da adaptação estudos de identidade
e teoria narrativa, com foco na construção de personagem. Partiu disso a necessidade de compreensão das configurações de Gertrudes e Ofélia nos três textos da tragédia, além do estabelecimento de um panorama de suas recepções na crítica. A (re)construção da Rainha foi analisada em três obras: Gertrude of Denmark: An Interpretative Romance, de Lillie Buffum Chace Wyman, o conto “Gertrude Talks Back”, de Margaret Atwood, e Gertrudes e Cláudio, de John Updike. Em relação à Ofélia, a (re)construção de sua identidade, em narrativas do século XIX, tomou por base o conto “Hamlet”, de Mary e Charles Lamb, publicado em Contos de Shakespeare, e o de Edith Nesbit, “Hamlet”, que integra sua obra 10 peças de Shakespeare, além da novela “Ophelia, the Rose of Elsinore”, de Mary Cowden Clarke, em The Girlhood of Shakespeare’s Heroines in a Series of Fifteen Tales. No contexto da ficção contemporânea, foram objetos
deste estudo os romances Dating Hamlet: Ophelia’s Story, de Lisa Fiedler, Ophelia’s Revenge, de Rebecca Reisert, Hamlet II, Ophelia’s Revenge, de David Bergantino e Ophelia, de Lisa Klein.

Palavras-chave: adaptações de Hamlet – Gertrudes e Ofélia – crítica – identidade – narrativa

Abstract 

The number of adaptations of Hamlet, by William Shakespeare, for the most diverse media is incalculable. In the field of prose fiction, the tragedy has been the object of the work of adapters since the nineteenth century. Taking as a basis the theory of adaptation, as understood by Linda Hutcheon and Julie Sanders, this thesis aims at analyzing the identity (re)construction of the characters Gertrude and Ophelia in narrative adaptations of Hamlet. For that purpose, the theory of adaptation is articulated with identity studies and narrative theory, focusing on character construction. Departed from this the need to understand the configurations of Gertrude and Ophelia in the three texts of the tragedy, as well as to establish an overview of their critical receptions. The (re)construction of the Queen was analyzed in three works: Gertrude of Denmark: An Interpretative Romance, by Lillie Buffum Chace Wyman, the short story “Gertrude
Talks Back”, by Margaret Atwood, and Gertrude and Claudius, by John Updike. Regarding Ophelia, the (re) construction of her identity in nineteenth century  narratives was based on the tale “Hamlet”, by Mary and Charles Lamb, published in Tales from Shakespeare, Edith Nesbit’s “Hamlet”, which integrates her work The Children’s Shakespeare, and the novella “Ophelia, the Rose of Elsinore” by Mary Cowden Clarke, in The Girlhood of Shakespeare’s Heroines in a Series of Fifteen Tales. In the context of contemporary fiction, this study brings analyses of the novels Dating Hamlet: Ophelia’s Story, by Lisa Fiedler, Ophelia’s Revenge, by Rebecca Reisert, Hamlet II, Ophelia’s Revenge, by David Bergantino and Ophelia, by Lisa Klein.

Keywords: adaptations of Hamlet – Gertrude and Ophelia – criticism – identity – narrative

 

Lúcia Gomes Pinheiro

 Título: (Re)construindo Performances Discursivas de Maternidade e Não-Maternidade em Espaços Virtuais.

Orientador(a):  Prof. Dr. Luiz Paulo da Moita Lopes 

Páginas: 280

Resumo

Ao lado da expectativa tradicional por amor materno, tem se acentuado na contemporaneidade, conforme uma visão de maternidade como projeto, demandas que definem concepções de boa maternidade. Segundo tais concepções, as mães devem se dedicar intensamente à criação de seres humanos saudáveis no tocante a todos os aspectos biopsicossociais. Para as que não o conseguem, incide culpabilização. Também sobre não-mães, que não se ocupam dessa função social de cuidado, ainda recai considerável pressão social. Diante do exposto, conforme uma visão de Linguística Aplicada INdisciplinar, empreendi uma investigação etnográfica focalizando atividades de letramento digital em três contextos virtuais – uma comunidade e um blog de mães, e uma comunidade não-parental – tendo em vista o potencial de (re)construção de sentidos que tais espaços têm apresentado. Meu objetivo consistiu em analisar a encenação de performances de maternidade e não-maternidade, contemplando como tais performances reproduziam ou ressignificavam as aludidas concepções de boa maternidade. Para tal, parti de uma visão de discurso como performance e utilizei os construtos teórico-analíticos de footing, enquadre, pistas de contextualização, indexicalidade, ordens de indexicalidade e entextualização. A análise apontou nos três contextos tensões entre permanências e inovações, com a construção de performances de maternidade, por um lado, reproduzindo noções de maternidade como intensiva e equacionada com felicidade. Por outro lado, a encenação de performances de maternidade em que se externalizaram sentidos emocionais ditos negativos e de performances de não-maternidade em que se desestabilizou o laço entre maternidade e suposta plenitude de gênero feminino atuaram na ressignificação de noções de maternidade ainda hegemônicas.

Palavras-chave: maternidade; não-maternidade; gênero; performance; letramentos digitais; etnografia virtual

Abstract 

Besides the traditional expectation towards maternal love, according to a view of motherhood as a project, requirements over motherhood have considerably increased in present times. According to contemporary conceptions of what good motherhood is to be like, mothers must engage in the upbringing of healthy human beings as a whole. Those mothers who fail are to blame. In addition, non-mothers, not usually engaged in caretaking activities, also suffer social pressure. Thus, faced with such social issues, and having Non-disciplinary Applied Linguistics as an epistemological paradigm, I carried out a virtual ethnographic investigation in three environments – a community and a blog designed by mothers, and a community created by non-parents – due to the semiotic potential digital spaces have offered. I aimed to analyze performances of motherhood and non-motherhood and their roles in the reproduction or transformation of the above mentioned conceptions of good motherhood. The analysis was based upon a view of discourse as performance and it employed the following categories: footing, frame, contextualization cues, indexicality, orders of indexicality and entextualization. The analysis has shown that the three environments were pervaded by discursive permanence and innovation. On the one hand, performances of motherhood reproduced notions of motherhood as an intensive dedicated enterprise, which equated it with happiness. On the other, performances of motherhood conveyed so-called negative feelings towards the maternal experience and performances of non-motherhood broke the equation between motherhood and feminine gender, having thus reconstructed still prevailing definitions of good motherhood.

Keywords: motherhood; non-motherhood; gender; performance; digital literacies; virtual ethnography

 

Marcia Telesca Kerckhoff

 Título: A atuação e o discurso do professor na tutoria online no ensino superior

Orientador(a):  Prof(a). Dr(a). Kátia Cristina do Amaral Tavares

Páginas: 278

Resumo

Investiga a atuação e a linguagem utilizada pelo professor-tutor que ministra disciplina online no contexto do ensino superior privado. Focaliza as ações do professor e as estratégias
interacionais e sociodiscursivas utilizadas, bem como uma reflexão sobre as características desse discurso e sua influência no processo de ensino e aprendizagem mediado pelas
Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC). Construído na interface entre os campos da Linguagem, Educação e Tecnologia, aborda, entre outros aspectos teóricos: a questão da
interação e da construção social do conhecimento (VYGOTSKY, 1998 e seguidores); os papéis, habilidades e competências do professor virtual (BERGE, 1995; TAVARES, 2004, 2007; dentre outros); a relação entre tecnologia, sociedade e educação (ALMEIDA, 2001; COLL e MONEREO, 2010); o Modelo Community of Inquiry Framework/CoI (GARRISON, ANDERSON e ARCHER, 2000) e sua aplicação ao ensino superior; a conexão existente entre os construtos integrantes do Modelo CoI e o conceito de footing (GOFFMAN, 1981; PAIVA e RODRIGUES JÚNIOR, 2009); a contribuição dos estudos sobre argumentação (CHARAUDEAU, 1993, 1998; KOCH, 1984, 2001; LIBERALI, no prelo; dentre outros) para a análise do discurso de sala de aula. Adota a pesquisa-ação como curso de investigação (MCNIFF, 1988; THIOLLENT, 1998; entre outros) e inclui instrumentos etnográficos de geração de dados, como: diário do professor-pesquisador, questionários, entrevistas, documentos e registros eletrônicos produzidos na interação no ambiente virtual de aprendizagem (AVA) e na interação face a face. Faz uso complementar da técnica da introspecção para a geração de dados. Como resultados, estabelece implicações para a atuação e o (auto)desenvolvimento do professor online no ensino superior no contexto investigado e para outros contextos semelhantes, dentre elas a atenção às formas de desenvolver a “comunicação didática”, diretamente relacionadas à presença de ensino (Anderson et al.,
2001). Além de oportunizar uma compreensão mais reflexiva sobre a minha prática no meu contexto de atuação, esta pesquisa oferece aos professores a distância no contexto investigado 
e em contextos educacionais semelhantes um quadro síntese contendo ações realizadas e estratégias interacionais e sociodiscursivas adotadas para a condução do curso a distância.

Palavras-chave: educação a distância, ensino superior, atuação do professor, interação online.

Abstract 

An instructor’s teaching practice and language use in an online course in higher education in a private university is investigated. The focus is on teacher discourse produced in teaching practice, in online and face to face interactions with students. An analysis of the features of this discourse and a reflection on its influence on technology-mediated teaching and learning is provided. Built at the intersection of Language, Education and Technology, the study addresses: interaction and the social construction of knowledge (VYGOTSKY, 1998 and followers); the virtual teacher’s roles, skills and competencies (BERGE, 1995; TAVARES, 2004, 2007; and others); the interplay of technology, society and education (ALMEIDA, 2001; COLL and MONEREO, 2010); the Community of Inquiry Framework/CoI (GARRISON, ANDERSON and ARCHER, 2000), dedicated to teaching and learning online in higher education; the existing connection between CoI constructs and the concept of footing (GOFFMAN, 1981; PAIVA e RODRIGUES JÚNIOR, 2009); the contribution of studies on argumentation and rhetoric (CHARAUDEAU, 1993, 1998; KOCH,
1984, 2001; LIBERALI, in press; among others) for the analysis of classroom discourse. Action research (MCNIFF, 1988; THIOLLENT, 1998) is the chosen course of investigation and data collection procedures include: the subject’s research diaries; electronic records of online and face to face teacher-student interactions; questionnaires, interviews and documents, along with complementary introspection techniques. A number of implications for the online teacher’s practice and (self) development in higher education is highlighted, such as appropriate ways of developing communication (between teacher and students), which are directly related to the concept of teaching presence online (ANDERSON et al., 2001). Besides fostering a more reflective understanding of my teaching practice, this research offers distance education teachers in the same educational context and in similar ones a summary table with actions e interaction strategies employed in distance teaching and learning.

Keywords: distance education, higher education, teaching practice, online interaction.

 

Raquel Souza de Oliveira

 Título: A atuação e o discurso do professor na tutoria online no ensino superior

Orientador(a):  Prof(a). Dr(a). Luiz Paulo da Moita Lopes

Páginas: 273

Resumo

O objetivo desta pesquisa é compreender como, em suas ações discursivas em uma comunidade online e em entrevistas online, artríticos/as reumatoide (re-)constroem suas performances de sociabilidades consideradas doentes. Busco ainda investigar como as práticas emocionais atuam nos processos de subjetivação desses interactantes e em seus sentidos de  pertencimento à comunidade de sujeitos enfermos. No momento contemporâneo, marcado por uma intensa medicalização de nossas vidas (Nettleton, 1998; Merhy, 1999), a tecnologia vem assumindo um papel central tanto na ampla divulgação de informações sobre saúde quanto nos processos de (re-)constituição das intersubjetividades compreendidas como enfermas (Korp, 2006; Silva et al., 2010). Tendo a linguagem participação compulsória na constituição de quem somos, a categoria filosófica da performance (Pennycook, 2007; 2010) é adotada para tratar do
discurso, das sociabilidades e das narrativas. Defendo essas ações agenciadas no ciberespaço como práticas de letramentos, posto que entendo que são eventos promissores para novas configurações das sociabilidades (Baynham, Prinsloo, 2009; Moita Lopes, 2012). Realizo uma etnografia virtual (Hine, 2005; 2010) em uma comunidade sobre artrite reumatoide no Facebook. As categorias de análise são performance, footing (Goffman, 1974; 1981), pista de contextualização (Gumperz, 1992), entextualização (Silverstein; Urban, 1996) e ordens de indexicalidade
(Blommaert, 2005; 2010). As análises apontam que os interagentes online reproduziram tanto sentidos macrossociais que solidificam, no transcurso histórico, o que é ser doente em nosso contexto sociocultural contemporâneo quanto promoveram significados mais criativos e inovadores sobre suas performances artríticas nos contextos locais de interação.

Palavras-chave: performance; medicalização; sociabilidades; etnografia virtual.

Abstract 

The objective of this research is to understand how people with rheumatoid arthritis (re-)construct the performances of their sociabilities considered ill when they interact in a virtual community and in online interviews. I also aim at investigating how emotional practices act upon the processes of subjectivation of these interactants and their senses of belonging to the community of diseased subjects. In this contemporary moment, characterized by an intense medicalization of our lives (Nettleton, 1998; Merhy, 1999), technology has a central role in both health information spread and in the processes of (re-)constitution of intersubjectivities considered sick (Korp, 2006; Silva et al., 2010). As far as language has a compulsory participation in creating who we are, the philosophical category performance (Pennycook, 2007; 2010) is adopted in this study to account for discourse, sociabilities and narratives. I argue that those actions
implemented in cyberspace are literacy practices for I understand they are auspicious events to new intersubjectivities configurations (Baynham, Prinsloo, 2009; Moita Lopes, 2012).) I implement a virtual ethnography (Hine, 2005; 2010) in a community about rheumatoid arthritis in Facebook. The analytic tools used are performance, footing (Goffman, 1974; 1981), contextualization cues (Gumperz, 1992), entextualization (Silverstein; Urban, 1996) and ordens of indexicality (Blommaert, 2005; 2010). The analysis indicates that those online interactants reproduce macro social meanings that solidify what means to be ill in our contemporary sociocultural context and also promote more creative and innovative meanings about their arthritic
performances in local interactions. 

Keywords: performance; medicalization; sociabilities; virtual ethnography.

 

Renata de Souza Gomes

 Título: Estudo sobre possíveis ressignificações de A Streetcar Named Desire de Tennessee Wiliams na sala de aula de Literatura dramática em um curso de Letras.

Orientador(a):  Prof. Dr. Luiz Paulo da Moita Lopes

Páginas: 273

Resumo

Esta tese de doutoramento pretende investigar produções de sentido discursivamente elaboradas por alunos de um curso de literatura dramática norte-americana a partir da leitura da peça A Streetcar Named Desire de Tennessee Williams e suas adaptações realizadas em 1951 e 1995 por Eliza Kazan, no cinema, e por Glenn Jordan, para a rede de televisão CBSTV, respectivamente. Os objetivos da pesquisa são a melhora da qualidade do ensino do gênero dramático, buscando uma aproximação entre leitor e texto literário, sobretudo nos cursos de literaturas de língua inglesa. Além disso, procura-se refletir sobre a relação entre teatro, cinema e literatura na contemporaneidade. Objetiva-se, em primeiro lugar, estudar como os alunos constroem interpretações textuais para o texto de partida e para a leitura das adaptações. Em segundo lugar, investiga-se se o conceito de fidelidade aparece no discurso dos alunos
pesquisados. Finalmente, como essas leituras podem inscrever esses alunos em práticas de letramentos literários. Autores como Jordão (2011), Naremore (2000), Aumont (2006), Carvalho (2007), Cosson (2012) e Murphy(2010) foram trazidos à baila a fim de potencializar reflexões a respeito das práticas sociais de leitura literária do gênero dramático na sala de aula de língua estrangeira; do dialogismo entre as adaptações fílmicas e a sala de aula de literaturas; do desenvolvimento do letramento literário e de estudos sobre a construção de significados possíveis para A Streetcar Named Desire, de Tennessee Williams. Para analisar os discursos produzidos pelos alunos, adotou-se a metodologia dos grupos de enfoque e os resultados são mostrados através de análise interpretativista e apresentação de categorias de interpretação e ressignificação.

Palavras-chave: Leitura literária, letramentos literários, adaptação, Tennesse Williams.

Abstract 

This doctoral thesis aims at investigating the production of meaning discursively produced by students of a course of dramatic American literature for the reading of A Streetcar Named Desire by Tennessee Williams and its adaptations produced in the years 1951 and 1995 by Eliza Kazan, at the cinema, and by Glenn Jordan, for the television production of the CBSTV, respectively. The objective of the research is to reach an improvement in the quality of the teaching of dramatic genre seeking to bridge the gap between reader and literary object, especially in English language literature courses. In addition to that, it aims at reflecting about the relation between theatre, cinema and literature in contemporary times. The research aims at studying how students construct textual interpretations to the source-text and its adaptations. It also investigates whether the fidelity concept appears in the speech of the students surveyed,
and how these readings can subscribe these students in literary literacies practices. 
Authors such as Jordão (2011), Naremore (2000), Aumont (2006), Carvalho (2007), Cosson (2012) and Murphy (2010) were brought up from this study in order to enhance reflections about the reading of dramatic genre in a foreign language classroom as social practices; the dialogism between filmic adaptations and the literature classroom; the development of literacy and studies on the construction of new possible literary meanings for the text A Streetcar Named Desire by Tennessee Williams. In order to analyse the discourse produced by the students, focus group methodology was adopted and the results are shown according to an interpretativist analysis, which presents categories of ressignifications and textual interpretations.

Keywords: Literary reading, literary literacies, adaptation, Tennessee Williams.

 

Roberta Cristina Sol Fernandes Stanke

 TítuloCultura e interculturalidade na formação do professor de alemão no Rio de Janeiro

Orientador(a):  Prof(a). Dr(a). Maria José Pereira Monteiro

Páginas: 2

Rodrigo Borba

 Título: (Des) aprendendo a “ser”: trajetórias de socialização e performances narrativas no Processo Transexualizador.

Orientador(a):  Prof. Dr. Luiz Paulo da Moita Lopes

Páginas: 273

Resumo

Esta pesquisa objetiva entender como, numa visada foucaultiana, determinados indivíduos se tornam tipos institucionalmente reconhecíveis de sujeitos nos microdetalhes de suas interações cotidianas. Para tanto, estuda-se o Programa de Atenção Integral à Saúde Transexual (PAIST), um dos Centros de Referência no Processo Transexualizador do Sistema Único de Saúde brasileiro, onde foi realizado um trabalho de campo de cunho etnográfico de 13 meses. Discute-se como sistemas de conhecimento biomédico patologizam a transexualidade e disponibilizam certos recursos semióticos para a identificação de “transexuais verdadeiros”, solidificando, assim, um modelo metapragmático de identidade (WORTHAM, 2006). O foco analítico recai nas dinâmicas microinteracionais de trajetórias de socialização (WORTHAM, 2005) durante as quais usuários/as iniciantes no PAIST vão paulatinamente aprendendo
a entextualizar (SILVERSTEIN e URBAN, 1996) o modelo de “transexual verdadeiro” em suas performances narrativas (BAUMAN e BRIGGS, 1990). Argumenta-se que esse aprendizado se dá pela organização de sequências de turnos-de-fala nas consultas e, sobretudo, pelo par adjacente pergunta-resposta nos quais profissionais de saúde repetidamente oferecem os itens semióticos para que usuários/as possam produzir narrativas que satisfaçam as imposições do Conselho Federal de Medicina para Processo Transexualizador. Conclui-se que, nos microdetalhes interacionais das consultas, os entendimentos dos/as usuários/as sobre suas subjetividades e corporalidades são gradualmente eclipsados pelo construto diagnóstico de “transexual verdadeiro”. Defende-se que a despatologização da transexualidade possibilitaria um reaprendizado de como cuidar da saúde de pessoas transexuais ao valorizar suas
múltiplas e contingentes formas de autodeterminação de gênero, desbancando, assim, a necessidade de um diagnóstico psiquiátrico. Isso permitiria a construção de interações menos assimétricas baseadas em confiança mútua nas quais se poderia gestar uma atenção à saúde trans-específica que contemple a integralidade e a humanização do cuidado.

Palavras-chave: Transexualizador; trajetórias de socialização; performances narrativas; despatologização.

Abstract 

This dissertation aims to understand how, in Foucauldian terms, individuals become institutionally recognizable types of subjects in the microdetails of their daily interactions. To do so, it investigates the Programa de Atenção Integral à Saúde Transexual (PAIST), one of the gender clinics of the Brazilian Transsexualizing Process. The research draws upon 13-month ethnographic fieldwork. It analyses how pathologizing biomedical knowledge systems make available certain semiotic resources for the identification of “true transsexuals”, solidifying, thus, a metapragmatic model of identity (WORTHAM, 2006). The analyses focus on the microinteractional dynamics of socialization trajectories (WORTHAM, 2005) during which new transsexual users of the clinic gradually learn how to entextualize (SILVERSTEIN and URBAN, 1996) the identity model of “true transsexual” in their narrative performances (BAUMAN and BRIGGS, 1990). This learning dynamics takes place in the sequential organization of turns-at-talk in the consultations and, above all, in the question-answer adjacent pair in which health professionals repeatedly offer their interlocutors semiotic items for the construction of narratives that fulfill the requirements of the Transsexualizing Process. The research indicates that in the microinteractional details of the consultations, users’ local understandings of their subjectivities and bodily practices are gradually eclipsed by the diagnostic construct of the “true transsexual”. In this context, the depathologization of transsexuality would foster a process of relearning how to take care of transsexual people’s health needs due to its valorization of the multiple contingent forms of gender autodetermination that constitute transsexuality, debunking, thus, the need of a psychiatric diagnosis. This would promote the construction of less
asymmetrical interactions based on mutual trust, which, in turn, would allow for the possibility of comprehensive and humanized trans-specific healthcare practices. 

Keywords: Transsexualizing Process; socialization trajectories; narrative performances; depathologization.

 

Thayse Figueira Guimarães

 Título: Embates entre Performances Corpóreo-Discursivas em trajetórias textuais: uma etnografia multissituada.

Orientador(a):  Prof. Dr. Luiz Paulo da Moita Lopes

Páginas: 221

Resumo

O objetivo deste estudo é entender como um jovem constrói suas performances de gênero/sexualidade e raça nas redes virtuais e na escola. Foi realizada uma pesquisa etnográfica multissituada em 2011, com um grupo de estudantes em uma escola pública. Os dados são centralizados nas experiências de Luan, em interações nas redes sociais do Facebook, Twitter e na escola. Focalizo o modo como lida com o sentido de corpo, padrões de normatividades, estereótipos sociais e alteridade marginalizada na negociação de suas performances corpóreo-discursivas. Baseio-me em teorias que contribuem para o entendimento dos discursos como ação e de identificações de gênero/sexualidade e raça como performances. Para a análise da jornada intersubjetiva e processos de significação de Luan, recorro às noções de entextualização, trajetória de texto, indexicalidade, ordens de indexicalidade, enquadre e footing, pistas de contextualização, noções de “jogos de linguagem” e “formas de vida” de Wittgenstein e as colocações de Foucault sobre as micropráticas de poder. A análise mostra identificações de gênero/sexualidade e raça sendo conjuntamente negociadas na construção das performances de Luan. Suas práticas são questionadas com base em D/discursos estereotípicos das identificações sociais. Todavia, dentre as normas que balizam a construção de suas performances, Luan encontra brechas que possibilitam reorganizações de alguns sentidos referentes a essas práticas identitárias. A exposição a atores e experiências diversificadas é o que permite Luan quebrar roteiros normativos que compõem a previsibilidade de suas práticas. Tais interações confirmam a relevância de pensar os múltiplos atravessamentos discursivo-identitários, que configuram as ações cotidianas dos/as jovens na contemporaneidade.

Palavras-chave: Performance, gênero/sexualidade, raça, trajetórias textuais e etnografia multissituada

Abstract 

This study aims to understand how a young man constructs gender/sexuality and race performances along with his interlocutors in social networks and at school. A multi-sited ethnographic investigation was carried out in 2011 with students of a state school. The data are centered on Luan’s identifying experiences, in the social networks of Facebook and Twitter and at school. I focused on how Luan deals with the sense of body, patterns of normativity, social stereotypes and marginalized otherness in his corporeal-discursive performances. This thesis is based on theories that contribute to the understanding of discourse as action and of gender/ sexuality and race as performances. The analysis of Luan’s intersubjective journey and meaning making processes draws on the notions of entextualization, trajectories of texts, indexicality, orders of indexicality, frame and footing, contextualization cues, Wittgenstein ́s notions of “language games” and “forms of life” and Foucault’s reflections on the micro-practices of power. The analysis shows Luan negotiating gender/sexuality and race identifications in the construction of his performances. In his interactions, Luan’s practices are questioned from a perspective oriented towards stereotypical discourses of social identifications. However, among the patterns that guide the construction of his performances, Luan finds gaps that enable reorganizations of some meanings regarding these identity practices. The exposure to diverse actors and experiences by online interactions is what enables Luan to break the normative scripts of intelligibility which guide his practices. Such interactions confirm the relevance of considering the identity-discursive crossings, which constitute the youth’s actions nowadays. 

Keywords: performances, gender/sexuality, race, textual trajectories and multi-sited ethnography

 

TESES DEFENDIDAS EM 2013

Total de teses defendidas: 5

José Paulo Araújo

 Título: “O Robô Ed é MEU AMIGO” – Apropriação de tecnologia à luz da Teoria da Atividade

Orientador(a):  Prof(a). Dr(a). Kátia Cristina do Amaral Tavares

Páginas: 190

Resumo

Apropriação é o nome do processo pelo qual os usuários de uma tecnologia a adotam, testam suas possibilidades e a modificam, de forma menos ou mais radical, para satisfazer suas
necessidades ou desejos (BAR, PISANI e WEBER, 2007). Trata-se de um fenômeno complexo pelo qual o produtor/fornecedor e o usuário negociam o poder e o controle sobre a tecnologia,
bem como sobre seus usos, e benefícios. Outra forma de compreender esse fenômeno situa-se no âmbito das redes de atividades humanas social e culturalmente situadas entre as quais se
estabelecem tensões ou contradições que deflagram contínuas transformações tanto das tecnologias quanto das próprias atividades por elas mediadas, tal como proposto pelo arcabouço
conceitual da Teoria da Atividade de Engeström (1987, 1999). Partindo desse referencial, analiso nesta tese o processo de apropriação de uma tecnologia de Inteligência Artificial – um chatbot denominado Robô Ed – adotada e modificada por uma grande empresa brasileira para atender parte de seu público externo. Mediante análise da linguagem em uso no Twitter, plataforma de comunicação na qual esse o Robô Ed tornou-se um tópico conversacional relevante em certo momento, encontrei evidências de que os usuários da plataforma apropriaram-se do chatbot para conquistar visibilidade e popularidade, valores sociais importantes nas redes sociais dessa plataforma e, ao fazê-lo, produziram um meme, um fragmento de informação que se espalha nas redes sociais pela replicação. Outras apropriações do chatbot foram descobertas pela análise de dados gerados a partir de uma entrevista coletiva com as gestoras do Robô Ed, de dados documentais e da reconstrução dos sistemas de atividade em rede (ENGESTRÖM, 1987, 1999) ao redor do chatbot. As análises revelaram que os modelos de apropriação de tecnologia existentes (CARROLL et al., 2002; BAR, PISANI e WEBER, 2007) eram inadequados para permitir uma compreensão global desse fenômeno. Constatadas as limitações dos referidos modelos, propus um novo modelo, mais abrangente, o qual deve cumprir tanto uma função projetiva, ao auxiliar produtores e fornecedores a prever possíveis implicações éticas decorrentes das apropriações de uma tecnologia por eles oferecida, quanto uma função explicativa, ao auxiliá-los a compreender por que os usuários apropriam-se dessa tecnologia e, eventualmente, a remediar possíveis problemas causados aos usuários. Esse novo modelo também pode auxiliar professores e pesquisadores a melhor compreender apropriações de uma tecnologia para fins pedagógicos. 

Palavras-chave: Apropriação de Tecnologia, Novas Tecnologias, Teoria da Atividade, Interação.

Abstract 

Appropriation is the process by which users of a technology adopt, test its possibilities and modify it, more or less radically, to meet their needs or desires (BAR, PISANI e WEBER, 2007). It is a complex phenomenon in which the producer / supplier and the user negotiate their power and control over the technology, as well as its uses and benefits. Another way to understand this
phenomenon lies within the realm of socially and culturally situated networks of human activities within which contradictions or tensions are established that trigger continuous transformations in both the technologies and in the very activities they mediate, as proposed by Engeström’s Activity Theory conceptual framework (ENGESTRÖM, 1987, 1999). Grounded on these key concepts, in this thesis I analyze the processes of appropriation of an artificial intelligence technology of – a chatbot named Robô Ed – that was adopted and modified by a large Brazilian company to meet its customer relationship management needs. Through an analysis of language in use on Twitter, a communications platform on which Robô Ed has become a relevant conversational topic, I found evidence that Twitter users appropriated the chatbot to gain visibility and popularity, important social values in the platform’s social networks that and, by doing so, produced a meme, a piece of information that spreads in social networks by replication. Other appropriations of the chatbot were discovered by means of analysis of data generated from an interview with Robô Ed’s managers, and of data collected from documents and from a reconstruction of the related networked activity systems (ENGESTRÖM, 1987, 1999). The analyses undertaken proved that existing technology appropriation conceptual frameworks (CARROLL et al., 2002; BAR, PISANI and WEBER, 2007) were inadequate to allow a
comprehensive understanding of this phenomenon. Having pointed out the limitations of these models, I proposed a more encompassing framework, which must comply with both a projective function, to assist producers and suppliers predict the possible ethical implications of the appropriations of a technology they offer, and an explanatory function, to help them understand why users appropriate the technology and eventually remedy potential problems caused to users. This new framework also can help teachers and researchers better understand the appropriation of a technology for educational purposes.

Keywords: Technology Appropriation, New Technologies, Activity Theory, Interaction.

 

Cátia Aparecida Vieira Barboza

 Título: Reações à leitura literária em português e em inglês

Orientador(a):  Prof(a). Dr(a). Sonia Zyngier

Páginas: 242

Resumo

Tomando como base teórica os fundamentos da Ciência Empírica da Literatura, a presente tese se insere na área da Linguística Aplicada com o intuito de estudar percepções de indivíduos à leitura de fragmentos de textos literários. Para tanto, identifica e categoriza elementos que indicam níveis de envolvimento com a leitura. Mais especificamente, os participantes descrevem suas impressões após a leitura de um trecho de uma obra literária apresentada sem a identificação de autoria nem de sua fonte. Os fragmentos de textos utilizados foram retirados do romance Mrs. Dalloway, de Virginia Woolf, e do conto Bliss, de Katherine Mansfield, apresentados para uns na forma original em língua inglesa e, para outros, na forma traduzida em língua
portuguesa. Atendendo ao design da pesquisa, os participantes foram divididos em dois grupos: o primeiro, constituído de professores de inglês e graduandos de diversos cursos de Letras em língua inglesa, leu uma das obras no original. O segundo, formado por profissionais de diversas áreas, leu um fragmento vertido para a língua portuguesa. Além de identificar discurso dos participantes categorias que demonstrem possíveis reações afetivas à leitura, também foi examinada a relação que essas categorias estabelecem com a experiência de leitura e proficiência do leitor. A análise identificou seis categorias, que demonstraram diferentes graus de relação com o texto, partindo dos aspectos mais textuais para os mais afetivos. Os participantes que leram o texto em língua inglesa apresentaram um número maior de categorias do que os participantes que leram o texto em português. Também foi possível verificar que os participantes classificados com mais experiência de leitura apresentaram maior frequência nas categorias ligadas ao envolvimento afetivo. Com base nos resultados apresentados é
possível perceber que o nível de proficiência em língua estrangeira não afetou os tipos de categoria identificados, mas as diferenças na frequência foram reveladoras. Ler na língua estrangeira possibilitou mais interações com o texto e, consequentemente, maior envolvimento com o texto literário.

Palavras-chave: Linguística Aplicada; Ciência Empírica da Literatura (CEL); emoção; leitura literária; leitura em língua estrangeira.

Abstract 

This thesis belongs to the area of Applied Linguistics and is theoretically-grounded on the tenets of Empirical Science of Literature. Its main focus is the study of participants‟ perceptions after reading fragments of literary texts. To this purpose it identifies and categorizes elements that may establish readers‟ levels of involvement. More specifically, the participants describe their impressions after reading a fragment of a literary work to which no authorship or source is attached. The fragments used were taken from Virginia Woolf‟s Mrs. Dalloway and Katherine Mansfield‟s short story “Bliss” and were presented to some of the participants in their original versions in English and to other participants in their translation into Portuguese. Following the
research design, the participants were divided into two groups: the first group, constituted of English teachers and graduation students of English, read the fragments in English; the second group, formed by professionals from different areas, read the selected extract translated into Portuguese. Besides identifying the categories in the participants‟ discourse that may show possible affective involvement, the relation these categories establish with reading experience and proficiency was also examined. The analysis revealed six categories that present different degrees of involvement with the text and that range from the more textual aspects to the more affective ones. The participants who read the text in English presented a higher number of categories than those who read the text in Portuguese. Another aspect was that the participants who claimed to have more reading experience presented more frequent categories connected to affective involvement. Based on these results, it is possible to conclude that the proficiency level in the foreign language did not affect the types of categories identified,
but the differences in their frequency were revealing. Reading in the foreign language opened more possibilities of interaction with the text and, consequently, more involvement with the literary text.

Keywords: Applied Linguistics; Empirical Science of Literature; emotion; literary reading; EFL reading.

 

Luciana Lins Rocha

 Título: Reações à leitura literária em português e em inglês

Orientador(a):  Prof. Dr. Luiz Paulo da Moita Lopes

Páginas: 242

Resumo

A escolarização é frequentemente associada a uma prática de letramento autônoma apresentada de modo universal. Daí decorre que práticas distintas do letramento escolar são  produzidas como marginais, juntamente com as formas de vida não legitimadas por essa prática autônoma. No caso de gêneros e sexualidades, essa prática escolar é heteronormativa
(Louro, 2010), o que acaba por disseminar uma espécie de fascismo sexual (Rodriguez, 1998) dentre os jovens. Considerando a prática tradicional de ensino de língua estrangeira focada no
código (Gray, 2002), pode-se dizer que tal concepção essencialista de língua ajuda a perpetuar uma visão ossificada sobre a vida social, pois desconsidera que agimos no mundo com nossas
práticas de linguagem, ratificando ou aniquilando certas formas de existência. Apesar dessa compreensão teórica, minhas atuações ao discutir sexualidades eram insatisfatórias, já que  frequentemente eu incorria nos sermões ou no discurso da tolerância, ambos problemáticos. Sendo assim, engajei-me num processo de pesquisa-ação performativa, orientado por uma
visão performativa de linguagem (Ottoni, 2002) e sexualidades, queerizando o letramento escolar tradicional. Segundo a teoria queer, queerizar significa estranhar, por em crise, desnormativizar (Jagose, 1996; Sullivan, 2003; Louro, 2004; Moita Lopes, 2008a e b). Lançando mão de práticas não escolares de letramento ligadas à cultura popular japonesa
(mangás e animês), elaborei uma proposta pedagógica que procurava apresentar e discutir sexualidades como performances, ou seja, definindo-se nas práticas, não existindo antes de
nossas ações (Butler, 2007 [1990]; Louro, 2004; Moita Lopes, 2006a). O estudo foi desenvolvido em 2010, em uma turma de 1a série do Ensino Médio numa escola pública federal de ensino básico no Rio de Janeiro. Os instrumentos de pesquisa foram gravações em áudio das aulas, entrevistas com grupos focais e diários de pesquisa. A metodologia da pesquisa-ação é aqui chamada “performativa” para enfatizar a noção de que produzimos os mundos sociais com nossas pesquisas (Cameron et al., 1992). Dada a natureza altamente sedimentada dos performativos postos em xeque, as mudanças que este estudo tematizam devem ser entendidas como pequenos abalos, sendo o foco da investigação a fricção entre performativo e performatividade (Pennycook, 2007). O instrumental teórico-analítico da sociolinguística interacional (footing, enquadre e pistas de contextualização) se mostrou importante por dar visibilidade a momentos breves e desestabilizadores que indicam onde a performatividade pode ter se potencializado, inaugurando novas relações indexicais sobre a vida social. Processos de estilização (Coupland 2007 e 2009) tiveram papel importante, já que podem acontecer em performances corriqueiras e nos apontam o tipo de relação estabelecida entre performativo e performatividade.

Palavras-chave: teoria queer; pesquisa-ação performativa; ensino de inglês.

Abstract 

Schooling is frequently associated to an autonomous literacy practice presented as universal. As a consequence, practices that are different from schooling literacy are produced as marginal, as well as the forms of life not legitimated by this sole practice. When it comes to genders and sexualities, this school practice is heteronormative (Louro, 2010), which leads to sexual fascism (Rodriguez, 1998) among youngsters. Regarding the traditional foreign language teaching practice focused on the code (Gray, 2002), it can be said that such an essentialist understanding of language helps to perpetuate a sedimented view about social life, as it does not consider that we act upon the world with our language practices, ratifying or annihilating certain ways of existence. Despite such theoretical understanding, my actions when discussing sexualities were unsatisfactory, for I often resorted to sermons or pro-tolerance discourse, being both problematic. Therefore, I engaged with a performative action research project, oriented towards an understanding of language (Ottoni, 2002) and sexualities as performative, queering traditional school literacy. According to queer theory, queering means making strange, putting into crisis, denormalizing crystallized discourses (Jagose, 1996; Sullivan, 2003; Louro, 2004; Moita Lopes, 2008a and b). Drawing upon out-of-school literacy practices related to Japanese popular culture (mangas and animes), I designed a pedagogical proposal that aimed at presenting and discussing sexualities as performances, i.e., defined by practices, not existing before our actions (Butler, 2007 [1990]; Louro, 2004; Moita Lopes, 2006a). The study was developed in 2010, in a 10th grade high school group at a federal public school in Rio de Janeiro. The research instruments were audio recording of the classes, focus group interviews, and research diaries. The action research methodology is called “performative” to stress the notion that we produce social worlds with our researches (Cameron et al., 1992). Given the highly sedimented nature of the performatives put into crisis, the changes that this study brings about must be understood as small-scale movements, being the focus of the investigation the friction between performative and performativity (Pennycook, 2007). The theoretical and analytic framework of interactional sociolinguistics (footing, framing, and contextualization cues) is important because it gives visibility to brief and destabilizing moments that indicate where performativity might have been enhanced, inaugurating new indexical relations about social life. Stylisation processes (Coupland 2007 and 2009) had an important role to play, for they can happen in everyday performances and point to the kind of indexical relation established between performative and performativity.

Keywords: queer theory; performative action research; English teaching

 

Márcia Magarinos de Souza Leão

TítuloAções docentes para a promoção do engajamento de alunos em curso de inglês on-line: uma pesquisa do tipo intervenção

Orientador(a):  Prof(a). Dr(a). Kátia Cristina do Amaral Tavares

Páginas: 242

Resumo

A escolarização é frequentemente associada a uma prática de letramento autônoma apresentada de modo universal. Daí decorre que práticas distintas do letramento escolar são  produzidas como marginais, juntamente com as formas de vida não legitimadas por essa prática autônoma. No caso de gêneros e sexualidades, essa prática escolar é heteronormativa
(Louro, 2010), o que acaba por disseminar uma espécie de fascismo sexual (Rodriguez, 1998) dentre os jovens. Considerando a prática tradicional de ensino de língua estrangeira focada no
código (Gray, 2002), pode-se dizer que tal concepção essencialista de língua ajuda a perpetuar uma visão ossificada sobre a vida social, pois desconsidera que agimos no mundo com nossas
práticas de linguagem, ratificando ou aniquilando certas formas de existência. Apesar dessa compreensão teórica, minhas atuações ao discutir sexualidades eram insatisfatórias, já que  frequentemente eu incorria nos sermões ou no discurso da tolerância, ambos problemáticos. Sendo assim, engajei-me num processo de pesquisa-ação performativa, orientado por uma
visão performativa de linguagem (Ottoni, 2002) e sexualidades, queerizando o letramento escolar tradicional. Segundo a teoria queer, queerizar significa estranhar, por em crise, desnormativizar (Jagose, 1996; Sullivan, 2003; Louro, 2004; Moita Lopes, 2008a e b). Lançando mão de práticas não escolares de letramento ligadas à cultura popular japonesa
(mangás e animês), elaborei uma proposta pedagógica que procurava apresentar e discutir sexualidades como performances, ou seja, definindo-se nas práticas, não existindo antes de
nossas ações (Butler, 2007 [1990]; Louro, 2004; Moita Lopes, 2006a). O estudo foi desenvolvido em 2010, em uma turma de 1a série do Ensino Médio numa escola pública federal de ensino básico no Rio de Janeiro. Os instrumentos de pesquisa foram gravações em áudio das aulas, entrevistas com grupos focais e diários de pesquisa. A metodologia da pesquisa-ação é aqui chamada “performativa” para enfatizar a noção de que produzimos os mundos sociais com nossas pesquisas (Cameron et al., 1992). Dada a natureza altamente sedimentada dos performativos postos em xeque, as mudanças que este estudo tematizam devem ser entendidas como pequenos abalos, sendo o foco da investigação a fricção entre performativo e performatividade (Pennycook, 2007). O instrumental teórico-analítico da sociolinguística interacional (footing, enquadre e pistas de contextualização) se mostrou importante por dar visibilidade a momentos breves e desestabilizadores que indicam onde a performatividade pode ter se potencializado, inaugurando novas relações indexicais sobre a vida social. Processos de estilização (Coupland 2007 e 2009) tiveram papel importante, já que podem acontecer em performances corriqueiras e nos apontam o tipo de relação estabelecida entre performativo e performatividade.

Palavras-chave: teoria queer; pesquisa-ação performativa; ensino de inglês.

Abstract 

Schooling is frequently associated to an autonomous literacy practice presented as universal. As a consequence, practices that are different from schooling literacy are produced as marginal, as well as the forms of life not legitimated by this sole practice. When it comes to genders and sexualities, this school practice is heteronormative (Louro, 2010), which leads to sexual fascism (Rodriguez, 1998) among youngsters. Regarding the traditional foreign language teaching practice focused on the code (Gray, 2002), it can be said that such an essentialist understanding of language helps to perpetuate a sedimented view about social life, as it does not consider that we act upon the world with our language practices, ratifying or annihilating certain ways of existence. Despite such theoretical understanding, my actions when discussing sexualities were unsatisfactory, for I often resorted to sermons or pro-tolerance discourse, being both problematic. Therefore, I engaged with a performative action research project, oriented towards an understanding of language (Ottoni, 2002) and sexualities as performative, queering traditional school literacy. According to queer theory, queering means making strange, putting into crisis, denormalizing crystallized discourses (Jagose, 1996; Sullivan, 2003; Louro, 2004; Moita Lopes, 2008a and b). Drawing upon out-of-school literacy practices related to Japanese popular culture (mangas and animes), I designed a pedagogical proposal that aimed at presenting and discussing sexualities as performances, i.e., defined by practices, not existing before our actions (Butler, 2007 [1990]; Louro, 2004; Moita Lopes, 2006a). The study was developed in 2010, in a 10th grade high school group at a federal public school in Rio de Janeiro. The research instruments were audio recording of the classes, focus group interviews, and research diaries. The action research methodology is called “performative” to stress the notion that we produce social worlds with our researches (Cameron et al., 1992). Given the highly sedimented nature of the performatives put into crisis, the changes that this study brings about must be understood as small-scale movements, being the focus of the investigation the friction between performative and performativity (Pennycook, 2007). The theoretical and analytic framework of interactional sociolinguistics (footing, framing, and contextualization cues) is important because it gives visibility to brief and destabilizing moments that indicate where performativity might have been enhanced, inaugurating new indexical relations about social life. Stylisation processes (Coupland 2007 and 2009) had an important role to play, for they can happen in everyday performances and point to the kind of indexical relation established between performative and performativity.

Keywords: queer theory; performative action research; English teaching

 

Vitor Alevato do Amaral

Título: Literalmente Joyce: uma retradução de Dubliners

Orientador(a):  Prof. Dr. Roberto Ferreira da Rocha

Páginas: 359

Resumo

Apresentação de nova tradução de Dubliners (1914), do escritor irlandês James Joyce (1882-1941), escrita como retradução. Tentativa de definição do conceito de retradução nos Estudos
de Tradução desde a última década do século vinte com o propósito de fazer uma revisão bibliográfica do tema e destacar essa prática tradutória como espaço de criação e de crítica. Reflexão sobre a presença de textos traduzidos em salas de aula de instituições de ensino superior. Associação dos conceitos de ―leitura transtextual‖, conforme teorizado por Patrick O‘Neill em Polyglot Joyce. Fictions of Translation (2005), e retradução. Teorização sobre a estratégia de estrangeirização e literalização aplicadas à retradução de Dubliners. Panorama
do processo que levou à publicação de Dubliners e comentários sobre a recepção da obra.

Palavras-chave: Retradução. James Joyce. Dubliners. Leitura. Crítica. Criação. Linguística Aplicada.

Abstract 

Production of a new translation of Dubliners (1914), by the Irish writer James Joyce (1882-1941), written as a retranslation. Attempt to define the concept of retranslation in the Translation Studies since the last decades of the twentieth century aiming at writing a bibliographical revision of the theme and emphasizing this translation practice as a space for creation and criticism. Thoughts on the presence of translated texts in the classrooms of higher education institutions. Association of the concepts of ―transtextual reading‖, as theorized by Patrick O‘Neill in Polyglot Joyce. Fictions of Translation (2005), and retranslation. Theorization about the strategies of foreignization and literalization applied to the retranslation of Dubliners. Panorama of the process that led to the publication of Dubliners and comments about the work‘s reception.

Keywords: Retranslation. James Joyce. Dubliners. Reading. Criticism. Creation. Applied Linguistics.

 

COORDENAÇÃO

Coordenador:
Prof. Dr. Rodrigo Borba
Vice-Coordenadora:
Prof(a).  Dr(a). Branca Falabella Fabrício
Secretária:
Solange Tristão

ATENDIMENTO

segunda à sexta:
09h às 17h

Telefone:
21 3938-9701

E-mail:
laplicada.interdisciplinar@letras.ufrj.br

ENDEREÇO

Programa de Interdisciplinar de Linguística Aplicada  (PIPGLA)
Av. Horácio de Macedo, 2151. Sala F-317
Cidade Universitária — Faculdade de Letras da UFRJ.
CEP 21941-917.
Rio de Janeiro — RJ