dissertações

Defendidas em 2018

Total de teses defendidas: 10

Fernanda Meneses Rodrigues da Costa

Título: Questões de linguagens, códigos e suas tecnologias do enem 2016: que perspectivas de letramento o exame (des)legitima?

Orientador(a):  Profa. Dra. Paula Tatianne Carréra Szundy

Páginas: 168

Resumo

O ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio) é uma prova de admissão para a entrada em muitas universidades brasileiras. Além disso, o ENEM também tem como objetivo influenciar, de maneira indireta, a reestruturação do currículo da educação básica. Frente a isso, esta pesquisa busca compreender as práticas de letramento (des)legitimadas pelas questões de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias do ENEM 2016. Para tanto, e a partir de uma análise dialógica dessas provas, baseio-me em duas perguntas de pesquisa: 1) que referências de mundo são mobilizadas para a compreensão do conteúdo dos gêneros selecionados? 2) a que possíveis interlocutores os gêneros selecionados se dirigem? A que outros enunciados podem ser relacionados? Para respondê-las, utilizo os conceitos de gênero do discurso (BAKHTIN, 1953/2016; VOLOCHINOV, 1929/2006), multiletramentos (COPE E KALANTZIS, 2000), letramentos autônomos e letramentos ideológicos (STREET, 2014) e entextualização (BLOMMAERT, 2005), além de relacionar esses dados aos postulados sobre o processo de ensino-aprendizado nos documentos para o ensino médio, a fim de compreender a perspectiva educacional subjacente às questões do exame. Os resultados apontam para uma maior aproximação das questões investigadas com a perspectiva autônoma de letramento e, portanto, o afastamento de uma perspectiva educacional mais libertadora tal como defendida por Freire (1967).

Palavras-chave: ENEM; letramentos; gêneros do discurso

Abstract 

ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio – National Exam of High School) is an admission exam for enrollment in many Brazilian universities. Moreover, ENEM also aims to influence
indirectly the transformation of Brazilian high school curriculum. Because of this issue, this research aims at comprehending the literacy practices privileged (or not) in the questions that
integrate the area Language, Codes and its Technologies (Linguagens, Códigos e suas Tecnologias) from the 2016 test. With this purpose, and through a dialogic perspective of analysis, I am oriented by two research questions: 1) what is the type of knowledge necessary in order to understand the content of the speech genres that were chosen in the exam? 2) to which speakers are these speech genres adressed? What other types of utterances can they be related to? In order to answer these questions, I invoke the concepts of speech genres (BAKHTIN, 1953/2016; VOLOCHINOV, 1929/2006), multiliteracies (COPE E KALANTZIS, 2000), autonomous and ideological models of literacy (STREET, 2014) and entextualization (BLOMMAERT, 2005), and I relate them to the National Curricular Frameworks for High School as a means of sheding light on the educational perspectives designed by the exam. The results indicate that the questions which compose ENEM 2016 privilege an autonomous model of literacy and are, therefore, distant from an educational perspective based on critical thinking as that supported by Freire (1967).

Keywords: ENEM; literacies; speech genres..

 

Jardel Rabelo de Almeida

Título: WhatsApp na formação continuada do professor para uso de tecnologias digitais: a perspectiva dos participantes

Orientador(a):  Profa. Dra. Kátia Cristina do Amaral Tavares

Páginas: 95

Resumo

Este estudo investiga a perspectiva dos professores participantes, um de Geografia e o outro de Artes, sobre a atividade de aprender a usar tecnologias digitais na prática pedagógica
e a percepção desses professores em relação ao uso do aplicativo WhatsApp utilizado no processo de formação continuada conduzido nesta dissertação. Por se tratar de um processo investigativo que objetiva a observação, intervenção, análise e transformação das práticas pedagógicas dos participantes, este estudo caracteriza-se como uma pesquisa colaborativa crítica (Magalhães, 1998/2002; Liberali, 2014) e baseia-se em Paiva (2013); Tavares (2007); Buzato (2006); e nos princípios críticos-reflexivos (Schön, 2000; Smyth, 1992; entre outros). Foi  desenvolvido um estudo de caso de base etnográfica e foram utilizados como instrumentos para a geração de dados mensagens eletrônicas através do aplicativo WhatsApp, entrevista e observação com notas de campo. Os resultados trazem implicações para a formação continuada docente destacando o uso de aplicativos de mensagens instantâneas e a importância da reflexão crítica nessa formação.

Palavras-chave: tecnologias digitais, formação do professor, formação continuada, WhatsApp.

Abstract 

This study investigates the participants teachers’ view, a Geography teacher and an Arts one, about the activity of learning how to use digital technologies in pedagogical practice and the participants’ perception in relation to the application WhatsApp used in the process of continuing professional development throughout this research. As this dissertation aims at observing, analyzing and transforming the participants’ pedagogical practice, this study is characterized as critical collaborative research (Magalhães, 1998/2002; Liberali, 2014), based on Paiva, (2013); Tavares, (2007); Buzato, (2006); and on the principles of critical thinking (Schön, 2000; Smyth, 1992; and others). A case study of ethnographic basis was developed and the instruments used to generate data were electronic messages through the application WhatsApp, interview and observation with field notes. The results have implications for the continuing professional development concerning the use of applications developed to send and receive online messages and points out the crucial role of critical thinking in this education.

Keywords: digital technologies, teacher education, continuing professional development, WhatsApp

 

Joana Castañon de Carvalho

Título: O ensino transgressivo da língua inglesa em uma escola técnica de nível médio: usos e reflexões se um professor-escritor sobre sua unidade didática para o letramento crítico

Orientador(a):  Profa. Dra. Maria de Fátima Lima Santos

Páginas: 129

Resumo

Com base em uma visão performativa da linguagem e do gênero (AUSTIN, 1962; BUTLER, 1990, 1993), esta dissertação tem como objetivo analisar a produção de sentidos sobre a menstruação e o dito corpo feminino em discursos de mulheres feministas, bem como as disputas na produção de significados que se dão entre suas falas e discursos biomédicos, midiáticos, feministas, liberais, entre outros. O cerne do trabalho é, assim, a discussão das formas como diversos regimes de verdade (FOUCAULT, 1980) – médicos, midiáticos, familiares, sexuais – são vividos e negociados discursivamente. Os dados foram gerados por meio de entrevistas orais semiestruturadas realizadas com cinco mulheres feministas que utilizam ou que já tenham utilizado o coletor menstrual. O foco inicial nos discursos sobre o coletor menstrual é devido a meu contato prévio com discursos virtuais sobre esse produto, que me interessaram por atravessarem questões concernentes à relação das mulheres com seu corpo/sangue e apontarem para vivências alternativas àquelas que costumam ser produzidas em discursos biomédicos e midiáticos. As entrevistas abrangeram questões diversas sobre a relação corpo-mulher cis, assim voltando-se para a discussão de questões como o nojo do sangue menstrual e a medicalização do corpo feminino, dentre diversas outras. Na investigação, é possível identificar movimentos discursivos de desestabilização de categorizações frequentemente
evocadas na produção de sentidos sobre o corpo feminino e a menstruação, tais como sujeira, maturidade, natureza, feminilidade, evolução e libertação.

Palavras-chave: menstruação; coletor menstrual; feminismo; discurso.

Abstract 

Drawing on a performative view of language and gender (AUSTIN, 1962; BUTLER, 1990, 1993), this thesis aims to analyze the production of meanings about menstruation and the so-called female body in feminist women’s discourses, as well as investigate the disputes in the production of signification that take place between their speeches and medical, media, feminist and neoliberal discourses, among others. Therefore, the work’s core is the discussion of the multiple ways through which several “regimes of truth” (FOUCAULT, 1980) are lived and discursively negotiated. Data were generated through semi-structured oral interviews conducted with five self-identified feminist women who either use or have already used the menstrual cup. The initial focus on discourses about the menstrual cup was due to my previous contact with virtual narratives about this product, which addressed issues related to women’s relationship with their body/blood and pointed to alternative experiences than those usually produced in medical and media discourses. The interviews covered several issues about the cis woman-body relationship, thus focusing on issues such as the disgust for menstrual blood and the medicalization of the female body, amongst several others. In the investigation, it is possible to identify discursive movements that destabilize categorizations that are frequently evoked in the production of meanings about the female body and menstruation, such as dirtiness, maturity, nature, femininity, evolution, and liberation.

Keywords: menstruation; menstrual cup; feminism; discourse.

 

Marina Albuquerque de Almeida

Título: Estilística e Gramática: entre os conflitos de um conceito e a legitimação de um gênero

Orientador(a):  Prof. Dr. Henrique F. Cairus

Páginas: 100

Resumo

Entre os conflitos de um conceito (a ‘estilística’) e a legitimação de um gênero (a gramática), encontram-se caminhos que tangem questões epistemológicas e também históricas. A disciplina que compõe a história do conceito de ‘estilística’ traz hoje consigo um universo de esvaziamento semântico, resultado de sua posição frágil em meio ao embate entre Linguística e estudos literários no século XX. O cientificismo herdado do positivismo do século XIX permitiu que a Estilística vingasse como a saída para se dar caráter científico aos estudos literários; ao mesmo tempo, num caminho quase contraditório, a Estilística, na sua pluralidade de vertentes, também dava à Linguística a possibilidade de interlocução com os estudos literários. Com o rompimento entre os dois campos, a Estilística – científica em excesso para os estudos literários, e científica de menos para a Linguística – não sobreviveu, visto o desinteresse de um pelo outro. Apesar disso, notou-se a presença remanescente dessa disciplina em gramáticas normativas brasileiras ainda vigentes, herdado em certa medida o lugar da antiga Retórica, nomeando o catálogo de figuras e tropos – estes, constantemente mantidos ou retomados, independente da disciplina que os nomeie. E chega-se, enfim, a um questionamento sobre que lugar haveria ainda hoje, institucional e epistemologicamente, para a existência de qualquer pensamento que não separe por completo a língua e a literatura.

Palavras-chave: estilística; gramática; história dos conceitos; embate; campo; Linguística e Literatura; Letras; figuras e tropos.

Abstract 

Between the conflicts of a concept (‘stylistics’) and the legitimation of a genre (grammar) there are paths somehow related to epistemological and also historical questions. The discipline that constitutes the history of the concept ‘stylistics’ carries within itself today a universe of semantic emptiness, which is the result of its fragile position in the midst of the quarrel between Linguistics and Literary studies in the 20th century. The scientism inherited from the 19th century’s Positivism allowed the Stylistics to thrive as a escape to give literary studies a scientific quality. Meanwhile, in an almost contradictory course, the Stylistics, in its plurality of aspects, also would gave Linguistics a possibility of interlocution with literary studies. With the separation between these two fields, Stylistics – far too scientific for Literary studies and not scientific enough for Linguistics – did not survived, since the lack of interest of one for the other. Nevertheless, it has been possible to notice the remnant presence of these disciplines in still valid normative Brazilian grammars, which place is an inheritance, in a way, of the ancient Rhetoric, naming the figures and tropes catalog – these constantly kept or retrieved, no matter the name of the discipline imposed upon them. And there is, finally, a question about which place there would be still today, institutionally and epistemologically, for the existence of any reflections that would not detach completely language and literature.

Keywords: grammar; conceptual history; quarrel; field; Linguistics and Literature; Letras; figures and tropes.

 

Paula Kleiman

Título: O ensino transgressivo da língua inglesa em uma escola técnica de nível médio: usos e reflexões se um professor-escritor sobre sua unidade didática para o letramento crítico

Orientador(a):  Profa. Dra. Ana Paula Marques Beato-Canato

Páginas: 208

Resumo

Esta pesquisa objetiva investigar as ideologias linguísticas de duas professoras em sessões reflexivas e entender as capacidades de linguagens potencialmente desenvolvidas num projeto
didático de gênero, bem como suas possíveis contribuições para formação reflexiva das participantes e para o ensino-aprendizagem de inglês como língua adicional numa escola
pública estadual. Para isso, estuda-se um projeto didático de gênero construído ao longo de cinco sessões reflexivas, que também constituem os dados de análise. A investigação, que se
apoia no paradigma qualitativo e na abordagem interpretativista, analisa as ideologias linguísticas (KROSKRITY, 2004) que permeiam a construção discursiva das professoras e suas influências no material didático, que é analisado segundo seu potencial de desenvolvimento das capacidades de linguagens nas atividades (DOLZ; PASQUIER; BRONCKART 1993; CRISTOVÃO, STUTZ, 2011; LENHARO, 2016). Deste modo, articulam-se os procedimentos didáticos do interacionismo sociodiscursivo (ISD), à perspectiva dialógica do círculo de Bakhtin, ao conceito de (multi)letramentos (BARTON; HAMILTON, 2000; COPE; KALANTZIS, 2000; LEMKE, 2010; ROJO, 2012; STREET, 2014) e a noção de entextualização (BLOMMAERT, 2005) para propor um projeto didático que problematize os discursos encadeados nos gêneros como uma trajetória discursiva midiática. Neste contexto, a construção do projeto é atravessada pelos diálogos estabelecidos pelas participantes. Tais interações revelam suas ideologias linguísticas através de conflitos dialógicos nas sessões reflexivas. Os resultados indicam o processo de transposição didática como um espaço de desestabilização para aprendizagens significativas na formação docente.

Palavras-chave: ensino-aprendizagem; formação reflexiva; gêneros do discurso/textual.

Abstract 

This research aims to investigate language ideologies in reflective sessions and to understand language capacities potentially developed in a didactic project of genre as well as their possible contributions for the reflective formation of two teachers and for the teaching-learning process of English as an additional language in a state public school. To do so, it investigates a didactic project of genre constructed over five reflective sessions, which also constitute the analysis data. This research, which favors the qualitative paradigm and the interpretive approach, analyzes language ideologies (KROSKRITY, 2004) that permeate the discursive construction of the teachers, and their influences on the didactic material, which is analyzed according to its potential of developing language capacities in the activities (DOLZ; PASQUIER; BRONCKART 1993; CRISTOVÃO, STUTZ, 2011; LENHARO, 2016). In this way, this investigation articulates the didactic procedures of sociodiscursive interacionism (SDI), with the dialogical perspective of Bakhtin’s circle, with the concept of (multi)literacies (BARTON; HAMILTON, 2000; COPE; KALANTZIS, 2000; LEMKE, 2010; ROJO, 2012; STREET, 2014), and with the notion of entextualization (BLOMMAERT, 2005) in order to propose a didactic project that problematizes the chained discourses in the genres as a media discursive trajectory. In this context, the construction of the didactic project is crossed by the dialogues established by the participants. Such interactions reveal their language ideologies through dialogical conflicts in the reflective sessions. The results indicate the process of didactic transposition as a space of destabilization for meaningful learning in the teachers’ formation.

Keywords: teaching-learning; reflective formation; textual/speech genres.

 

Pedro Luís Sala Vieira

Título: O ensino transgressivo da língua inglesa em uma escola técnica de nível médio: usos e reflexões se um professor-escritor sobre sua unidade didática para o letramento crítico

Orientador(a):  Profa. Dra. Janine Maria Mendonça Pimentel

Páginas: 125

Resumo

A obra dramática e poética de William Shakespeare exerce incontestável influência sobre a literatura e a arte no mundo ocidental há séculos. Esses fatores nos levam a dar uma
importância especial às traduções de suas obras para outros idiomas, uma vez que a prática da tradução se caracteriza principalmente pela sua capacidade de mediação intercultural, além de promover conexões através da disseminação do conhecimento de determinada cultura-fonte para uma distinta cultura-alvo. Há inúmeros aspectos que importam quando se trata de estudar e analisar traduções que vão além de apenas olhar o processo tradutório em si, tais quais os fatores extratextuais que se relacionam diretamente com o contexto de produção e recepção desses textos pela cultura receptora. Tendo em consideração tais pressupostos, a presente pesquisa analisou os paratextos de doze traduções da peça Hamlet publicado no Brasil. 
O objetivo reside em observar como esses paratextos atuam, do ponto de vista diacrônico, na construção do discurso em torno da recepção da peça no Brasil por meio de suas traduções.
Para tanto, utilizou-se como aparato teórico os Estudos Descritivos da Tradução, a estética da recepção e a análise do discurso. Através da análise descritiva realizada, foram identificados
temas e padrões discursivos nos elementos paratextuais. A partir dos dados obtidos, é desenvolvida uma proposta de categorização desses paratextos. Utiliza-se nesta pesquisa a definição de paratexto de Gerárd Genette (1997), tratando-se de componente verbal ou não verbal situado em torno do livro, e que discursa sobre a obra a qual se relaciona e influencia na recepção desta. 

Palavras-chave: Tradução; Paratexto; Hamlet; Shakespeare; Recepção.

 

Rafael de Vasconcelos Barboza

Título: Sentidos e(m) movimento: a construção discursiva de espaços e identidades pelos grafitos de banheiro

Orientador(a):  Prof. Dr. Rodrigo Borba

Páginas: 165

Resumo

Em suas pesquisas, a Linguística Aplicada tem aprofundado pouco a questão do espaço, tomando-o apenas como pano de fundo das análises. Espaços, no entanto, são centrais na nossa experiência de mundo. A partir da análise dos grafitos de banheiro, este trabalho investiga como espaços e identidades são produzidos discursiva e simbioticamente, buscando identificar as ideias que (in)formam essa produção, bem como as fissuras que possibilitam espaços e existências outras. A partir de uma perspectiva pós-estrutural, espaços e identidades são entendidos aqui como produtos da prática social, efeitos performativos de uma performance (BUTLER, 1988). Os banheiros visitados na pesquisa são aqueles da Faculdade de Letras / UFRJ, e a análise qualitativa dos grafitos aí encontrados concentrou-se nos aspectos multimodais da sua produção e de sua colocação (SCOLLON & SCOLLON, 2003). A análise articula os conceitos de indexicalidade, escalas e cronotopos, observando as continuidades e rupturas que se operam na circulação de textos e nas formas como eles comparecem em nossas performances. Assim, foi possível entender as formas pelas quais produzimos espaços e sujeitos altamente essencializados, governados pelos modelos da cisheteronormatividade. Esta mesma análise, contudo, aponta também para possibilidades de desvio dessa “norma”: cada nova interação pode produzir um banheiro desviante, um espaço heterotópico que possibilita outras existências e resistências. Ao discutir as formas como a produção de espaços e identidades pode ser altamente essencializante, este trabalho procura caminhar no sentido de uma desontologização da realidade, desconstruindo enquadres hegemônicos que produzem identidades e espaços virtualmente neutros e naturais.

Palavras-chave: espaço, banheiros, grafitos de banheiro, performatividade, paisagem linguística.

Abstract

Research in Applied Linguistics has not yet taken the issue of space in deep consideration, taking it only as a background for analysis. Spaces, however, are central to our world experience. Taking toilet graffiti as its corpus, this work investigates how spaces and identities are produced discursively and symbiotically, trying to identify the worldviews that (in)form this production, as well as the fissures that make possible other spaces and other existences. From a post-structural perspective, spaces and identities are understood here as products of social practice, performative effects of performances (BUTLER, 1988). The bathrooms visited for this research were those of the Department of Letters of UFRJ, and the qualitative analysis of the graffiti found there focused on the multimodal aspects of its production and emplacement (SCOLLON & SCOLLON, 2003). The analysis articulates the concepts of indexicality, scales and  chronotopes, observing the continuities and ruptures in the circulation of texts and in the ways they appear in our performances. It was possible to understand the ways in which we produce highly essentialized spaces and subjects, governed by the models of cisheteronormativity. However, there are also possibilities for deviation from this “norm”, since each new interaction can produce a deviant toilet, a heterotopic space that affords other existences and resistances. In discussing the ways in which the production of spaces and identities can be highly essentializing, this work seeks to move towards a deontologization of reality, deconstructing hegemonic frameworks that produce virtually neutral and natural identities and spaces.

Keywords: space, bathrooms, bathroom graffiti, performativity, linguistic landscape.

 

Saide Feitosa da Silva

Título: Nova Iorque das ruas e do texto – Uma leitura de Maggie: a girl of the streets, de Stephen Crane

Orientador(a):  Profa. Dra. Luciana Marino do Nascimento.

Páginas: 165

Resumo

Esta dissertação tem por objetivo fazer uma leitura do romance Maggie: a girl of the streets, de Stephen Crane, publicado em 1896, pertencente a estética naturalista, tendo como foco a representação da cidade de Nova Iorque em fins do século XIX, quando a modernidade e suas inovações são acompanhadas pela literatura, buscando entender quais discursos imortalizaram essa cidade, dentre eles, o posterior epíteto Big Apple, adentrando na cidade transfigurada da realidade nova-iorquina onde circulam as personagens de Crane. Como principais desdobramentos, foi possível compreender como na narrativa do autor o espaço citadino foi encenado em conjunto com o processo de construção identitária das personagens, principalmente Maggie, e como os discursos sobre o urbano se articularam a partir dela. Assim, estudamos a representação da cidade de Nova Iorque, por meio da ficção, bem como o processo articulatório relacional existente entre os fatores históricos, ideológicos e culturais na formação discursiva ficcional. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, de caráter bibliográfico. A pesquisa foi desenvolvida através da leitura da obra literária, em tela, e de outras fontes que serviram de aportes teóricos para a fundamentação e escrita deste trabalho, visando a uma
proposta de estudo na área da Linguística Aplicada (LA) e Literatura. Foram alcançados os seguintes resultados: compreensão das duas cidades construídas por Crane: a real e a simbólica, idealizada por Maggie; entendimento do quão as duas cidades e seus discursos são determinantes para a formação identitária das personagens, notadamente de Maggie; reconhecimento de Nova Iorque como uma cidade icônica na obra escrita por Crane; apreensão do espaço citadino e seus discursos encenados e articulados a partir da formação identitária de Maggie e seus deslocamentos pelas suas duas cidades. Para tanto, entre outros teóricos, foram utilizados os seguintes autores: Moita Lopes (1996, 2006), Williams (2000, 2007, 2011), Geertz (2008), Volóchinov ([1929], 2013), Bakhtin (2000), Hall (2006, 2009), Maingueneau (2002, 2006), Orlandi (2001, 2004), Berman (1986, 2009), Foucault (1999, 2000, 2005, 2008, 2012), Benjamin (1985),
Barthes (1987), Guinsburg & Faria (2017). 

Palavras-chave: Cidade. Modernidade. Nova Iorque. Naturalismo. Stephen Crane.

Abstract

This dissertation aims to read the novel Maggie: a girl of the streets by Stephen Crane, published in 1896, belonging to the literary naturalism movement, focusing on the representation of New York City in the late nineteenth century, when modernity and its innovations are accompanied by literature, seeking to understand which discourses immortalized this city, among them the later epithet Big Apple, entering New York transfigured city reality where Crane’s characters circulate. As main developments, it was possible to understand how in the author’s narrative, the city environment was staged together with the characters’ identity construction process, mainly Maggie, and how the discourses about the urban were articulated from the main character herself.
Thus, we studied New York City representation, through fiction, as well as the relational articulatory process existing among historical, ideological and cultural factors in the fictional discursive formation. It is a qualitative research, of bibliographical character. The research was developed through the reading of the literary work in analysis, and other sources which serve as theoretical contributions for the foundation and writing of this work, aiming at study proposal in the area of Applied Linguistics as well as Literature. The obtained results were: understanding of the two cities built by Crane: the real and the symbolic, idealized by Maggie; understanding of how the two cities and their speeches were decisive for the characters’ identity formation, mainly Maggie; recognition of New York as an iconic city in the work written by Crane; apprehension of the city space and its speeches staged and articulated from Maggie’s identity formation and her displacements along the two cities. To accomplish this goal, among other theorists, we used the following authors: Moita Lopes (1996, 2006), Williams (2000, 2007, 2011), Geertz (2008), Volóchinov ([1929], 2013), Bakhtin (2000), Hall (2006, 2009), Maingueneau (2002, 2006), Orlandi (2001, 2004), Berman (1986, 2009), Foucault (1999, 2000, 2005, 2008, 2012), Benjamin (1985), Barthes (1987), Guinsburg & Faria (2017).

Keywords: City. Modernity. New York. Naturalism. Stephen Crane.

Resumen

Esta disertación tiene por objetivo hacer una lectura de la novela Maggie: a girl of the streets, de Stephen Crane, publicada en 1896, que pertenece a la estética naturalista, teniendo como foco la representación de la ciudad de Nueva York a fines del siglo XIX, momento en que la modernidad y sus innovaciones son acompañadas de la literatura, buscando principalmente identificar qué discursos inmortalizaron esa ciudad, empezando por el Big Apple, adentrando también en la ciudad transfigurada de la realidad neoyorquina donde circulan los personajes de Crane. Como principales desdoblamientos, fue posible identificar como en la narrativa del autor, el espacio citadino fue entenado en conjunto con el proceso de construcción identitaria de los personajes, principalmente Maggie, y cómo los discursos sobre lo urbano se articulan a partir de ella. Así, estudiamos la representación de la ciudad de Nueva York, por medio
de la ficción, así como el proceso articulatorio relacional existente entre los hechos históricos, ideológicos y culturales en la formación discursiva ficcional. Se trata de una investigación cualitativa, de carácter bibliográfico. La investigación fue desarrollada a través de la lectura de la obra literaria en pantalla, ya través de otras fuentes que servirán de aportes teóricos para la fundamentación y escritura de este trabajo, visando una propuesta de estudio en el área de Lingüística Aplicada y Literatura. Se alcanzaron los siguientes resultados: comprensión de las dos ciudades construidas por Crane: la real y la simbólica, ideada por Maggie; entendimiento de lo que las dos ciudades y sus discursos son determinantes para la formación identitaria de los personajes, especialmente de Maggie; reconocimiento de Nueva York como una ciudad icónica en la obra escrita por Crane; aprehensión del espacio citadino y sus discursos escenificados
y articulados a partir de la formación identitaria de Maggie y sus desplazamientos por sus dos ciudades. Para ello, entre otros teóricos, se utilizaron los siguientes autores: Moita Lopes (1996, 2006), Williams (2000, 2007, 2011), Geertz (2008), Volóchinov ([1929], 2013), Bakhtin (2000), Hall (2006, 2009), Maingueneau (2002, 2006), Orlandi (2001, 2004), Berman (1986, 2009), Foucault (1999, 2000, 2005, 2008, 2012), Benjamin (1985), Barthes (1987), Guinsburg & Faria (2017).

Palavras clave: Ciudad. Modernidad. Nueva York. Naturalismo. Stephen Crane.

 

Thamiris Martins Santos de Morais

Título: Tecnologias digitais no ensino superior: a adoção da modalidade híbrida, da sala de aula invertida e da gamificação sob a perspectiva dos participantes

Orientador(a):  Profa. Dra. Kátia Cristina do Amaral Tavares

Páginas: 115

Resumo

Esta pesquisa pretende investigar como ocorre o uso da modalidade híbrida e de um ambiente virtual de aprendizagem (AVA) em uma disciplina de Anatomia para graduandos de Educação Física da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Além disso, busca-se compreender a utilização de metodologias ativas – a sala de aula invertida e a gamificação – que são  incorporadas nesse curso e como elas são percebidas pelos participantes dele. A fundamentação teórica compreende estudos sobre modalidade híbrida (PERES, 2013; ALMEIDA, 2012, entre outros), ambientes virtuais de aprendizagem (FRANCO, 2009; VITER, 2013, entre outros), sala de aula invertida (BERGMANN; SAMS, 2012; VALENTE, 2014, SHERROW; LANG; CORBERTT,
2016, entre outros) e gamificação (DETERDING et al, 2011; KIRYAKOVA et al, 2014; FARDO, 2013, entre outros). Foi desenvolvido um estudo de caso de base etnográfica e foram utilizados como instrumentos para a geração de dados mensagens eletrônicas através do aplicativo WhatsApp, entrevista, observação com notas de campo e questionário. A análise dos dados descreveu o uso e a construção da modalidade híbrida e do AVA e a adoção da sala de aula invertida e da gamificação no curso investigado. Além disso, os resultados indicam que o uso das tecnologias digitais e das metodologias ativas possibilitou estender o ensino para fora da sala de aula, conhecer previamente o conteúdo a ser ensinado e estimulou os alunos a buscarem seu próprio aprendizado.

Palavras-chave: modalidade híbrida, ambientes virtuais de aprendizagem, sala de aula invertida, gamificação, uso de tecnologias digitais, metodologias ativas.

Abstract

This research intends to investigate how the use of hybrid learning and of a virtual learning environment (VLE) occurs in a discipline of Anatomy for undergraduate students of Physical Education in the Federal University of Rio de Janeiro (UFRJ). Besides that, it wants to comprehend the use of active methodologies – flipped classroom and gamification – that are incorporated to this course and how their participants perceive them. The literature review comprehends studies about hybrid learning (PERES, 2013; ALMEIDA, 2012, among others), virtual learning environment (FRANCO, 2009; VITER, 2013, among others), flipped classroom (BERGMANN; SAMS, 2012; VALENTE, 2014, SHERROW; LANG; CORBERTT, 2016, among others) and gamification (DETERDING et al, 2011; KIRYAKOVA et al, 2014; FARDO, 2013, among others). A case study of ethnographic basis was developed and the instruments used to generate data were electronic messages through the application WhatsApp, interview, observation with field notes and questionnaire. The data analysis described the use and the construction of hybrid learning and VLE and the adoption of flipped classroom and gamification in the course under investigation. Besides that, results indicate that the use of digital technologies and active methodologies enabled to extend instruction to outside the classroom, to know previously the content to be taught and it encouraged students to search for their own learning.

Keywords: hybrid learning, virtual learning environment, flipped classroom, gamification, use of digital technologies, active methodologies.

 

Vanessa do Carmo Abreu

Título: “Beyond Compare”: símiles épicos em Paradise Lost/Vanessa do Carmo Abreu

Orientador(a):  Profa. Dra. Tatiana Oliveira Ribeiro

Páginas: 100

Resumo

A Dissertação tem por escopo o estudo dos símiles no épico Paradise Lost, de John Milton. Para tanto, foi proposta uma análise tipológica dos símiles presentes no poema, que ora se
assemelham, ora se diferenciam do símile tradicionalmente denominado ‘épico’ ou ‘homérico’. Entre os estudiosos do símile miltoniano especificamente, não há consenso quanto a sua elencagem e tipologia; as categorizações apresentam bastante variação, costumando-se enfatizar os ditos símiles ‘épicos’. A ocorrência de tais tipos de símiles é, de fato, muito frequente no poema, desempenhando eles funções específicas na narrativa, ao disporem lado a lado tradições e referências temporais e culturais diversas, propondo distintos pontos de comparação. Buscou-se, a partir do estudo da fortuna crítica acerca dos símiles de Paradise Lost, apresentar uma tipologia mais completa no que diz respeito às formas de comparação presentes no poema, procedendo-se à análise de exemplos nos quais se pode notar características estruturais mais específicas de sua construção, considerando-se sua relação com as passagens nas quais se inserem. O foco desse estudo recai sobre os símiles ditos ‘épicos’, sem, contudo, negligenciarem-se outras formas de comparação assentes no poema.

Palavras-chave: símile; tipologia; épica inglesa; Paradise Lost; símile épico; Homero; tradição épica.

Abstract

This Dissertation has as its scope the study of similes in John Milton’s epic Paradise Lost. For this purpose, it was proposed a typological analysis of the existing similes in the poem,
which sometimes resemble, sometimes differ from the traditionally called ‘epic’ or ‘Homeric’ simile. Among the scholars of the miltonic simile specifically, there is no consensus about its classification and typology, the categorizations present a great deal of variation, usually emphasizing the so-called ‘epic’ similes. Such types of similes are indeed very frequent in the poem, with specific functions in the narrative, disposing side by side traditions and diverse temporal and cultural references, proposing distinct points of comparison. From the critical fortune study of similes in Paradise Lost, we sought to present a more complete typology of the existing comparison structures in the poem, proceeding to the examples’ analysis in which it is possible to notice more specific structural characteristics of construction and consider their relation with the passages in which they are inserted. The focus of this study rests on the so-called ‘epic’ similes, without, however, neglecting other current forms of comparison in the poem.

Keywords: similes; typology; English epic; Paradise Lost; epic similes; Homer; epic tradition.